Curso Online de DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS

Curso Online de DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS

Neurologia é a especialidade médica que trata dos distúrbios estruturais do sistema nervoso. Especificamente, ela lida com o diagnóstico ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neurologia é a especialidade médica que trata dos distúrbios estruturais do sistema nervoso. Especificamente, ela lida com o diagnóstico e tratamento de todas as categorias de doenças que envolvem os sistemas nervoso central, periférico e autônomo, incluindo os seus revestimentos, vasos sanguíneos, e todos os tecidos efetores, como os músculos. O correspondente cirúrgico da especialidade é a neurocirurgia.

Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS

    DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS

  • CONCEITO

    CONCEITO

    Neurologia é a especialidade médica que trata dos distúrbios estruturais do sistema nervoso. Especificamente, ela lida com o diagnóstico e tratamento de todas as categorias de doenças que envolvem os sistemas nervoso central, periférico e autônomo, incluindo os seus revestimentos, vasos sanguíneos, e todos os tecidos efetores, como os músculos. O correspondente cirúrgico da especialidade é a neurocirurgia.

  • ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO OU CEREBRAL (AVC)

    ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO OU CEREBRAL (AVC)

    As doenças cérebrovasculares estão entre as primeiras causas de morte em todo o mundo. No Brasil, representam a terceira “causa mortis”, sendo os acidentes vasculares cerebrais (AVC), a principal manifestação.
    O AVC, além de ser uma doença prevalente, apresenta uma alta taxa de mortalidade, sendo a incapacidade permanente, que às vezes pode ser regenerada, a principal seqüela.

  • O acidente vascular cerebral ou encefálico, popularmente conhecido como “derrame”, é o resultado da insuficiência do suprimento sangüíneo a uma determinada área do cérebro.
    Ocorre devido a um processo de evolução crônica de endurecimento da parede da artéria, relacionado à arteriosclerose.
    O episódio agudo do AVC acontece quando há interrupção do fluxo sangüíneo às células cerebrais por trombose, embolia, hemorragia ou espasmo.

  • A trombose tem relação com a arteriosclerose, a aterosclerose e a hipertensão arterial.
    A embolia cerebral costuma ser decorrente de doenças cardíacas, arritmias, doenças das válvulas cardíacas, entre outras.
    A hemorragia cerebral está relacionada à hipertensão, é mais grave, apresentando evolução rápida com alterações da consciência, podendo chegar ao coma e à morte.

  • O acidente vascular cerebral isquêmico ou transitório caracteriza- se por episódios súbitos da perda de função motora, sensitiva ou visual com recuperação em 24 horas
    A maioria tem duração de minutos até uma hora, e a minoria pode durar mais de 4 horas.

  • Sinais e Sintomas

    Sinais e Sintomas

    Podemos destacar:
    parestesia (alteração da sensibilidade), disfasia (dificuldade de fala),
    vertigens,
    diplopia (visão dupla),
    zumbidos
    cefaléia.

  • Classificação

    Classificação

    AVCI ( Acidente Vascular Cerebral Isquêmico)
    AVCH (Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico

  • Fatores de Risco

    Fatores de Risco

    Os fatores de risco para o AVC são semelhantes aos da hipertensão arterial, da angina e do infarto do miocárdio, tendo em vista que a patologia básica é o ateroma.
    Esses dizem respeito à história familiar e à idade, associados à hipertensão arterial, diabetes, obesidade, tabagismo, colesterol alto,cardiopatias,sedentarismo, estresse, alcoolismo.

  • Manifestações Clínicas

    Manifestações Clínicas

    As manifestações estão diretamente relacionadas com a extensão e a localização do acidente no cérebro.

    O AVC é identificado quando o indivíduo apresenta déficit neurológico de início abrupto, caracterizado por disfunções motoras, sensitivas e autônomas, como:
    Disartria, disfagia, diplopia, desequilíbrio,

    Perda do tônus postural e da consciência, cegueira transitória, parestesia, paresia, hemiplegia

    Podem ocorrer, ainda, cefaléia occipital grave, tonteira, vômitos, confusão mental e alteração da memória.

  • Complicações

    Complicações

    Incontinência vesical e fecal: pode acontecer por confusão mental, lapso de memória, fatores emocionais, dificuldade de comunicação e/ou perda do controle dos esfíncteres anal e vesical, podendo ocasionar a retenção de fezes (obstipação/constipação) ou de urina (bexigoma);

    Úlceras de pressão: a imobilidade no leito, a desnutrição, higiene inadequada e a incontinência urinária e fecal facilitam o surgimento das úlceras de decúbito e infecção


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Distúrbios Neurológicos
  • ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO OU CEREBRAL (AVC)
  • Sinais e Sintomas
  • Classificação
  • Fatores de Risco
  • Manifestações Clínicas
  • Complicações
  • Tratamento
  • Complicações causadas pela Trombose
  • Diagnóstico
  • Assistência de Enfermagem
  • Doença de Pakinson
  • Manifestações Clinícas
  • Etiologia
  • Fisiopatologia
  • Diagnóstico
  • Tratamento
  • Assistência de Enfermagem
  • SÍNDROME DE ALZHEIMER
  • Fisiopatologia
  • Estágios da doença
  • Etiologia
  • Tratamento
  • Cuidados de Enfermagem