Curso Online de CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM UTI
5 estrelas 10 alunos avaliaram

Curso Online de CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM UTI

CURSO COM CARGA HORÁRIA AMPLA, VOLTADO PARA O PROFISSIONAL QUE DESEJA SE RECICLAR E APREENDER SOBRE OS PRINCIPAIS MANEJOS E PROCEDIMENTOS...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 16 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 150 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO COM CARGA HORÁRIA AMPLA, VOLTADO PARA O PROFISSIONAL QUE DESEJA SE RECICLAR E APREENDER SOBRE OS PRINCIPAIS MANEJOS E PROCEDIMENTOS EM UTI. FAÇAM O CURSO VOCÊS NÃO IRÃO SE ARREPENDER.

ENFERMEIRO. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DO TRABALHO. ATUALMENTE É O DIRETOR DA POLICLINICA DR ACILON GONÇALVES EM AURORA-CEARÁ.


- Naiara De Sousa Ribeiro

- Glace Kelly Leite Da Silva

- Luana Aparecida Dos Santos Martins

- Ricardo Villarinho Oliveira

- Marcelo Da Silva Barbosa

"otimo"

- Luciana Lessa Fontes Dias

- Maicon Alves

- Rafaela Albino Do Nascimento

- Gabriella Gomes Larré Scolmeister

- Adriano Lourenço De Sousa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • PROFESSOR:MIKAEL DE FIGUEIREDO GONÇALVES

    CAPACITAÇÃO EM TERAPIA INTENSIVA
    UTI

  • VALORIZAR OS DIFERENTES SUJEITOS IMPLICADOS NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DA SAÚDE;
    AUMENTAR A CO-RESPONSABILIDADE NA PRODUÇÃO DE SAÚDE E SUJEITOS;
    ESTABELECER VINCULOS SOLIDÁRIOS E PARTICIPAÇÃO EFETIVA NO PROCESSO DE GESTÃO;
    MAPEAR E INTERAR DEMANDAS SOCIAIS, COLETIVAS E SUBJETIVAS DE SAÚDE;

    UNIVERSALIDADE, INTEGRALIDADE E EQUIDADE;
    PROPOSTA DE UM TRABALHO COLETIVO EM QUE O SUS SEJA MAIS ACOLHEDOR,AGIL E RESOLUTIVO;
    QUALIFICAR AMBIÊNCIA MELHORANDO CONDIÇÕES DE TRABALHO E ATENDIMENTO;
    LUTAR POR UM SUS MAIS HUMANO;
    COMPROMISSO COM ARTICULAÇÃO DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO COM SERVIÇOS E PRATICAS DE SAÚDE. ETC...

  • Gerenciamento de riscos é o profissional que através de indicadores prevê eventos adversos, que possam ocorrer numa unidade intensiva e que se detectados previamente auxiliam na terapêutica do paciente crítico

  • Recursos físicos: acesso restrito e exclusivo da área, acesso facilitado a serviço de apoio, boa ventilação, iluminação e acústica;

    recursos humanos: profissionais capacitados, treinados e atualizados para atuar no setor;

    Materiais: adequação de imobiliários, equipamentos para monitoração hemodinâmica, etc..

  • Deve se rápido mais eficaz e sempre preservando a privacidade do paciente;

    Pode ser feito de uma unidade para outra (intra), ou de hospital para outro (extra), esse último deve ser acompanhado de no mínimo 2 profissionais, técnico ou enfermeiro e sempre um médico.

  • INTRA- HOSPITALAR

    EXTRA- HOSPITALAR

  • INVASIVA
    E
    NÃO INVASIVA

  • Inicia no ventrículo direito através tronco pulmonar onde levará sangue rico em CO2 para ser oxigenado nos pulmões. Ao sair do coração o tronco pulmonar se bifurca dando origem à duas artérias “as pulmonares”
    (direita e esquerda), que levaram sangue para seus respectivos pulmões;

    Chegando nos pulmões essa artéria se ramifica e forma diminutos vasos “os capilares” que ao nível dos alvéolos penetram profundamente onde ocorre a hematose, “trocas gasosas” entra CO2 e sai O2;

    Ao sair esses capilares se juntam formando veias e essas por sua vez se juntam e formam 4 grande veias, “ as veias pulmonares” 2 para cada pulmão que agora com sangue rico em O2 desemboca no ventrículo esquerdo.

  • Inicia-se no ventrículo esquerdo através da artéria Aorta a maior do corpo humano com sangue rico em O2 para oxigenar todos os tecidos do nosso corpo.

    Ao chegar nos tecidos essa artéria se ramifica formando os capilares que penetram profundamente as células para ocorrer a hematose ou seja as trocas gasosas, entra O2 e sai CO2;

    Ao sair esses capilares se juntam e forma pequenas veias e essas por sua vez se juntam e formam 2 grandes veias “as cavas” superior que trás sangue rico em CO2 da parte superior do corpo e a cava inferior que retorna da parte inferior do corpo com sangue também rico em CO2 e desemboca no átrio direito.

  • A artéria Aorta ao sair do coração dá origem aos seus primeiros ramos “as coronárias” direita e esquerda que levará sangue rico em O2 para o próprio coração;

    Ao chegar no músculo cardíaco essas artérias se ramificam formando os capilares que penetram profundamente no tecido cardíaco para que ocorra a hematose entra O2 e sai CO2;

    Ao sair esses capilares se juntam formando pequenas veias que por sua vez se juntam formado o seio coronário que agora com sangue rico em CO2 desemboca no ventrículo direito.

  • Resumidamente é a contração(sístole) ou relaxamento( diástole) do músculo cardíaco;

    O coração possuí 4 câmaras 2 átrios e 2 ventrículos, sendo que o lado direito circunda sangue rico em CO2 e o lado esquerdo sangue rico em O2;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CPAP: (continuous positive airway pressure), pressão positiva contínua em vias aéreas. Mais util pac. IRA. - BIPAP: (bilivel positive airway pressure), ventilação não invasiva com dois níveis de pressão: IPAP - Pressão inspiratória positiva constante. EPAP - Pressão expiratória positiva constante.
  • FiO2: fração inspirada de O2 ou % de oxigênio no ar injetado.
  • Mode: modalidades de ventilação.
  • indicações: primeira escolha na fase inicial e de manutenção da VM na insuficiência resp. aguda de qualquer etiologia. ? vantagens: - permite ao paciente determinar sua própria FR. - garante FR mínima prefixada. desvantagens: - tendência a hiperventilação a pacientes submetidos a um estímulo. - casos severos podendo levar a alcalose resp.
  • Um ciclo controlado só ocorre após uma “janela” de apnéia, ou após uma “janela” onde só ocorreu um ciclo controlado.