Curso Online de DST

Curso Online de DST

Para ampliação dos conhecimentos.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 45,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Para ampliação dos conhecimentos.

graduação em enfermagem especialização em saúde da família



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • dst
    doenças sexualmente transmissíveis

  • INTRODUÇÃO

    introdução

    as doenças sexualmente transmissíveis (dsts), antigamente chamadas de doenças venéreas (relativo a vênus - deusa da formosura) são tão antigas quanto a humanidade e adquiridas durante o contato sexual, em qualquer variação, independente em ser hétero ou homossexual. algumas podem também ser transmitidas por vias não sexuais, sendo raro isto acontecer.

  • ALGUMAS DSTs

    algumas dsts

    cancro mole candiloma
    herpes gonorréia
    sífilis hepatite
    candidíase aids

  • CANCRO MOLE

    cancro mole

    é uma afecção de transmissão exclusivamente sexual, provocada pelo haemophilus ducreyi, mais freqüente nas regiões tropicais. caracteriza-se por lesões múltiplas (podendo ser única) e habitualmente dolorosas.

    transmissão: sexo vaginal, anal ou oral
    sintomas: de 02 a 05 dias após o contágio acompanhado de dor de cabeça, febre e prostração.pequenas e dolorosas feridas, úlceras, nos genitais externos. 
    as úlceras podem ser únicas ou múltiplas

  • Tratamento: O cancro mole é tratado com medicamentos à base de antibióticos, sabonetes e loções.

    tratamento: o cancro mole é tratado com medicamentos à base de antibióticos, sabonetes e loções.

    vista superior de úlcera no pênis

    úlcerações na vulva.

    as lesões apresentam fundo de aspecto "sujo", a parte central purulenta, amarelada, e as bordas nítidas e irregulares.

  • CANDIDÍASE

    candidíase

    a micose candidíase é uma doença,causada pelo fungo candida albicans. esse fungo está sempre presente no organismo em pequenas quantidades, queda de imunidade, higiene pessoal ou distúrbios no organismos, levam ao aparecimento da doença, três a quatro dias após o contágio ou no período pré-menstrual.
    transmissão: contato sexual, água contaminada e objetos contaminados.
    sintomas: corrimento branco, irritação e coceira

  • Tratamento: Medicamentos anti-fungos são tomados oralmente, aplicados diretamente na área afetada ou usados na vagina.

    tratamento: medicamentos anti-fungos são tomados oralmente, aplicados diretamente na área afetada ou usados na vagina.

    eritema e placas grumosas brancas na glande e no prepúcio, em parceiro de uma paciente com candidíase vulvovaginal. fatores ligados à higiene pessoal influenciam casos como este, principalmente em homens de prepúcio redundante.

    secreção branca e grumosa aderentes às paredes da vagina com candidíase.

  • CONDILOMA

    condiloma

    o condiloma é uma lesão causado pelo hpv (papiloma vírus humano), é um vírus precursor do câncer de colo de útero dentre outros problemas.

    transmissão: a doença é transmitida sexualmente . outra maneira de contágios, são objetos contaminados chamados de fômites, porém pouco provável.
    sintomas: pele dolorosa, pequenas verrugas rugosas nas zonas genitais, anais ou garganta.
    mulheres: na vulva, períneo, vagina e colo do útero, havendo quase sempre, concomitância de corrimento vaginal.
    homens: na glande, prepúcio e a bolsa testicular.

  • Tratamento: Os tratamentos disponíveis são locais (cirúrgicos, quimioterápicos, cauterizações etc.).

    tratamento: os tratamentos disponíveis são locais (cirúrgicos, quimioterápicos, cauterizações etc.).

  • GONORRÉIA

    gonorréia

    é causada pela neisseria gonorrhoeae, uma bactéria que cresce e multiplica-se facilmente em áreas quentes e úmidas do trato reprodutivo como útero e tubos de falópio na mulher, e uretra em homens e mulheres. a bactéria também pode crescer na boca, garganta, olhos e ânus.
    transmissão: sexo vaginal, anal ou oral.     
    sintomas: diferem na mulher e no homem. na mulher causa doença inflamatória pélvica. no homem, pode causar epididimite, uma condição dolorosa dos testículos que pode ocasionar infertilidade .

  • Tratamento: Antibióticos podem curar com sucesso a gonorréia; porém, alguns tipos da bactéria podem ser mais resistentes.

    tratamento: antibióticos podem curar com sucesso a gonorréia; porém, alguns tipos da bactéria podem ser mais resistentes.


    gonorréia complicada: edema no testículo, bolsa escrotal com volume aumentado

    secreção purulenta na vulva


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 45,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • INTRODUÇÃO
  • ALGUMAS DSTs
  • CANCRO MOLE
  • Tratamento: O cancro mole é tratado com medicamentos à base de antibióticos, sabonetes e loções.
  • CANDIDÍASE
  • Tratamento: Medicamentos anti-fungos são tomados oralmente, aplicados diretamente na área afetada ou usados na vagina.
  • CONDILOMA
  • Tratamento: Os tratamentos disponíveis são locais (cirúrgicos, quimioterápicos, cauterizações etc.).
  • GONORRÉIA
  • Tratamento: Antibióticos podem curar com sucesso a gonorréia; porém, alguns tipos da bactéria podem ser mais resistentes.
  • SÍFILIS
  • PRIMÁRIA
  • SECUNDÁRIA
  • TERCIÁRIA
  • Tratamento:O medicamento preferencial para tratamento da sífilis é penicilina.
  • HERPES
  • Tratamento:Não há tratamento que cure herpes, porém medicamentos podem diminuir e prevenir as erupções.
  • HEPATITE
  • Sintomas mais comuns:
  • Tratamento: O tratamento da hepatite viral depende da evolução clínica da doença, ou seja, deve-se saber o tipo de vírus; depende se ela é crônica ou aguda.
  • AIDS
  • Tratamento:
  • PREVENÇÃO
  • A IMPORTÂNCIA DA CAMISINHA
  • CONCLUSÕES FINAIS