Curso Online de ALCOOLISMO
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de ALCOOLISMO

O álcool, segundo registros históricos, é a droga mais antiga, comumente utilizada em algumas civilizações como a egípcia, a grega e a ro...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O álcool, segundo registros históricos, é a droga mais antiga, comumente utilizada em algumas civilizações como a egípcia, a grega e a romana. Outras drogas, como: o tabaco, o ópio, a maconha e a cocaína vieram também de diversas civilizações, mas em épocas e finalidades diferentes, dependendo, principalmente da cultura local.

Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.


- Fernando Cesar Duarte De Souza

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ALCOOLISMO

    ALCOOLISMO

  • Alguns registros históricos indicam que o uso de substâncias psicoativas é muito antigo, aparecendo em inúmeras sociedades e regiões, fazendo parte integrante da cultura dos povos. Esta prática é tão remota quanto a humanidade, que evoluiu, sofisticou à medida que as sociedades foram se tornando mais complexas. Não se sabe ao certo como o homem entrou em contato com tais substâncias, pode ter sido ao acaso, por erro ou tentativa, ao buscar alimento ou explorar seu habitat.

  • O álcool, segundo registros históricos, é a droga mais antiga, comumente utilizada em algumas civilizações como a egípcia, a grega e a romana. Outras drogas, como: o tabaco, o ópio, a maconha e a cocaína vieram também de diversas civilizações, mas em épocas e finalidades diferentes, dependendo, principalmente da cultura local.

  • “As drogas psicoativas são substâncias químicas que mudam percepções e ânimos...” (Myers, 161; 1999), portanto, causam consideráveis mudanças no comportamento e, principalmente, na memória do indivíduo, além de outras conseqüências físicas.

  • O comprometimento da memória dá-se, principalmente, na chamada memória a curto prazo, ou seja, aquela que precisamos apenas por alguns instantes.

  • Portanto,, torna-se necessário diferenciar uso, abuso e dependência de drogas.
    Uso: é qualquer consumo de substâncias, seja experimental, esporádico ou episódico.

    Abuso: é um consumo de substâncias que já estão associadas a algum prejuízo causando alterações comportamentais ou psicológicas clinicamente significativas, devido ao efeito da substância sobre o sistema nervoso central.

  • Geralmente, os jovens começam com as chamadas “drogas de entrada” como álcool, maconha e tabaco, que são as mais populares e o uso dessas drogas muitas vezes leva a substâncias mais pesadas como cocaína e heroína. O abuso pode levar à dependência de substância, ou vício.

  • Dependência: caracteriza-se como um desejo freqüentemente forte e algumas vezes irresistível de consumir drogas. O uso continuado de uma droga psicoativa produz tolerância: o usuário precisa de doses cada vez maiores para experimentar o efeito da droga. A medida que o corpo reage à ausência da droga, o usuário pode sentir dores físicas e anseios intensos. Isso indica uma dependência física da droga.

  • A Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamentos (CID-10) e o DSM-IV conceituam dependência como um estado em que o desejo e o comportamento para adquirir a droga prevalecem na conduta do indivíduo, acarretando prejuízos social, psicológicos e físicos evidentes.

  • O alcoolismo é doença reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). É uma enfermidade progressiva, incurável e fatal, que consta no Código Internacional de Doenças (CID-10), caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada.

  • O uso indiscriminado do álcool causa vários problemas clínicos, podendo afetar os sistemas nervoso, gastrintestinal e cardiovascular, e provocar queda nos desempenhos profissional e sexual e câncer.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ALCOOLISMO
  • CASO CLÍNICO