Curso Online de Administração de Medicamentos em Enfermagem
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Administração de Medicamentos em Enfermagem

Administração de Medicamentos em Enfermagem!

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 24,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Administração de Medicamentos em Enfermagem!

PoliSeg Serviços de Segurança.


- Láudes De Oliveira Lucio

"hotimo"

- Erotildes Gonçalves Paschoalin

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Administração

    de Medicamentos

    em Enfermagem

  • Administração de Medicamentos

    Administração de Medicamentos

    A administração de medicamentos é um dos procedimentos mais cruciais para a enfermagem. Tão importante como ter conhecimento sobre os efeitos e reações que o medicamento pode causar, é necessário ter competência e habilidade para administrar medicações, passando ao paciente confiança e segurança, minimizando a ansiedade e, conseqüentemente, aumentando a eficácia da medicação. 

  • Cinco certos

    Cinco certos

    paciente certo; medicação certa; dosagem certa; via de administração certa; horário certo.
    MATEMÁTICA APLICADA ENFERMAGEM  Antes mesmo de aprendermos cálculos de gotejamento ou transformação de soros é necessário assimilar bem os Conceitos básicos em soluções e apresentações de medicamentos. A seguir um resumo para estudo e referência, incluindo um exemplo da regra de três.

  • Conceitos básicos em soluções e apresentações de medicamentos
    SOLVENTE: É a parte líquida da solução, onde o elemento principal está “dissolvido” normalmente é água destilada.
    SOLUTO: É a porção sólida da solução, ou seja, se evaporar todo liquido o que sobra no frasco é o soluto se fosse um SF (Soro Fisiológico) sobraria pó de Cloreto de Sódio.
    CONCENTRAÇÃO: É a relação entra quantidade de soluto e solvente. Segundo sua concentração solução pode ser classificada em :
    ISOTÔNICA: É uma solução com concentração igual ou mais próxima possível à concentração do sangue.
    HIPERTÔNICA: É uma solução com concentração maior que a concentração do sangue.
    HIPOTÔNICA: É uma solução com concentração menor que à do sangue

  • PROPORÇÃO: É uma fórmula que expressa a concentração da solução e consiste na relação entre soluto e o solvente expressa em partes.
    Exemplo: 1:40 indica que temos 1g de soluto para 40 ml de solvente.
    PORCENTAGEM: É outra forma de expressar concentração.
    O termo por cento (%) significa centésimo. Um porcentual é uma fração cujo numerador é expresso e o denominador que não aparece é sempre 100. Ou seja o numero que vem antes do % indica quantas partes de soluto existe em 100 partes da solução.
    Exemplo: 5% indica que temos 5g de soluto em 100 ml de solvente, se temos um soro glicosado a 5% então temos 5 gramas de glicose em cada 100 ml desse soro.

  • REGRA DE TRÊS

    REGRA DE TRÊS

    Regra de três simples é o procedimento para resolver um problema que envolva quatro valores de duas grandezas relacionadas onde conhecemos três e determinamos outra.
    È o calculo mais usado para transformação de soro e diluição de medicamento.

  • exemplo, uma ampola de medicamento com 10ml a 50% está prescrito 1 grama IV.

    Sabemos pela ampola que indica que a cada 100ml de solução tem 50 gramas de soluto, então precisamos saber em quantos ml teremos a 1gr desejada.

    100ml---->50gr
    Xml------> 01gr

    Para saber o X fazemos uma conta cruzada e invertida, cruzada pois pegamos o que sabemos de baixo e multiplicamos pelo lado oposto do de cima e invertida porque depois dividimos esse resultado pelo numero que sobrou em cima, não é complicado , no nosso exemplo:
    Multiplicamos a 1grama pelos 100ml, temos então 100, dividimos pelo numero que sobrou que é o 50gr, nosso resultado é 2, então o X é igual a 2, então ainda em 2ml teremos a 1gr que precisamos administrar.

  • Para montarmos a regra de três simples, devemos saber ler o que o produto nos informa quanto suas grandezas. Essa prática é aplicada para qualquer medicação que utilize regra de três.
    LEITURA DE RÓTULO

    Neste exemplo temos:
    20ml de produto para
    Cada 1 ml

  • PROBLEMA
    a-) Tenho um vidro de xarope de 100ml com
    100mg a cada 5ml. Quantas mg o vidro do
    xarope possui?
    1°) coloca-se grandezas iguais embaixo de grandezas
    iguais.
    2°) a pergunta do problema é sempre representado
    por X
    100mg _______ 5ml
    X mg _______ 100ml

  • PROBLEMA
    100mg _______ 5ml
    X mg _______ 100ml
    x.5 = 100.100
    5x = 10.000
    5
    X = 10000
    5
    X= 2000mg

  • APLICAÇÃO A UMA
    PRESCRIÇÃO

    1-) Foram prescritos 500mg VO de Keflex suspensão de 6/6h. Tenho no posto de enfermagem vidros de 60ml de Keflex de 250mg/5ml.Quantos ml devemos administrar?
    Montando a regra de três
    1ª linha - Tenho 250mg ______ 5ml
    2ª linha - PM 500mg _______ X ml
    x . 250 = 500.5
    x . 250 = 2500
    x = 2500
    250
    X = 10 ml


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Administração de Medicamentos
  • Cinco certos
  • REGRA DE TRÊS
  • IMPORTANTE:
  • FRASCO AMPOLA