Curso Online de Enfermagem em Home Care

Curso Online de Enfermagem em Home Care

Nesse curso você irá conhecer sobre Cuidado Domiciliar, Internação Domiciliar, Home Care e muito mais.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 13 horas

De: R$ 70,00 Por: R$ 45,99
(Pagamento único)

Mais de 70 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Nesse curso você irá conhecer sobre Cuidado Domiciliar, Internação Domiciliar, Home Care e muito mais.

Cursos com vídeos, imagens ilustrativas, bem explicado. Equipe só enfermagem Duvidas e Sugestões soenfermagem@soenfermagem.net



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Enfermagem em Home Care

    Enfermagem em Home Care

  • Olá, bem-vindo (a) ao curso a distância do Só Enfermagem.

    Utilize as teclas abaixo para sair, voltar ou avançar.

    Bons estudos!

  • Programa de Educação Continuada à Distância
    EAD – Educação à Distância

  • Conceitos

    Conceitos

  • O Home Care surgiu primeiramente nos Estados Unidos (EUA) no período pós-guerra, mediante a necessidade dos familiares de cuidar de seus doentes em casa. Após essa fase inicial houve a inserção dos profissionais especializados para este cuidado.

    Atenção domiciliar - Segundo a OMS, é um conjunto de ações realizadas por uma equipe interdisciplinar no domicilio do usuário/família. Articula promoção, prevenção, diagnostico, tratamento e reabilitação, favorecendo o desenvolvimento e a adaptação de suas funções de maneira a restabelecer sua independência e a preservação de sua autonomia.

    Home Care é uma expressão inglesa na qual Home significa “Lar” e Care “Cuidados”. Traduz-se, desta forma, como cuidados no lar.

  • Atendimento domiciliar – é o nome dado a visita ou procedimento isolado ou periódico realizado no domicilio do paciente por um profissional habilitado na área de saúde como alternativa ao atendimento ambulatorial.

    Internação domiciliar – é o nome dado ao serviço prestado no domicilio do paciente em substituição ou alternativo à hospitalização por uma equipe técnica habilitada e multiprofissional da área da saúde.

    Acompanhamento Domiciliar - É o cuidado no domicílio para pessoas que necessitem contatos freqüentes e programáveis com os profissionais da Equipe.

    Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar (EMAD) - Profissionais que compõem a equipe técnica da atenção domiciliar, com a função de prestar assistência clínico-terapêutica e psicossocial ao paciente em seu domicílio.

  • O conceito de Home Care é bem abrangente assim como são os serviços médicos e de enfermagem prestados aos pacientes em sua residência. Em geral HOME CARE significa atendimento ambulatorial ou internação domiciliar (24 h.) por pessoal de enfermagem especializada . Vamos designar primordialmente de Internação Domiciliar todo e qualquer tratamento multidisciplinar especializado que requeira atendimento 24 h. de equipe médica-enfermagem na casa do paciente. É necessário repassar a idéia que qualquer tipo de paciente, desde que tido como estável, dependente de respirador ou não, pode ser tratado em casa com relativa simplicidade, dependendo do"know-how"de quem coordena o tratamento.

    O movimento de Home Care surgiu nos Estados Unidos em 1947 na era do pós-guerra. Foi quando várias enfermeiras se reuniram e passaram a atender e cuidar dos pacientes em casa. Somente na década de 1960 é que este movimento tomou mais vulto e a idéia da “desospitalização precoce“; começou a ser levada a sério. Os Hospitais viviam cheios, os leitos não eram suficientes, as filas para internação hospitalar começaram a surgir de todos os lados, a população aumentando cada vez, muitos doentes de guerras, os idosos estavam ficando mais longevos precisando cada vez mais de cuidados médicos e de enfermagem e novos Hospitais precisavam ser construídos. Nesta época surgiram as "Nursing Home", que existem até hoje, onde o atendimento é realizado principalmente por enfermeiras e direcionado para o idoso crônico terminal. No entanto a demanda para atender outros tipos de pacientes, com diversas patologias era grande.

  • Em vez deles ficarem se recuperando no hospital, ocupando por vezes leitos desnecessariamente, foram surgindo instituições que se propunham a tratar do paciente em casa, operado ou não. Ao contrário, do que os médicos imaginavam em vez de queda, houve um salto de eficiência com este tipo de tratamento, promovendo-se uma recuperação precoce do paciente. Enfermeiras domiciliares foram surgindo devagarinho, foram se agrupando se organizando em instituições que se propunham a implantar este tipo de atendimento. E o mais importante, foram os resultados conseguidos com uma drástica redução nos custos que variavam entre 20% a 70% mais barato do que os cobrados pelos Hospitais. Começava a surgir embrionariamente uma solução economicamente viável e criativa para um atendimento alternativo a saúde.

