Curso Online de Gestante

Curso Online de Gestante

O que é Gravidez? Calculadora da Ovulação Tabela dos Dias Férteis O Diagnóstico de Gravidez Como preparar seu corpo para a gravidez Prin...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 30 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O que é Gravidez?
Calculadora da Ovulação
Tabela dos Dias Férteis
O Diagnóstico de Gravidez
Como preparar seu corpo para a gravidez
Principais Sintomas da Gravidez
Desenvolvimento Do Bebê Durante a Gravidez Normal
Alimentação na Gravidez
Gravidez - Higiene e Vestuário
Beleza
Cuidados com a Gestante
O que você poderá sentir durante a gravidez
Emoções
Benefícios da Água na Gravidez
Anemia durante gestação
Sexo na Gestação
Gravidez e Animais de Estimação
Pré-Natal
Informações Previdenciárias
Fase Final da Gestação
Pré Parto



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Curso
    de
    Gestante

  • Capítulos do Curso de Gestante

    O que é Gravidez?
    Calculadora da Ovulação
    Tabela dos Dias Férteis
    O Diagnóstico de Gravidez
    Como preparar seu corpo para a gravidez
    Principais Sintomas da Gravidez
    Desenvolvimento Do Bebê Durante a Gravidez Normal
    Alimentação na Gravidez
    Gravidez - Higiene e Vestuário
    Beleza
    Cuidados com a Gestante
    O que você poderá sentir durante a gravidez
    Emoções
    Benefícios da Água na Gravidez
    Anemia durante gestação
    Sexo na Gestação
    Gravidez e Animais de Estimação
    Pré-Natal
    Informações Previdenciárias
    Fase Final da Gestação
    Pré Parto

    2

  • O que é gravidez?

    A gravidez se refere ao estado resultante da fecundação de um óvulo pelo espermatozóide, envolvendo o subseqüente desenvolvimento do feto gerado no útero, que dura cerca de 9 meses, até seu nascimento.

    O preparo para a gravidez inicia logo na primeira interrupção do ciclo menstrual e antes mesmo da fecundação do óvulo, o organismo já trabalha para deixar tudo pronto á espera do bebê. A concepção ocorre a partir do encontro do gameta feminino (óvulo) com o masculino (espermatozóide), que acontece nas tubas uterinas (trompas), formando o embrião.

    Após três a cinco dias de formação do embrião, ele se desloca das trompas para dentro do útero, onde se aloja e começa a se desenvolver. Vinte horas após a fertilização, ocorre a primeira divisão das células e , a cada 12 horas, acontece uma nova divisão, multiplicando a quantidade das células existentes. Passados dez dias do início da concepção, essas células já unidas, atravessam a tuba uterina e migram para o útero, onde se instalam e partes desta célula vai formar o pequeno embrião, enquanto a outra parte vai formar a placenta. Realmente é um processo muito perfeito!

    3

  • Calculadora da Ovulação Tabela dos Dias Férteis

    A calculadora da ovulação é utilizada para se chegar a uma tabela dos dias férteis nos quais há risco da mulher engravidar. Esse método anticoncepcional é popularmente conhecido como da "tabelinha", o qual tem uma taxa de falha estimada de 25% ao ano, e de 9% ao ano quando usado perfeitamente.

    Descubra os dias mais prováveis para a sua ovulação, e aumente suas chances de engravidar!

    Basta informar o primeiro dia da sua última menstruação e a duração normal do seu ciclo (que pode ficar entre 20 e 45 dias). A calculadora vai lhe dizer os dias em que você estará mais fértil ao longo dos próximos seis meses, e também a data estimada do nascimento do bebê caso você engravide naqueles períodos.

    Acesse o link para fazer o cálculo e saber seu período fértil: http://boasaude.uol.com.br/tools/ovcal.cfm

    4

  • A tabelinha ajuda a calcular o período fértil da mulher, indica os dias que você corre risco de engravidar, caso venha a ter relação sem preservativos.
    Para você se sentir mais segura calcula os dias assim:
    -Não transe 5 dias após o término da menstruação.
    Mas atenção mulheres a tabelinha não é tão garantida quanto o anticoncepcional ou camisinha, que serve para evitar resultados indesejavéis e doenças sexualmente transmissíveis. A tabelinha é usada mais para as mulheres terem uma idéia de qual período elas estão, pois muitas acham que a tabela é como se fosse um anticoncepcional totalmente eficaz, mas é ai que muitas se enganam. Veja porque:

    Oferece riscos de falha pela ação de fatores que podem alterar o ciclo menstrual.
    Não é indicada para quem não tem um ciclo regular, como as adolescentes.
    Não é indicada para mulheres que estão amamentando.
    Não é indicada para mulheres que acabaram de tirar o dispositivo intra uterino (DIU).

