Curso Online de Prevenção do Diabetes, Hipertensão e Osteoporose

Curso Online de Prevenção do Diabetes, Hipertensão e Osteoporose

Prevenção e/ou redução do risco do surgimento destas doenças.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 15 horas


Por: R$ 24,44
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Prevenção e/ou redução do risco do surgimento destas doenças.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Professor de ciências e biologia. Bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia, nutrição e ensino após cursar disciplinas eletivas referentes a estas áreas e fazer estágios no decorrer da graduação.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Prevenção do Diabetes, Hipertensão e Osteoporose

  • Prevenção do Diabetes

  • DIABETES

  • A Diabetes Mellitus (DM) é uma doença crônica, que consiste em um grupo de distúrbios metabólicos, caracterizados pela ausência da insulina ou defeito em sua ação, que resulta em elevados níveis de glicose no sangue (hiperglicemia). Devido a sua fisiopatologia, complexas alterações vasculares e metabólicas podem ocorrer, associadas a maior risco de complicações cardiovasculares

  • Em indivíduos saudáveis a concentração da glicemia plasmática é mantida dentro de limites normais pela ação de dois hormônios com atividade antagônica, a insulina e o glucagon. Em resposta a uma hipoglicemia, o pâncreas libera o hormônio glucagon na circulação. O hormônio age no fígado induzindo a glicogenólise, que consiste na degradação do glicogênio hepático para aumento da concentração de glicose circulante.
    A DM é uma condição crônica que ocorre quando o corpo não pode produzir a insulina suficiente ou a ação da insulina é prejudicada. O diagnóstico é observado através de elevados níveis de glicose no sangue. A insulina é um hormônio produzido no pâncreas e tem a função de transportar glicose da corrente sanguínea para as células do corpo, onde é usada como energia. A Falta ou ineficácia da insulina em uma pessoa com DM, significa que a glicose continua a circular no sangue e com o passar do tempo e elevados níveis de glicose no sangue (hiperglicemia crônica) começam a danificar diversos tecidos do corpo, levando ao desenvolvimento de outras complicações para saúde.

  • Entre adultos com diabetes, a falta do controle dietético impacta negativamente a qualidade de vida, pois há dificuldade para seguir uma alimentação balanceada individualizada. A terapia nutricional e o tratamento farmacológico promovem melhorias entre pessoas com diabetes por meio do controle glicêmico.

  • A resistência à insulina e a produção de insulina defeituosa são características comuns na DM2: com a resistência à insulina, a glicose não entra facilmente nos tecidos sensíveis à insulina (principalmente tecido muscular e adiposo) e aumenta a glicose no sangue. Devido a glicose elevada no sangue, as células beta do pâncreas secretam mais insulina na tentativa de manter uma concentração normal de glicose no sangue, em algumas pessoas, as células beta podem se exaurir ao longo do tempo e diminui a secreção de insulina.

  • Diabetes Mellitus (DM) é uma doença crônica não transmissível (DCNT), sendo uma das mais comuns no mundo.

    O DM caracteriza-se por ser um grupo heterogêneo de distúrbios metabólicos que apresentam em comum a hiperglicemia, resultante de defeitos na ação e/ou na secreção de insulina. A hiperglicemia crônica é associada ao desenvolvimento de complicações, disfunções e falha de diferentes órgãos, principalmente olhos, rins, nervos, coração e vasos sanguíneos.

  • Os três principais tipos de diabetes são: DM tipo 1, DM tipo 2 e DM gestacional. O DM tipo 1 é causado por uma reação auto-imune do organismo, em que o sistema imunológico destrói as células beta-pancreáticas, produtoras de insulina. Logo, indivíduos com DM tipo 1 produzem pouca ou nenhuma insulina, e dependem de insulino-terapia. O motivo pelo qual isso ocorre ainda não é totalmente esclarecido. O diabetes tipo 1 acontece em todas as idades, mas é mais comum o diagnóstico inicial em crianças e adultos jovens.

  • O DM tipo 2, antigamente conhecido como “não-insulino dependente”, abrange 85-90% dos casos de DM e está presente principalmente em indivíduos com mais de 40 anos, que apresentam sobrepeso ou obesidade, porém, o número de crianças e adolescentes acometidos pela doença está crescendo. Indivíduos com DM tipo 2 ainda são capazes de produzir insulina, porém, ela não é suficiente para manter o controle glicêmico, uma vez que o organismo não obtém respostas/ou responde de forma deficiente ao seu efeito (resistência à insulina). Uma vez que inicialmente é uma doença assintomática, muitos indivíduos desconhecem seu diagnóstico e podem ignorar a doença por um longo período de tempo, até o início das complicações secundárias da doença.

  • O DM gestacional consiste em níveis de glicemia elevados durante a gestação. Desenvolve-se em uma a cada 25 gestações e está associado a complicações tanto na mãe (como prê-eclampsia e necessidade de cesariana), quanto no bebê (como macrossomia e problemas respiratórios). O DM gestacional frequentemente desaparece após a gestação, porém, pode reincidir em gestações futuras. Mulheres que tiveram DM gestacional apresentam sete vezes o risco de desenvolver DM tipo 2 em cinco a 10 anos após a gestação, quando comparadas àquelas que tiveram uma gestação normoglicêmica.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,44
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Descrição do Diabetes, Hipertensão e Osteoporose
  • Prevenção do Diabetes
  • Prevenção da Hipertensão Arterial Sistêmica
  • Prevenção da Osteoporose