Curso Online de Curso Dengue

Curso Online de Curso Dengue

Continuação do Curso sobre doenças tropicais, falando agora sobre a dengue, todos os aspectos que envolvem a doença desde do vírus e sua ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Continuação do Curso sobre doenças tropicais, falando agora sobre a dengue, todos os aspectos que envolvem a doença desde do vírus e sua estrutura e aspectos clínicos da doença e epidemiológicos.

Doutora em Genética e Patologia Molecular; Formação: Ciências Biológicas Professora da Universidade de Brasília (UnB, UniceuB e Fundação educacional de Brasília) Cursos de Biologia em Universidades e Escolas.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • aula 3

  • dengue

  • 1. introdução

    denominação dengue derivada da frase “swahili ki dengu pepo“ que seriam doenças causadas por maus espíritos e, inicialmente, usada para descrever a doença;

    a grande epidemia aconteceu nas índias ocidentais espanholas entre 1927-1928, atingindo também os ingleses, sendo trazida para o novo mundo pela colonização, no final do século xviii;

    atualmente, a dengue é a arbovirose mais comum que atinge o homem, sendo responsável por cerca de 100 milhões de casos/ano em população de risco;

  • a dengue é endêmica no sudeste asiático e tem originado epidemias em várias partes da região tropical;

    uma pandemia aconteceu na década de 50 no sudeste asiático e, nos últimos 15 anos, vem se intensificando e se propagando pelos países tropicais do sul do pacífico, áfrica oriental, ilhas do caribe e américa latina;

    mosquito da dengue

  • 2. o vírus da dengue

    classificação:

    arbobovírus: 4 sorotipos – den1, den2, den3 e den4;

    reino: vírus

    família: flaviviridae

    gênero: flavivirius

    espécie: vírus dengue

    vírus da dengue

  • genética do vírus da dengue

    material genético composto por rna de filamento único, empacotado pelo capsídeo protéico viral em uma bicamada lipídica hospedeira, circundado por 180 cópias de dois tipos de glicoproteínas;

    o virion completo tem aproximadamente 5 nm de diâmetro e 10 kb de rna que possui uma região codificante que da origem a uma poliproteína;

    variações genéticas intra-sorotipos;

  • o final 5´ do rna possui uma estrutura cap tipo i, já o final 3´ possui uma cauda poli(a);

    o final 5´codifica três proteínas estruturais: capsídeo, proteína precursora de membrana e o constituinte do envelope viral;

    a proteína precursora da membrana é clivada por uma forina protease da célula hospedeira para formar a membrana dos virions maduros;

  • estrutura

    a superfície do vírus da dengue é composta por 180 cópias de um envelope de glicoproteínas e pela membrana proteica;

    possui uma proteína denominada proteína e que contém um peptídio de fusão classe ii – importante para invasão da célula hospedeira;

    existem muitas diferenças entre a estrutura da membrana do vírus imaturo e do vírus maduro que infecta a célula hospedeira.

  • ciclo de vida do vírus da dengue

    os vírions aderem à superfície da células hospedeira e por endocitose mediada por receptor;

    ocorre uma acidificação da vesícula endossomal que dispara uma trimerização irreverssível da proteína e no vírion que resulta na fusão do vírus com a membrana celular;

    depois de ocorrida a fusão o nucleocapísideo é liberado no interior do citoplasma da célula hospedeira, levando à dissociação da proteína c e do rna;

    quando o genoma é liberado no citoplasma da célula, o rna viral é traduzido em uma única poliproteína que é processada pelas proteases virais e do hospedeiro;

  • a replicação do genoma ocorre nas membranas intracelulares;

    a montagem das partículas do vírus imaturo ocorre na superfície do retículo endoplasmático (er);

    apesar do vírus imaturo ter todas as proteínas de para sua estrutura, ele não pode infectar as células, pois a proteína m, ainda não está totalmente processada;

    depois do processamento da proteína m, o virion imaturo é sofre clivagem por proteases do hospedeiro, dando origem ao vírus capaz de infectar outras células;

    o vírus maduro é, então, liberado da célula hospedeira por exocitose;

    o vírus da dengue entra por endocitose mediada por receptor;

  • infecção da célula hospedeira

    existem vários tipos de receptores nas células humanas capazes de reconhecer o vírus da dengue;

    depois da entrada do material genético, a maquinaria da célula hospedeira pára de trabalhar nas funções celulares normais para fazer novas partículas virais;

    as células normalmente morrem por apoptose depois da infecção pelo vírus, dando origem à sintomatologia da doença.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.