    No princípio o sucesso não foi tão grande pois os familiares não podiam arcar com os custos desta Internação Hospitalar e que o tornava elitizado demais. Mas na medida que as Seguradoras e Planos de Saúde descobriram este nicho de diminuição de despesas passaram a estudar as planilhas de custos e a remunerar quase todos os procedimentos de HOME CARE. Em pouco tempo foram surgindo centenas destas instituições nos Estados Unidos cuja atividade fim é prestar algum tipo de atendimento ambulatorial ou internação domiciliar a pacientes.

  • Os últimos dados americanos de 1997, demonstraram existir atualmente cerca de 20.215 organizações de HOME CARE nos EUA. O número de pacientes que receberam cuidados domiciliares em 1997 foi surpreendentemente elevado e atingiu a impressionante marca de 7,4 milhões de americanos!

    Na Europa o HOME CARE chegou um pouco mais tarde, mas também é visto como uma excelente alternativa de tratamento de saúde embasado nas estatísticas de que com HOME CARE houve um aumento relativo no número de leitos hospitalares em torno de 30 a 40%, além da grande redução de custos que acarretava. O HOME CARE tinha chegado para ficar. Prevê-se que na Europa o mercado de atendimento e internação domiciliar para idosos deve ter um crescimento elevadíssimo, pois as previsões de queda abrupta dos índices de natalidade já está ocorrendo e o progressivo envelhecimento da população pode torná-la em alguns anos num verdadeiro mausoléu.

  • Embora o papel do Hospital, ao centralizar o atendimento ao paciente instável é primordial para o sucesso de seu tratamento, existe uma resistência natural do ser humano em ser "internado". Sem conotação pejorativa estamos cansados de ouvir o –"prefiro morrer em casa". Uma recente pesquisa feita pelos americanos mostrou que 9 entre cada 10 pacientes optariam pelo HOME CARE a outro cuidado médico institucionalizado. Isto reflete o desejo inato do ser humano: Ser tratado em casa

    Cálculos feitos recentemente com planilhas de custos de seguradoras e planos de saúde revelaram números que, com o paciente em Internação Domiciliar a redução de custos em certas doenças atinge valores entre 20% e 60% comparativamente aos custos hospitalares da mesma enfermidade. Assim a decisão dos planos de saúde de entrar neste segmento se responsabilizando financeiramente pelas despesas tornou o HOME CARE uma alternativa realista e definitiva Hoje a maioria destes planos cobrem quase integralmente os custos de Internação Domiciliar.

  • O raciocínio que se segue é que o HOME CARE ao reduzir os custos para as seguradoras e planos de saúde estas poderiam até repassá-los para seus clientes ou no mínimo não reajustar suas mensalidades com freqüência e o quantitativo que costumam fazer. 
    Na ânsia pela busca contínua de redução dos custos na área de saúde a Internação Domiciliar é vista como uma excepcional alternativa. É bom para o paciente porque ele é tratado no seu habitat natural, com atendimento personalizado 24 h., com tudo em volta familiar inclusive caso suas condições permitam sua "comidinha caseira". É bom para a família que não precisa se desestruturar com deslocações complicadas, estacionamentos, engarrafamentos, eventuais falta ao trabalho (com a manutenção do emprego) e, é gratificante ver seu parente sendo acompanhado por equipes de profissionais dentro da sua própria casa e o mais significativo, sem ônus financeiro para a família. E com uma vantagem enorme, a impossibilidade do paciente de contrair uma infecção hospitalar.

    É bom para o Hospital como dissemos acima, pois permite uma maior rotatividade de seus leitos, abrindo espaço para pacientes instáveis que precisam realmente de UTI's, cirurgias, politraumatizados e outras enfermidades agudas. A otimização de seus leitos acarretará uma maior margem de lucro pelo fato do hospital não precisar elevar o seu efetivo de pessoal, mas permitirá capacitá-lo melhor com treinamentos mais específicos. Por sua vez o dinheiro que seria destinado à obras de expansão poderia ser canalizado para a melhoria do atendimento, aquisição de equipamentos mais modernos e outras prioridades antes não previstas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 45,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Enfermagem em Home Care
  • Conceitos
  • História do Home Care
  • O paciente de Home Care
  • Critérios de inclusão de pacientes em Home Care
  • Classificação por grupos
  • Vantagens do Home Care
  • Modalidades de internação domiciliar ? serviço de enfermagem
  • Como o paciente chega ao Home Care
  • A Família e o Home Care
  • O ambiente do Home Care na residência
  • O profissional de Home Care
  • Material da maleta de visitas domiciliares
  • Controle dos Equipamentos no Home Care
  • Administração de Medicamentos no Home Care
  • Impressos do Home Care
  • Direito dos Pacientes
  • Atribuições da equipe de saúde na assistência domiciliar
  • Protocolo de segurança de trabalho para a equipe visitante
  • Procedimentos e Técnicas em Home Care
  • Desmame do serviço de Home care
  • Alta domiciliar
  • Avalie nosso curso
  • Bibliografia