Curso Online de DEPRESSÃO: MEDICAMENTOS ANTI-DEPRESSIVOS E ESTABILIZADORES DO HUMOR

Curso Online de DEPRESSÃO: MEDICAMENTOS ANTI-DEPRESSIVOS E ESTABILIZADORES DO HUMOR

Aqueles que sofrem de depressão têm mais que "tristeza", e esse sentimento pode durar por muito tempo. São muitos: 5% das pessoas tê...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aqueles que sofrem de depressão têm mais que "tristeza", e esse sentimento pode durar por muito tempo. São muitos: 5% das pessoas têm depressão, e 10 a 20% vão sofrer de depressão. Cerca de 25% das mulheres e 10% dos homens vão sofrer de depressão em algum momento. 40 a 60% dos suicídios têm causa depressiva. Homens depressivos se suicidam 4 vezes mais que as mulheres.

Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Depressão: Medicamentos Anti-depressivos e Estabilizadores do Humor

    1

    Depressão: Medicamentos Anti-depressivos e Estabilizadores do Humor

  • Depressão: o que é e o que não é

    2

    Depressão: o que é e o que não é

    Aqueles que sofrem de depressão têm mais que "tristeza", e esse sentimento pode durar por muito tempo.
    São muitos: 5% das pessoas têm depressão, e 10 a 20% vão sofrer de depressão. Cerca de 25% das mulheres e 10% dos homens vão sofrer de depressão em algum momento. 40 a 60% dos suicídios têm causa depressiva. Homens depressivos se suicidam 4 vezes mais que as mulheres.

  • Sintomas

    3

    Sintomas

    Humor deprimido;
    Retardo/agitação psicomotora;
    Irritação; fadiga:
    Insônia ou sono exagerado;
    Pensamentos recorrentes sobre a morte.

    Dificuldade de concentração;
    Alterações de apetite;
    Sentimentos de culpa, desvalia, desamparo;
    Perda de interesse por várias atividades;
    Uso de álcool e/ou drogas.

  • Relato de paciente depressivo

    4

    Relato de paciente depressivo

    “Eu duvido completamente de minha habilidade de fazer qualquer coisa bem. Parece que minha mente está lentificada ao ponto de se tornar virtualmente inútil... Eu estou como que assombrado... Com a desesperança mais intensa. Outras pessoas dizem: ‘É só temporário, isso passará, você irá melhorar.’ Mas naturalmente, eles não têm a mínima idéia de como me sinto, embora tenham certeza disso. Se eu não posso sentir, me mover, pensar ou me importar, qual o sentido de tudo?”

  • Por que algumas pessoas têm depressão?

    5

    Por que algumas pessoas têm depressão?

    Os neurotransmissores ajudam a controlar as emoções. Os mensageiros principais são a serotonina, noradrenalina e dopamina. Os níveis deles aumentam ou diminuem, mudando nossas emoções.
    Quando os neurotransmissores encontram-se "em equilíbrio", sentimos a emoção certa para cada ocasião. Quando alguém está deprimido, os mensageiros químicos não estão em equilíbrio.

  • 6

    Ainda não está claro por que isso ocorre em algumas pessoas e não em outras, mas parece que a depressão ocorre em certas famílias.
    Outros desencadeadores da depressão são eventos estressantes ou perdas, doenças físicas, níveis hormonais, uso de certos medicamentos, drogas, álcool.
    Tem-se observado grande aumento de casos de depressão em jovens e crianças.

  • Modalidades de Tratamento

    7

    Modalidades de Tratamento

    Medicamento antidepressivo;
    Psicoterapia
    Medicamento antidepressivo associado a Psicoterapia.

  • Neuroanatomia da Via Monoaminérgica

    8

    Neuroanatomia da Via Monoaminérgica

  • Vias serotoninérgicas centrais

    9

    Vias serotoninérgicas centrais

    As projeções dos neurônios serotoninérgicos se dirigem para quase todas as estruturas do prosencéfalo. Alguns núcleos projetam-se para o cerebelo e outros para a medula.

  • Vias dopaminérgicas centrais

    10

    Vias dopaminérgicas centrais

     

     

     

     

     

    Veja as projeções dos neurônios dopaminérgicos para o corpo estriado e área pré-frontal ventral.

  • Síntese de Noradrenalina

    11

    Síntese de Noradrenalina

    A síntese da noradrenalina se inicia com a captação livre do aminoácido tirosina, que é transformada pela tirosina hidroxilase em L-DOPA e, posteriormente, pela ação da L-DOPA descarboxilase em dopamina.
    A dopamina é captada pelas vesículas sinápticas e, sob a ação da dopamina beta-hidroxilase, transformada em noradrenalina.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Depressão: Medicamentos Anti-depressivos e Estabilizadores do Humor
  • Depressão: o que é e o que não é
  • Sintomas
  • Relato de paciente depressivo
  • Por que algumas pessoas têm depressão?
  • Modalidades de Tratamento
  • Neuroanatomia da Via Monoaminérgica
  • Vias serotoninérgicas centrais
  • Vias dopaminérgicas centrais
  • Síntese de Noradrenalina
  • Síntese Serotoninérgica
  • Teoria Monoaminérgica Clássica da Depressão
  • Classificação dos medicamentos empregados no tratamento de distúrbios afetivos
  • Efeitos farmacológicos dos antidepressivos tricíclicos e de segunda geração
  • Efeitos da administração crônica de antidepressivos
  • Sistema Noradrenérgico
  • Sistema Serotoninérgico
  • Outros neurotransmissores
  • Efeitos farmacológicos dos inibidores da MAO
  • Conclusão
  • Endereços na Internet