Curso Online de Fisiologia do puerpério e Alojamento Conjunto - ALCON

Curso Online de Fisiologia do puerpério e Alojamento Conjunto - ALCON

? Puerpério imediato ? Puerpério tardio Puerpério remoto Fisiologia do puerpério e Alojamento conjunto ? Involução Uterina ? L...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 9 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

? Puerpério imediato
? Puerpério tardio
Puerpério remoto
Fisiologia do puerpério e Alojamento conjunto
? Involução Uterina
? Lóquios
? Colo
? Vagina
? Vulva e Períneo
? Assoalho Pélvico
Modificações Gerais
? Aparelho Cardiocirculatório
? Aparelho Digestivo
? Alterações Sangüíneas
? Alterações da Pele e Fâneros
? Alterações Psíquicas
? Metabolismo
O QUE É ALOJAMENTO CONJUNTO?
OBJETIVOS DO ALOJAMENTO CONJUNTO
LOCALIZAÇÃO
RECURSOS HUMANOS
POPULAÇÃO A SER ATENDIDA
MÃE
RECÉM-NASCIDO
EXCLUSÃO DO RN
ALIMENTAÇÃO DO RN
FLUXOGRAMA
ATENDIMENTO DA MÃE E DO RN NO ALOJAMENTO CONJUNTO
AÇÕES DE ENFERMAGEM NO ATENDIMENTO INDIVIDUAL
AÇÕES DE ENFERMAGEM NO ATENDIMENTO EM GRUPO

especialista em Estratégia saúde da família residente em atenção clínico cirúrgica especialista em urgência e emergência enfermeira do programa saúde da família enfermeira de hospital de urgencia e emergência experiência com projets depesquisa e extensão docente de curso presencial e à distância



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Fisiologia do Puerpério e Ações Educativas no ALCON

    Fisiologia do Puerpério e Ações Educativas no ALCON

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    PUERPÉRIO
    Período variável, de evolução diferente de mulher para mulher, onde concomitante ao efetivo exercício da maternidade a mulher experimenta profundas modificações genitais, gerais e psíquicas, com gradativo retorno ao período não gravídico.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    O puerpério inicia-se após a dequitação da placenta ou pela cessação de sua função endócrina nos casos de morte ovular, e divide-se em três etapas (Vokaer, 1955):

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    Puerpério imediato (1º ao 10º dia)
    Puerpério tardio (10º ao 45º dia)
    Puerpério remoto (após o 45º dia)

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    Com a dequitação da placenta a mulher perde, subitamente, a sua fonte produtora de estrógenos, uma vez que os ovários tinham sua função bloqueada durante a gravidez, depois de cumprida a função do corpo lúteo.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    A queda dos hormônios esteróides que inibiam o efeito da prolactina, aliada a uma liberação aumentada da prolactina como efeito da sucção, determina o início da lactação.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    Ainda por conta do hipoestrogenismo a puérpera irá experimentar um período de atrofia genital, denominado de "crise genital" até que os ovários retornem a sua função endócrina plena, período este variável e dependente da função da lactação.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia
    Involução Uterina
    A manutenção da contractilidade, uterina após a dequitação da placenta promoverá a involução do útero, bem como a hemóstase do sítio de inserção placentária (globo de segurança de Pinard), que será sucedido pela trombose local dos vasos (fase de trombotamponagem).

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    Nas primeiras 24 horas o útero alcança a cicatriz umbilical, mantendo um dextrodesvio, e apresentando-se de consistência firme.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    A involução far-se-á em ritmo irregular, a uma razão aproximada de 1 cm por dia, de modo que no l0º dia do puerpério já não será mais palpado acima da sínfise púbica, e seu peso que era de 1.000g estará reduzido a menos da metade, sendo que o processo de involução continuará por cerca de cinco a seis semanas.

  • Fisiologia do Puerpério

    Fisiologia do Puerpério

    A cavidade uterina por sua vez sofre um processo de necrose e eliminação da decídua parietal, passando a regenerar-se pela proliferação do epitélio glandular, por ação estrogênica, após o 25º dia.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Fisiologia do Puerpério e Ações Educativas no ALCON
  • Fisiologia do Puerpério
  • Ações Educativas no Alojamento Conjunto
  • Conheça outros cursos da autora: educadora em saúde página: : http://www.buzzero.com/autores/bruna?a=bruna
  • OBRIGADA !!!!