Curso Online de A Importância da Doação de Órgãos

Curso Online de A Importância da Doação de Órgãos

Este curso tem como objetivo incentivar as pessoas a se tornarem doadores de órgãos, pois é um gesto tão simples que salva muitas vidas.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso tem como objetivo incentivar as pessoas a se tornarem doadores de órgãos, pois é um gesto tão simples que salva muitas vidas.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Wanderson Diogo Andrade da Silva

    Doação de Órgãos
    & Tecidos

  • Você já falou sobre isso !? Mais afinal, porque doar órgãos ?
    A resposta a esta pergunta é simples: o número de pessoas que necessitam desta oportunidade de vida ainda é grande. Assim, a carência de doadores de órgãos é ainda um obstáculo para a efetivação de transplantes no Brasil.
    Doar órgãos é um ato de amor e solidariedade. Quando um transplante é bem sucedido, uma vida é salva e com ele resgate-se também a saúde física e psicológica de toda a família envolvida com o paciente transplantado.

    Doação de Órgãos

  • A legislação brasileira sobre o processo doação transplante estabelece que somos todos doadores de órgãos desde que após a nossa morte um familiar (até segundo-grau de parentesco) autorize, por escrito, a retirada dos órgãos. Portanto, não basta você querer ser um doador de órgãos. Sua família também precisa saber. São eles que vão autorizar os médicos a fazer o transplante da sua vida para outras vidas. Diga em casa, diga para seus amigos, diga para todo mundo que você quer ser um doador.

    O que preciso fazer para ser
    um doador?

  • Qualquer pessoa pode doar órgãos. Nenhuma religião é contra a doação. Pelo contrário, toda religião apoia o amor aos outros, que inclui o ato de doar-se. Para um transplante de órgãos, só importa a compatibilidade entre você e as várias pessoas que esperam um coração, um pulmão, um rim. Uma vida. Não é necessário nenhum registro em documento. Basta deixar a família avisada. Ela vai considerar isso como último desejo e autorizar a doação.

    O que preciso fazer para ser
    um doador?

  • Quais os requisitos para um cadáver ser considerado doador de órgãos ?

    Ter identificação e registro hospitalar;
    Ter a causa do coma estabelecida e conhecida;
    Não apresentar hipotermia (temperatura do corpo inferior a 35ºC), hipotensão arterial ou estar sob efeitos de drogas depressoras do Sistema Nervoso Central;
    Passar por dois exames neurológicos que avaliem o estado do tronco cerebral. Esses exames devem ser realizados por dois médicos não participantes das equipes de captação e de transplante;

  • Quais os requisitos para um cadáver ser considerado doador de órgãos ?

    Submeter-se a exame complementar que demonstre morte encefálica, caracterizada pela ausência de fluxo sanguíneo em quantidade necessária no cérebro, além de inatividade elétrica e metabólica cerebral;
    Estar comprovada a morte encefálica. Situação bem diferente do coma, quando as células do cérebro estão vivas, respirando e se alimentando, mesmo que com dificuldade ou um pouco debilitadas.

    Observação: Após diagnosticada a morte encefálica, a equipe capacitada da CIHDOTT (Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante) do Hospital onde encontra-se o potencial doador ou a equipe da OPO (Organização de Procura de Órgãos) deve informar a família de forma clara e objetiva que a pessoa está morta e que, nesta situação, os órgãos podem ser doados para transplante. Veja mais detalhes na Portaria n°1262 de 16/06/2006

  • Morte encefálica é a definição legal de morte. É a completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro. Isto significa que, como resultado de severa agressão ou ferimento grave no cérebro, o sangue que vem do corpo e supre o cérebro é bloqueado e o cérebro morre.
    É interessante que após ser declarada a morte encefálica no paciente, a família diga aos médicos que deseja doar os órgão do seu ente querido. Pois quanto antes for feito o transplante, maior é a probabilidade do órgão ser aceito no corpo de outra pessoa.

    O que é morte encefálica?

  • Córneas

    Quais órgão e tecidos podemos doar?

  • Coração

    Quais órgão e tecidos podemos doar?

  • Quais órgão e tecidos podemos doar?

    Pulmão

  • Quais órgão e tecidos podemos doar?

    Rins


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: