Curso Online de VERBO

Curso Online de VERBO

Aprenda tudo sobre esta importante classe de palavra, de modo simples e direto, como você nunca viu. Em apenas 2 horas, veja: conjugação,...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aprenda tudo sobre esta importante classe de palavra, de modo simples e direto, como você nunca viu. Em apenas 2 horas, veja: conjugação, flexões, vozes, número e pessoa, modos, tempos, formas nominais, paradigma, verbos (regulares, irregulares, anômalos, defectivos, abundantes, auxiliares, locução verbal), formas rizotônicas e arrizotônicas. VOCÊ VAI COMPROVAR COMO É FÁCIL CONJUGAR VERBOS.

Formado pela Universidade Federal de Alagoas. Professor efetivo da Universidade Estadual de Alagoas. Ex-professor do Instituto de Línguas da Secretaria de Educação. Pós-graduado pela Universidade de São Paulo. Autor de 11 livros sobre a Língua Portuguesa. Ex-colunista da Gazeta de Alagoas. Ex-colunista de O Jornal. 421 artigos publicados sobre a língua portuguesa. Apresentador do Programa "Ouvindo e Aprendendo" na Rádio Educativa FM de Maceió. Apresentador do Programa "Aprendendo com o professor Uedison Nomeriano" na TV Educativa Canal 3 Alagoas. Apresentador de programas nas Rádios Correio (Maceió),Cultura do Nordeste (Caruaru), Gazeta (Maceió), Jornal (Maceió). Sócio efetivo da Academia Maceioense de Letras. Sócio-fundador da Academia Alagoana de Cultura.Mais de 80 palestras e cursos ministrados. Membro da Associação Brasileira de Imprensa. Membro do Sindicatos dos Escritores de Alagoas. Editor e revisor de inúmeras obras. Consultor de língua portuguesa. Destaque "Ouro" no 1º Concurso de Literatura das Américas. Orientador de Trabalhos de Conclusão de Cursos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • V E R B O

    v e r b o

  • verbo é a palavra que, numa perspectiva de tempo, exprime ação, estado ou fenômeno, indicando, além do tempo, o modo, o número, a pessoa e a voz.

    ex.: plantamos uma árvore no jardim. (ação)

    os copos estão vazios. (estado)

    relampejou durante à noite. (fenômeno)

  • FLEXÕES DO VERBO

    vozes do verbo


    a flexão de voz indica se o sujeito pratica ou sofre a ação expressa pelo verbo. daí termos:

    a) voz ativa
    o sujeito pratica a ação:
    o rapaz abriu o envelope.
    b) voz passiva
    o sujeito recebe a ação:
    o rio foi poluído pela indústria.
    c) voz reflexiva
    o sujeito pratica a ação, a qual recai sobre ele próprio.
    a família intoxicou-se com o alimento enlatado.
    os amigos se cumprimentaram. (neste caso, a voz reflexiva está indicando reciprocidade).
    observação:
    a voz passiva pode ser analítica, quando é constituída por dois verbos: o envelope foi aberto pelo rapaz; ou sintética, quando construída com o auxílio de um pronome apassivador: abriu-se o envelope.

    flexões do verbo

  • NÚMERO E PESSOA

    número e pessoa

    o verbo pode referir-se a uma das três pessoas do discurso, que ora estão no singular, ora no plural.


    pessoa singular plural
    1ª pessoa eu passeio nós passeamos
    2ª pessoa tu passeias vós passeais
    3ª pessoa ele passeia eles passeiam

  • M O D O S

    m o d o s


    um fato pode realizar-se de três modos:

    a) indicativo, quando o fato é real:
    estudo à noite. estudei muito ontem.

    b) subjuntivo, quando o fato é provável, duvidoso, ou quando se trata de uma hipótese:
    gostaria de que a prova não fosse difícil.
    se vieres traze teu namorado.
    se eu tocasse piano…

    c) imperativo, quando exprime ordem, pedido,conselho, súplica etc.:
    não faça isso! cale-se!
    venha jantar conosco.
    não dê ouvidos aos tolos.
    orai por nós, santíssima.

  • TEMPOS

    tempos

    um fato expresso pelo verbo pode estar situado no momento em que se fala, antes do momento em que se fala ou depois, no futuro. daí os três tempos, com suas subdivisões:
    a) presente ─ fato situado no momento ou época em que falamos:
    eu estudo, tu estudas, ele estuda…
    b) pretérito ─ fato situado no momento ou época anterior ao momento em que falamos. divide-se em:

  • pretérito perfeito (indica que a ação foi iniciada e terminada no passado):
    o jardineiro podou os galhos ontem.

    pretérito imperfeito (indica que a ação foi iniciada, mas não foi concluída no momento passado a que nos referimos):
    ele ajudava aos pobres e desamparados.

    pretérito mais-que-perfeito (indica uma ação no passado anterior a outra ação também no passado):
    nem bem terminara, deram-lhes outras tarefas.

  • c) futuro ─ fato situado em um momento ou época vindoura. divide-se em:

    futuro do presente (indica um fato real):
    todos receberão os livros.

    futuro do pretérito (indica um fato possível, hipotético, situado no futuro, mas vinculado a um momento passado):
    todos receberiam os livros, se lá estivessem

  • FORMAS NOMINAIS DO VERBO

    formas nominais do verbo

    as formas nominais do verbo são o infinitivo, o gerúndio e o particípio, que têm como caraterísticas, respectivamente, as terminações:

    ─ r (para o infinitivo): louvar, vender, partir;

    ─ ndo (para o gerúndio): louvando, vendendo, partindo;

    ─ do (para o particípio): louvado, vendido, partido.

  • a denominação formas nominais advém do fato de que estes verbos podem desempenhar funções de nomes (substantivo, adjetivo, advérbio):

    o brincar alegra as crianças. (substantivo);

    batata cozida. (adjetivo);

    venceu na vida trabalhando. (or. adverbial)

  • C O N J U G A Ç Õ E S

    c o n j u g a ç õ e s


    há três conjugações em português, caracterizadas pelas vogais temáticas -a-, -e-, -i-, observadas sempre que se põe o verbo no infinitivo:

    1ª conj. = cant-a-r, brinc-a-r, louv-a-r;
    2ª conj. = conhec-e-r, desc-e-r, ret-e-r;
    3ª conj. = divid-i-r, part-i-r, sorr-i-r.

    observação:
    o verbo pôr (e seus derivados) pertence à segunda conjugação, pois a vogal temática, desaparecida no infinitivo do português moderno, reaparece em sua flexão: pus-e-r, pus-e-ra, repus-e-ste.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • V E R B O
  • FLEXÕES DO VERBO
  • NÚMERO E PESSOA
  • M O D O S
  • TEMPOS
  • FORMAS NOMINAIS DO VERBO
  • C O N J U G A Ç Õ E S
  • E X E M P L O S:
  • Há casos em que o verbo irregular se apresenta como regular em determinadas formas. Para se verificar se um verbo é ou não irregular, basta conjugá-lo no PRESENTE e no PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO. Não se deve considerar irregular o verbo cuja alteração gráfica não é suficiente para caracterizar alteração fonética. Exemplo: dirigir - dirijo atacar - ataquei, atacou
  • FORMAS RIZOTÔNICAS E ARRIZOTÔNICAS
  • MODO INDICATIVO FUTURO DO PRESENTE COMPOSTO Terei, terás, terá, teremos, tereis, terão + (sido, estado, tido, havido) FORMAÇÃO Futuro do presente simples do auxiliar TER + particípio passado regular dos auxiliares ser, estar, ter, haver. FUTURO DO PRETÉRITO COMPOSTO Teria, terias, teria, teríamos, teríeis, teriam (sido,estado, tido, havido) FORMAÇÃO Futuro do pretérito simples do auxiliar TER + particípio regular dos auxiliares ser, estar, ter, haver.
  • MODO SUBJUNTIVO