    5

  • Tabela dos Dias Férteis

    Existem vários modelos de tabelas, mas a finalidade de qualquer uma delas é facilitar a vida da mulher, que poderá acompanhar através dela qual o dia de sua ovulação.
    A tabela pode ser feita até mesmo em um calendário simples, marcando com cores diferentes as fases do ciclo: os dias da menstruação, os dias férteis, o dia da ovulação e os dias inférteis. Portanto, se planeja engravidar, consulte um médico, calcule seu ciclo, siga a tabela e boa sorte!

    6

  • O Diagnóstico de Gravidez

    Sinais e Sintomas     Entre 4 a 8 semanas de gestação: • Amenorréia • Náuseas e vômitos • Alteração do apetite • Sialorréia • Polaciúria • Aumento do volume mamário • Hiperpigmentação da aréola e mamilos • Surgimento de tubérculos na aréola (Tubérculos de Montgomery) • Hipersensibilidade mamária • Fadiga
        Por volta de 16 semanas: • Presença de colostro • Aumento da circulação venosa das mamas (rede de Haller)
        Sinais e sintomas prováveis: • Aumento do volume do útero (por volta de 6 semanas); o útero poderá ser palpado acima da sínfise púbica com 12 semanas de gestação. • Alterações na forma, tamanho e consistência do útero (por volta de 8 semanas) • Aumento do volume abdominal (por volta de 16 semanas)
        Sinais e sintomas positivos: • Percepção e palpação dos movimentos fetais • Palpação das partes fetais. Por volta de 22 semanas • Auscultação dos batimentos cardiofetais.

    7

  • Como preparar seu corpo para a gravidez

    É sempre a situação ideal estar com o corpo em perfeitas condições antes mesmo de engravidar. Se puder, pense em fazer esse planejamento com bastante antecedência, de um ano até, para que as mudanças na sua alimentação e no seu estilo de vida possam já ter tido efeito.

    Caso você já tenha algum problema de saúde, como epilepsia, asma ou diabete, é provável que tenha de modificar o tratamento antes de engravidar. De qualquer maneira, marque uma consulta com o médico que a acompanha pelo menos três meses antes de começar a tentar.

    Antigamente, os casais faziam um check-up antes de casar, o chamado exame pré-nupcial, pois ficava implícito que eles iriam querer ter filhos logo depois do casamento. Os tempos mudaram e o procedimento saiu de moda, por isso vale o conselho para você marcar uma consulta com o ginecologista três meses antes de começar a tentar, mesmo que não tenha problemas de saúde prévios.

    Assim, você terá tempo de fazer exames e tomar eventuais vacinas para garantir o melhor ambiente para o bebê que virá.

    8

  • Histórico médico

    "Quero começar a tentar engravidar." Você provavelmente vai sentir um friozinho na barriga quando disser essa frase para o seu ginecologista. Na consulta, o médico vai então avaliar se você tem algum problema de saúde, como diabete, lúpus, hipertensão ou depressão, e poderá fazer perguntas sobre sua alimentação e seu estilo de vida.

    Também vale a pena mencionar eventuais problemas genéticos na sua família ou na do parceiro, como síndrome de Down ou fibrose cística.

    O médico vai querer saber que tipo de método anticoncepcional você está usando e se você já teve algum problema menstrual, ovulatório, se já sofreu um aborto espontâneo, uma gravidez ectópica. Também vai perguntar se você já tem filhos, qual foi o tipo de parto e se você passou por alguma complicação.

    9

  • Exames ginecológicos

    Verifique qual foi o último exame de papanicolau que fez e mencione para o ginecologista. Durante a gravidez não se costuma fazer o exame de papanicolau -- ele só volta a ser realizado seis meses depois do nascimento do bebê. Por isso vale a pena fazer antes de engravidar.

    O médico pode pedir testes mais específicos depois do exame ginecológico, como o para detectar a presença da bactéria clamídia, que muitas vezes não apresenta sintomas, mas pode ser prejudicial à gravidez ou à sua fertilidade.

    Exame de urina

    Talvez o médico peça um exame de urina para detectar alguma possível infecção urinária. As infecções no trato urinário podem estar associadas a probemas como aborto espontâneo, baixo peso dos bebês ao nascer ou parto prematuro, por isso é sempre bom garantir que você não esteja com uma antes de engravidar.

    10

  • Exames de sangue

    O ginecologista deve pedir um hemograma completo para verificar se você está com anemia ou algum outro indicador alterado.

    Dependendo da região do país, o médico pode pedir exames de sangue para detectar se você carrega genes para doenças como anemia falciforme (mais comum em negros), talassemia (mais comum em pessoas de ascendência mediterrânea, como descendentes de italianos) e doença de Tay-Sachs (mais comum em judeus), que podem ser transmitidos para o bebê. Um exame simples chamado eletroforese da hemoglobina identifica portadores de anemia falciforme e a talassemia (não é necessário um exame genético).

    Nos exames de sangue o médico também pode verificar se você tem imunidade para doenças como hepatite B, rubéola, toxoplasmose e citomegalovirose. Entre os testes também haverá exames diagnósticos para sífilis e HIV/Aids. A detecção dessas doenças antes da gravidez é essencial para o médico poder acompanhar a gestação e o bebê direitinho.

    11


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.