Curso Online de Enfermagem Obstétrica

Curso Online de Enfermagem Obstétrica

O curso aborda a anatomia do sistema reprodutor, diagnostico da gravidez, pré-natal, tipos de parto, amamentação e etc

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 18 horas

De: R$ 90,00 Por: R$ 56,99
(Pagamento único)

Mais de 50 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso aborda a anatomia do sistema reprodutor, diagnostico da gravidez, pré-natal, tipos de parto, amamentação e etc

Cursos com vídeos, imagens ilustrativas, bem explicado. Equipe só enfermagem Duvidas e Sugestões soenfermagem@soenfermagem.net



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Enfermagem Obstétrica

    Enfermagem Obstétrica

  • Olá, bem-vindo (a) ao curso a distância do Só Enfermagem.

    Utilize as teclas abaixo para sair, voltar ou avançar.

    Bons estudos!

  • Programa de Educação Continuada à Distância
    EAD – Educação à Distância

  • Anatomia do sistema reprodutor feminino

  • Os órgãos genitais femininos são incumbidos da produção dos óvulos, e depois da
    fecundação destes pelos espermatozóides, oferecem condições para o desenvolvimento até o
    nascimento do novo ser.

    Os órgãos genitais femininos consistem de um grupo de órgãos internos e outro de órgãos
    externos. Os órgãos internos estão no interior da pelve e consistem dos ovários, tubas uterinas
    ou ovidutos, útero e vagina. Os órgãos externos são superficiais ao diafragma urogenital e
    acham-se abaixo do arco púbico. Compreendem o monte do púbis, os lábios maiores e
    menores do pudendo, o clitóris, o bulbo do vestíbulo e as glândulas vestibulares maiores.
    Estas estruturas formam a vulva ou pudendo feminino. As glândulas mamárias também são
    consideradas parte do sistema genital feminino.

  • Ovários
    São responsáveis pela produção dos gametas e hormônios femininos. Localizam-se
    lateralmente na cavidade pélvica, em depressões denominadas fossas ováricas.

    Apresenta na porção medial um hilo e a porção lateral fica voltada para tuba uterina.

    Estão fixados pelo mesovário à face posterior do ligamento largo do útero e pelo ligamento
    uterovarico ao útero propriamente dito, porém, não são revestidos pelo peritônio.

    Antes da primeira ovulação o ovário é liso e rosado no vivente, mas depois se torna
    brancoacinzentado e rugoso devido às cicatrizes deixadas pelas subseqüentes ovulações. Na
    velhice, diminuem de tamanho.

  • Tubas uterinas
    Tuba uterina é um tubo par que se implanta de cada lado no respectivo ângulo latero-superior
    do útero, e se projeta lateralmente, representando os ramos horizontais do tubo.

    Esse tubo é irregular quanto ao calibre, apresentando aproximadamente 10cm de
    comprimento.

    Ele vai se dilatando á medida que se afasta do útero, abrindo-se distalmente por um
    verdadeiro funil de borda franjada.

    A tuba uterina divide-se em 4 regiões, que no sentido médio-lateral são: parte uterina, istmo,
    ampola e infundíbulo.

    A tuba possui duas funções:
    Transportar o óvulo do ovário ao útero;
    Local onde ocorre a fertilização do óvulo pelo espermatozóide.

  • Útero
    É um órgão oco, cuja função é alojar o embrião/feto até que este complete seu
    desenvolvimento pré-natal. Está localizado na cavidade pélvica, póstero-superiormente à
    bexiga urinária e anterior ao reto. Sua posição é descrita como em anteversoflexão, formando
    um ângulo de aproximadamente 90º com a vagina.
     
    Externamente, no útero, distinguem-se quatro regiões anatômicas: fundo, corpo, istmo e
    cérvix ou colo do útero. Internamente apresenta uma abertura mediana chamada de canal
    uterino que se abre para a vagina através do ostio uterino.

    O ligamento largo , juntamente com o ligamento redondo, são os principais meios de
    fixação do útero.

  • Vagina
    A vagina é um tubo músculo-membranáceo mediano, que superiormente insere-se no
    contorno da parte média da cérvix do útero e para baixo atravessa o diafragma urogenital para
    se abrir no pudendo feminino, cujo orifício chama-se óstio da vagina.

    É o órgão copulador da mulher.

    A vagina apresenta duas paredes, uma anterior e outra posterior, as quais permanecem
    acoladas na maior parte de sua extensão, representando uma cavidade virtual.

    Superiormente a vagina se comporta como um tubo cilíndrico para envolver a porção vaginal
    da cérvix uterina, e inferiormente ela se achata transversalmente para coincidir com o
    pudendo feminino.

    A cúpula da vagina é representada por um recesso que circunda a parte mais alta da porção
    vaginal da cérvix, recebendo a denominação de fórnix da vagina.

  • Em virtude de o útero estar normalmente em anteroversão, a parte anterior da vagina é curta e
    a posterior mais longa, do que resulta que a região posterior do fórnix vai mais alto ou mais
    profunda.

    Na mulher virgem, o óstio da vagina é obturado parcialmente por um diafragma mucoso,
    denominado hímen.

    Tipos de Hímens

  • Os órgãos genitais externos em conjunto formam o pudendo feminino ou vulva.

    Monte do púbis
    É uma elevação mediana, anterior à sínfise púbica e constituída principalmente de tecido
    adiposo. Apresenta pêlos espessos chamados de pêlos pubianos, que aparecem na puberdade
    e com distribuição característica.

    Lábios maiores do pudendo
    São duas pregas cutâneas, alongadas, que delimitam entre si uma fenda, a rima do pudendo.
    Após a puberdade apresentam-se hiperpigmentadas e cobertos de pêlos somente nas suas
    faces externas, sendo suas faces internas lisas e desprovidas de pêlos.

    Lábios menores do pudendo
    São duas pequenas pregas cutâneas, localizadas medialmente aos lábios maiores. É recoberto
    por pele lisa, úmida e vermelha. Ficam protegidos pelos lábios maiores, exceto nas crianças e
    na idade avançada, quando os lábios maiores apresentam menor quantidade de tecido adiposo
    diminuindo assim o seu volume. O espaço entre os lábios menores é o vestíbulo da vagina,
    onde estão localizados o óstio externo da uretra, o óstio da vagina e os orifícios dos ductos
    das glândulas vestibulares.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 56,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Anatomia do sistema reprodutor feminino
  • Anatomia e fisiologia das mamas
  • Ciclo menstrual
  • Diagnóstico de gravidez
  • Fisiologia materna durante a gravidez
  • Pré- natal
  • Data provável do parto
  • Vacinas na Gravidez
  • Assistência de enfermagem na admissão da parturiente
  • Trabalho de parto
  • Parto
  • Anestesia no parto
  • Puerpério
  • Complicações Pós-parto
  • Crescimento e desenvolvimento fetal
  • Gestação Múltipla ou gemelar
  • Principais urgências e emergências obstétricas
  • Aleitamento materno
  • Alojamento conjunto
  • Método canguru
  • Termos utilizados em obstetrícia
  • Bibliografia