Curso Online de Capacitação em Assistência ao Recém Nascido na Sala de Parto e Reanimação Neonatal
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Capacitação em Assistência ao Recém Nascido na Sala de Parto e Reanimação Neonatal

ATUALIZADO!!! Curso voltado para a capacitação de acadêmicos e profissionais de enfermagem e medicina sobre os cuidados com o recém nasci...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

ATUALIZADO!!! Curso voltado para a capacitação de acadêmicos e profissionais de enfermagem e medicina sobre os cuidados com o recém nascido na sala de parto, condutas a serem tomadas nos primeiros momentos, formas de avaliação e reanimação neonatal. Curso baseado no famoso livro "Blackbook Pediatria" do Médico e Professor Doutor em Pediatria Reynaldo Gomes de Oliveira, e atualizado segundo as alterações feitas pela SBP.

Graduada Análise de Sistemas pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI); Graduando Enfermagem pela Universidade Federal do Piauí (UFPI); Técnica em Enfermagem pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Banco de Dados, Redes de Computadores, web desing; Experiência na área da Saúde com ênfase em Técnico em Enfermagem com atuação em Centro Cirúrgico, Centro Obstétrico, UTI neonatal, Ambulatório, Enfermaria e SAMU.


- Eliede Dias Amorim Vieira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ASSISTÊNCIA AO RECÉM NASCIDO NA SALA DE PARTO E REANIMAÇÃO NEONATAL

    ASSISTÊNCIA AO RECÉM NASCIDO NA SALA DE PARTO E REANIMAÇÃO NEONATAL

  • Introdução

    Introdução

    Em 90% dos casos os bebês nascem bem e exigem apenas intervenção mínima para assumir o controle da respiração e fazer a transição entre a circulação fetal e a neonatal após a clampagem do cordão. Em menos da metade dos casos os bebês precisam receber oxigênio sem pressão positiva, geralmente por poucos minutos.

  • Em 10% dos casos existe alguma dificuldade na transição da circulação fetal para a neonatal ou ocorrem complicações como depressão respiratória. Nesses casos é necessária a intervenção rápida e hábil a fim de reverter as situações que podem comprometer a saúde do neonato.

  • O ideal é que haja um pediatra ou um profissional treinado em todos os partos, visto que não é possível prever quais bebês nascerão deprimidos. Caso isso não seja possível, um pediatra e um auxiliar DEVEM ser chamados com antecedência sempre que existirem fatores de risco para asfixia perinatal.

  • Fatores de Risco que Ajudam a Prever a Necessidade de Reanimação

    Fatores de Risco que Ajudam a Prever a Necessidade de Reanimação

    Prematuridade
    Cesárea não eletiva
    Partos gemelares
    Líquido meconial
    Placenta prévia
    Prolapso do cordão
    Descolamento da placenta
    Crescimento intrauterino retardado
    Sofrimento fetal
    Malformações fetal

  • Fatores de Risco que Ajudam a Prever a Necessidade de Reanimação

    Fatores de Risco que Ajudam a Prever a Necessidade de Reanimação

    Parto prolongado
    Doenças maternas
    Anormalidades na monitorização fetal
    Administração de narcóticos
    Mãe com choque
    Sensibilização RH
    Mãe sem pré-natal
    Ruptura das membranas
    Hemorragia anteparto
    Pré-eclâmpsia

  • Preparando a Sala de Parto para receber o RN

    Preparando a Sala de Parto para receber o RN

    A equipe deve cuidar para que todo o material, equipamento e medicações estejam preparados para a assistência ao RN. A lista deve ser sempre checada a fim de garantir que nada faltará ao RN. A montagem dos ambús deve ser cuidadosa para evitar que não funcionem. O berço aquecido deve ser preparado com panos e compressas estéreis. A fonte de Oxigênio e o aspirador devem ser testados. Quando há sinais de que o RN nascerá deprimido, as drogas devem ser previamente preparadas e diluídas.

  • Para Aspiração

    Para Aspiração

    Pera de borracha

    Aspirador a vácuo com mangueira

    Aspirador de Mecônio

    Sonda de Aspiração

  • OBS.: Aspiração de mecônio

    OBS.: Aspiração de mecônio

    Se o RN estiver deprimido, a intubação deve ser imediata para aspirar a traqueia. Deve ser feita uma aspiração interminente (o aspirador de mecônio contém uma abertura lateral que permite a aspiração interminente com auxílio do polegar para controlar a pressão negativa). Usar uma pressão negativa alta enquanto o tubo é puxado lentamente. Reintubar e repetir a operação. Essas manobras precisam ser rápidas a fim de evitar bradicardia e de forma segura para evitar trauma.

  • Para Oxigenar e Ventilar

    Para Oxigenar e Ventilar

    Ambú neonatal
    com máscara e bolsa

    Cânula de Guedel

    Fonte de Oxigênio

  • Para Intubar

    Para Intubar

    Laringoscópio com
    Lâminas retas 0 e 1

    Tubos tamanho 2,5 a 4


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ASSISTÊNCIA AO RECÉM NASCIDO NA SALA DE PARTO E REANIMAÇÃO NEONATAL
  • Introdução
  • Fatores de Risco que Ajudam a Prever a Necessidade de Reanimação
  • Preparando a Sala de Parto para receber o RN
  • Para Aspiração
  • OBS.: Aspiração de mecônio
  • Para Oxigenar e Ventilar
  • Para Intubar
  • Para Clampear o Cordão
  • Para Cateterismo Umbilical
  • Equipamentos Básicos
  • Escala APGAR
  • Boletim de APGAR
  • Classificação do RN pelo peso/idade gestacional: PIG – AIG - GIG
  • Estratégias de Condutas Progressivas
  • Aquecer, posicionar, secar, avaliar
  • Aspirar, estimular
  • Oxigenar sem pressão positiva (oxigênio inalatório)
  • Pressão positiva: bolsa, válvula, máscara, oxigênio
  • Compressões torácicas
  • Intubação endotraqueal
  • Adrenalina a 1 : 10 000
  • Volume e Bicabornato
  • RN estabilizado
  • RN instável
  • RN Prematuro
  • Temperatura da Incubadora por Idade e Faixa de Peso
  • Check List das Primeiras Horas do Prematuro
  • Exame Físico do RN
  • O que avaliar no Exame Físico
  • Aleitamento Materno na Sala de Parto
  • Enrolando o bebê na manta
  • Bibliografia