Curso Online de Introdução à Microbiologia à Microbiologia dos Alimentos e à Toxicologia dos Alimentos

Curso Online de Introdução à Microbiologia à Microbiologia dos Alimentos e à Toxicologia dos Alimentos

A contaminação dos alimentos pode ser de natureza biológica, química ou física. Os contaminantes biológicos incluem as bactérias, vírus, ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas


Por: R$ 26,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A contaminação dos alimentos pode ser de natureza biológica, química ou física. Os contaminantes biológicos incluem as bactérias, vírus, fungos e parasitas; as contaminações de natureza química podem ser causadas por diversas substâncias potencialmente tóxicas, entre elas, metais potencialmente tóxicos, defensivos agrícolas, antibióticos, toxinas de animais e plantas; e as contaminações físicas podem ser causadas por diferentes materiais estranhos ao alimento, como por exemplo, a presença de vidro ou fragmentos metálicos.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Professor de ciências e biologia. Bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia, nutrição e ensino após cursar disciplinas eletivas referentes a estas áreas e fazer estágios no decorrer da graduação. No final de cada curso não há avaliação. Cursou, aprendeu bastante devido a meu compromisso de oferecer ensino de qualidade, não tem a preocupação e ansiedade em ser avaliado (a) um monte de conteúdos simultaneamente. No certificado é informado o número de dias em que o curso foi cursado e o tanto de horas que ele foi acessado, diante disto, não convém cursar muito rápido e em poucos dias.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Introdução à Microbiologia à Microbiologia dos Alimentos e à Toxicologia dos Alimentos

    http://www.qsalimentos.xpg.com.br/microdeali.htm

  • A contaminação dos alimentos pode ser de natureza biológica, química ou física. Os contaminantes biológicos incluem as bactérias, vírus, fungos e parasitas; as contaminações de natureza química podem ser causadas por diversas substâncias potencialmente tóxicas, entre elas, metais potencialmente tóxicos, defensivos agrícolas, antibióticos, toxinas de animais e plantas; e as contaminações físicas podem ser causadas por diferentes materiais estranhos ao alimento, como por exemplo, a presença de vidro ou fragmentos metálicos.

  • A saúde é um direito inalienável de todo cidadão, tal como está expresso na Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 1948 pela Organização das Nações Unidas (ONU). Mas, para que haja saúde, é fundamental que os alimentos sejam produzidos em quantidade e com qualidade apropriadas ao equilíbrio orgânico, o que representa um fator de resistência às doenças. Todavia, convém ressaltar que, para que isso possa tornar-se realidade nos dias atuais, é necessário que as populações carentes tenham acesso a esses alimentos, por meio, primordialmente, do aumento de seu poder aquisitivo.

  • Os alimentos de origem animal, entretanto, não são totalmente isentos de risco para a saúde, pois sua riqueza em proteínas e água facilita a rápida deterioração do produto, bem como a sobrevivência e multiplicação de inúmeros microrganismos patogênicos.

  • Tuberculose, cisticercose, brucelose e toxoplasmose, infecções de elevada prevalência no Brasil, são algumas das enfermidades de caráter zoonótico que podem ser adquiridas pelo homem ao ingerir produtos de origem animal contaminados ou sem a devida inspeção sanitária das matérias-primas.

  • ALIMENTOS MAIS FREQUENTEMENTE ENVOLVIDOS EM SURTOS Entre os alimentos mais frequentemente relacionados a surtos de toxinfecções alimentares, destacam-se as carnes bovinas e de frango, responsáveis pela veiculação sobretudo de enterobactérias, estafilococos e clostrídios. Em seguida, aparece a maionese, principal veiculadora de salmonelas. O queijo, que ao contrário de outros alimentos, é menos frequente à mesa da população, ocupa lugar de destaque entre os produtos alimentícios incriminados em surtos de toxinfecções, na maioria das vezes veiculando estafilococos. O mel, em crianças com idade inferior a doze meses, pode ser responsável pela intoxicação botulínica.

  • “As dez regras de ouro para a preparação de alimen-tos seguros”.
    1. Escolher alimentos tratados de forma higiênica. 2. Cozinhar bem os alimentos. 3. Consumir imediatamente os alimentos cozidos. 4. Armazenar cuidadosamente os alimentos cozidos. 5. Reaquecer bem os alimentos cozidos. 6. Evitar o contato entre os alimentos crus e os cozidos. 7. Lavar as mãos constantemente. 8. Manter escrupulosamente limpas todas as superfícies da cozinha. 9. Manter os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais. 10. Utilizar água pura.

  • Introdução à Microbiologia

  • Em relação aos microrganismos, estes podem ser classificados entre aeróbios e anaeróbios. Os microrganismos aeróbios necessitam de oxigênio para sua sobrevivência e multiplicação, enquanto os anaeróbios são capazes de se multiplicar na ausência de oxigênio. Diante dessas informações, é possível verificar que modificações gasosas no ambiente que envolve o alimento são capazes de causar alterações na microbiota que sobrevive ou que se multiplica em determinado alimento.

  • Os vírus são parasitas obrigatórios, na verdade, são parasitas moleculares, pois induzem as células hospedeiras a produzirem novas moléculas. São específicas para cada reino, ou seja, os vírus que atacam as células animas não atacam as vegetais. São formados basicamente por uma porção periférica a base de proteína e uma informação genética, que é um filamento de RNA ou de DNA.

  • Os vírus são microrganismos formados por uma cápsula proteica e material genético, podendo ser DNA ou RNA.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 26,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Introdução à Microbiologia
  • Microbiologia dos Alimentos
  • Prevenção da Contaminação dos Alimentos
  • Conservação dos Alimentos
  • Atividade de Água
  • Doenças Transmitidas por Alimentos
  • Bactérias
  • Fungos
  • Intoxicações e Infecções de origem alimentar
  • Exemplos de Métodos Combinados
  • Toxicologia dos alimentos
  • Contaminantes alimentares
  • Carcinogênese
  • Inibição da carcinogênese
  • Micotoxinas
  • Toxicidade dos defensivos agrícolas