Curso Online de Imunologia
3 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de Imunologia

Sistema Imune: Feito para proteger vertebrados de microorganismos patógenos invasores, sendo apto para gerar uma variedade enorme de célu...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Sistema Imune: Feito para proteger vertebrados de microorganismos patógenos invasores, sendo apto para gerar uma variedade enorme de células e moléculas capazes de reconhecer e eliminar especificamente uma variedade de corpos estranhos.

Pós Graduanda em Biortomolecular e Envelhecimento Saudável - ISEEC/RS Especializ. Biomédicina Estética - Incursos/GO Biomédica - FPM/Patos de Minas


- EstÉfani Carol Caetano Neis

"_Bom, Basico!"

- Luiz Gustavo Carneiro Martins

- Tânia Cristina Higino Estécio

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • sistema imune: feito para proteger vertebrados de microorganismos patógenos invasores, sendo apto para gerar uma variedade enorme de células e moléculas capazes de reconhecer e eliminar especificamente uma variedade de corpos estranhos

    duas fases :

    reconhecimento

    resposta

    efetora

    memória

    generalidades do sistema imune

  • observação: individuos que se recuperam de determinadas doenças infecciosas, ficam depois disso, protegidos da doença.

    latim: immunis = previlegiado

    túcides: descreveu em 430 ac. – somente aqueles que se recuperavam da praga, poderiam se proteger da doença, porque elesn ão poderiam contrair a doença pela segunda vez.

    generalidades do sistema imune

  • século xv: primeiro registro da tentativa de induzir a imunidade

    lady mary w. montagu 1718: observou efeitos positivos na variolação e aplicou em seus próprios filhos.

    edward janner 1798: ondenhadoras que contraiam a varíola bovina ficavam imunes a varíola humana.

    inoculando o material das pústulas dos bovinos em humanos, os mesmos ficariam imunes à doença!!!

  • estes experimentos, sem implicações éticas, levaram ao avanço da imunologia.

    louis pasteur: imunização contra a cólera.

    vacina: do latim vaca
    1881 pasteur iniciou o mesmo trabalho com ovelhas com bacillus anthracis inativadas pelo calor.
    1885: pasteur usa a vacina pela primeira vez em humanos ‘’ joseph meister’’

    pasteur provou que a vacinação era eficaz, mas morreu em 1895 sem entende-la

  • primeiras descobertas da imunidade humoral

    kitasato 1890: começaram a entender as primeiras evidências sobre o mecanismo da imunidade, ganhando o prêmio nobel em medicina 1901

    ‘’ o soro de animais preveamente imunizados com difteria poderia transmitir o estado imune para animais não imunizados’’

    mais tarde foi demonstrado que apenas uma fração sérica do soro, denominada na época de gama globulina, e hoje como imunoglobulina, transfere o estado imune.

    como esta imunidade era mediada pelo soro, foi denominada humoral.

  • primeiras descobertas da imunidade mediada por células

    metchnikokk 1883: demonstrou que as células também contribui para um estado imune de um animal. observou que determinadas células brancas, as quais ele chamou de fagócitos, eram capazes de ingerir microorganismos estranhos.

    só em 1950 foi identificado uma célula efetora do sistema imune celular e humoral, o linfócito.

  • primeiras descobertas da imunidade humoral

    em uma pesquisa na mississippi university, foi elucidado a existência de dois tipos de linfócitos que eram responsáveis pela imunidade humoral.

    linfócito t: derivados do timo
    linfócito b: derivado da bursa de fabrícius

    foi definido então, que os dois sistemas, humoral e celular eram necessarios para uma resposta imunológica.

  • primeiras teorias da imunidade

    enigma da época: ‘’ como ocorre a especificidade dos anticorpos para os corpos estranhos???’’

    foram criadas na época algumas teorias para explicar essa interação antígeno-anticorpo, são elas: teoria seletiva, teoria instrutiva, teoria da seleção clonal.

  • primeiras teorias da imunidade

    teoria seletiva: ‘’ a especificidade da cadeia lateral era determinada antes da sua exposição ao antígeno, e o antigeno selecionava o receptor com a cadeia lateral apropriado’’

    teoria instrutiva: ‘’ um determinado antígeno atuaria como um molde ao redor do qual o anticorpo deveria se moldar, ou seja, o antígeno tem o papel central na determinação da especificidade da molécula do anticorpo’’

    teoria da seleção clonal: ‘’um linfócito individual expressa os receptores da membrana que são específicos para um antigeno. esta especificidade é única e determinada antes que o linfócito seja exposto ao antigeno.

  • componentes da imunidade

    inata

    adaptativa

    barreiras anatômicas

    barreiras fisiológicas

    barreira fagocítica

    barreira inflamatória

    especificidade antigênica

    diversidade

    memória imunológica

    conhecimento

  • componentes da imunidade

    componentes da imunidade

    barreiras anatômicas

    pele: barreira mecânica, retarda a entrada de micróbios, ambiente ácido, retarda o crescimento de microorganismos

    membrana das mucosas: flora normal compete com os micróbios pelo sítio de ligação e nutrientes. o muco aprisiona os microorganismos. os cílios expelem os microorganismospara fora do corpo.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: