Curso Online de CURSO TIPOS DE CHOQUES ANAFILATICOS
4 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de CURSO TIPOS DE CHOQUES ANAFILATICOS

Definição e Conceito de Anafilaxia ou anafilaxis Anafilaxia (ou anafilaxis) é uma reação alérgica sistêmica, severa e rápida a uma determ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 150,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Definição e Conceito de Anafilaxia ou anafilaxis
Anafilaxia (ou anafilaxis) é uma reação alérgica sistêmica, severa e rápida a uma determinada substância, chamada alergênico ou alérgeno, caracterizada pela diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de edema da glote. A reação anafilática pode ser provocada por quantidades minúsculas da substância alergênica. O tipo mais grave de anafilaxia — o choque anafilático — termina geralmente em morte caso não seja tratado. –

Possui Graduação em Enfermagam pela Universidade de Gama Filgo (2002); Especialização em Enfermagem Cardiológica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005); Especialização em Unidades de Terapia Iintesiva (UTI)pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005); Especialização em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes (2007); e Curso Técnico profissionalizante em Contabilidade pelo Instituto Educacional Taurus (1981); Atualmente é Técnica de Enfermagem do Hospital Universitário Pedro Ernesto. Enfermeira da Fundação Minicipal de Saúde de Niteroi, e Técnico em Enfermagem do Instituto Municipal da Mulher Fernando Magalhães. Tem experiência na área de Enfermagem. Especialização em Docência do Ensino Superior (Carga Horária, 360 horas). Universidade Cândido Mendes UCAM - Brasil. Título. Atividade Física para cliente Idoso Infartado. Especialização em Enfermagem Cardiológica (Carga horária 485 horas) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Brasil. Título: Enfermagem Especialização em Docência do Ensino Superior (Carga Horária, 360 horas). Universidade Cândido Mendes UCAM - Brasil. Título. Atividade Física para cliente Idoso Infartado.


- Marcelo Ferreira Costa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • PALESTRA EXPOSITIVA SOBRE: Choques anafiláticos

    PALESTRA EXPOSITIVA SOBRE: Choques anafiláticos

    Palestra proferida pela Prof. Ms.
    Regina de Oliveira Assis de Brito*

  • 1. O que é Choque anafilático?

    1. O que é Choque anafilático?

    Definição e Conceito de Anafilaxia ou anafilaxis
    Anafilaxia (ou anafilaxis) é uma reação alérgica sistêmica, severa e rápida a uma determinada substância, chamada alergênico ou alérgeno, caracterizada pela diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de edema da glote. A reação anafilática pode ser provocada por quantidades minúsculas da substância alergênica. O tipo mais grave de anafilaxia — o choque anafilático — termina geralmente em morte caso não seja tratado. –

  • Figura 1 Choque anafilático

    Figura 1 Choque anafilático

  • 1.1 Choque anafilático?

    1.1 Choque anafilático?

    Resumido: Choque anafilático é uma reação alérgica intensa que ocorre minutos após a exposição a uma substância causadora de alergia
    Existem cinco tipos de choques anafiláticos

  • Figura 2 Choque anafilático

    Figura 2 Choque anafilático

  • 2. Tipos de choque

    2. Tipos de choque

    O choque é uma situação em que algumas alterações no corpo podem levar a morte. Os tipos de choque são:
    Choque anafilático: Causado por uma alergia grave;
    Choque neurogênico: Causado por alguma lesão na medula espinhal;
    Choque metabólico: Causado por grande perda de líquidos no corpo, diarréia, vômitos, insulina e outros;
    Choque hipovolêmico: Causado pela perda de mais de 1 litro de sangue;

  • 2.1 Tipos de choque

    2.1 Tipos de choque

    Choque psicogênico: Causado por algum fator psicológico, stress, medo, ansiedade e outros;
    Choque séptico: Causado pela invasão ao corpo por muitos microorganismos como vírus, bactérias ou fungos, vindos de uma infecção local ou vindas do meio externo, chegando à corrente sanguínea, contaminando todo o corpo, e
    Choque cardiogênico: Causado por alguma situação que leve ao mal funcionamento do coração.
    O estado de choque é uma situação grave que requer atendimento médico imediato.

  • 3. Choque Anafilático

    3. Choque Anafilático

    Choque anafilático
    O choque anafilático, ou anafilaxia, é uma reação alérgica, de hipersensibilidade imediata e severa, que afeta o corpo todo. A sua manifestação mais grave é quando provoca inchaço e obstrução de vias aéreas superiores e/ou hipotensão, que pode ser fatal.
    A falta de ar pode ser fatal, a menos que o indivíduo receba o tratamento de emergência prontamente.

  • 3.1 Choque Anafilático

    3.1 Choque Anafilático

    Tratamento para choque anafilático
    O tratamento inicial para o choque anafilático é uma injeção intravenosa de adrenalina de 0.3 a 0.5 mg, que pode ser repetida a cada 3 a 5 minutos e oferecer oxigênio ao indivíduo, por meio de uma máscara.
    Se a garganta estiver fechada e impedir a passagem do ar, é necessário realizar uma cricotireotomia, que é um procedimento cirúrgico para manter a respiração, a oxigenação e a integridade cerebral, até que a situação seja normalizada.  Após a resolução dos sinais e sintomas é importante observar o paciente por 4-6 horas. Já nos casos severos e refratários, é importante observar de 10-24 horas.

  • 3.2 Sintomas do choque anafilático

    3.2 Sintomas do choque anafilático

    Sintomas do choque anafilático
    Os sinais e sintomas de um choque anafilático podem ser:
    Dificuldade em respirar
    Sudorese
    Pele pálida e fria
    Pulso rápido
    Chiado ao respirar
    Coceira
    Vermelhidão pelo corpo
    Confusão mental
    Inconsciência
    Colapso vascular
    Incontinências
    Vômito
    Dor abdominal

  • 3.3 Primeiros socorros para choque anafilático

    3.3 Primeiros socorros para choque anafilático

    Primeiros socorros para choque anafilático
    Em caso de suspeita de um choque anafilático, recomenda-se chamar uma ambulância o mais rápido possível.
    Enquanto espera, tente perceber o que causou a reação alérgica. Se foi uma picada de inseto ou cobra, por exemplo, retire o ferrão do animal da pele e aplique uma pedrinha de gelo no local, amarre com força um tecido limpo alguns centímetros acima da mordedura do animal, para diminuir a disseminação do veneno.
    Alguns pacientes alérgicos costumam ter uma medicação anti-alérgica (Epinefrina) no bolso ou na carteira, pergunte a ele e, se for o caso, dê a medicação o mais rápido possível.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 150,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • PALESTRA EXPOSITIVA SOBRE: Choques anafiláticos
  • 1. O que é Choque anafilático?
  • Figura 1 Choque anafilático
  • 1.1 Choque anafilático?
  • Figura 2 Choque anafilático
  • 2. Tipos de choque
  • 2.1 Tipos de choque
  • 3. Choque Anafilático
  • 3.1 Choque Anafilático
  • 3.2 Sintomas do choque anafilático
  • 3.3 Primeiros socorros para choque anafilático
  • 3.4 Causas do choque anafilático
  • 3.5 Tratamento para choque anafilático
  • 4. Choque Cardiogênico
  • 4.1 Diagnóstico do Choque Cardiogênico
  • 5. Choque Metabólico ou Acidose metabólica
  • 5.1 Choque Metabólico
  • 5.1 Sintomas de Síndrome Metabólica
  • 5.2 Tratamento para síndrome metabólica
  • 5.3 Tratamento para Síndrome Metabólica (Continuação)
  • 5.4 Remédio para a síndrome metabólica
  • 6. Choque Circulatório
  • Figura 3 Anafilaxia
  • 6.1 Choque por compressão do Coração
  • 7 Choque Neurogênico
  • 8. Choque Séptico
  • 8.1 Choque Séptico
  • 8.1.2 Choque Séptico ou septicemia
  • 8.2 Choque séptico Continuação
  • 8.2.1 Diagnóstico do choque séptico
  • 8.3 Sintomas do choque séptico
  • 9. Choque hipovolêmico
  • 9.1. Causas do Choque hipovolêmico
  • 9.2 Tratamento
  • 10. Choque Progênico
  • 10.1 Tratamento do Choque progênico:
  • 10.2 Cuidados de emergência:
  • 11. Choque psicogênico
  • 12. Choque respiratório:
  • 13. Etiologia
  • 13.1 Etiologia
  • 13.2 Sinais
  • 13.3 Progressão e sintomas
  • 13.4 Diagnóstico e Tratamento
  • 14. Considerações Sobre a Taquicardia no Choque Anafilático
  • 15. Diagnóstico, Tratamento e cura da infecção generalizada
  • 15.1 Infecção generalizada tem cura?
  • 16. Considerações sobre Taquicardia no Choque
  • 16.1.1 Taquicardia nas Crianças, Atletas e Grávidas
  • 16.1 Doentes que tomam medicamentos:
  • 17. Considerações Finais
  • 17.1 Sintomas da infecção generalizada
  • 18. Referências Bibliográficas
  • *Autora
  • Regina de Oliveira Assis de Brito