Curso Online de Envelhecimento Saudável

Curso Online de Envelhecimento Saudável

Alternativas para possivelmente obter melhor qualidade de vida na terceira idade.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 27,90
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Alternativas para possivelmente obter melhor qualidade de vida na terceira idade.

Mestre em alimentos e nutrição. Professor no ensino superior, médio e fundamental. Licenciado em biologia e química, bacharel em bioquímica. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos. Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4485065A7.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

  • Desfrutar de uma boa saúde durante a toda a vida pode ajudar para que o processo de envelhecimento seja pleno e produtivo. Promover a saúde, por meio de hábitos saudáveis ao longo da vida são fatores importantes para prevenir e/ou retardar o desenvolvimento de doenças crônicas nos idosos.

  • De acordo com a OMS, o Brasil será o sexto país com maior número de pessoas idosas até 2025, o que torna urgente a necessidade de estudos que contribuam para melhoria e/ou manutenção da saúde e qualidade de vida nessa faixa etária, considerando, principalmente, que este crescimento provoca mudanças na pirâmide etária, que avança em uma proporção geométrica, ao passo que a preparação para esta metamorfose ocorre em proporções aritméticas .

  • O envelhecimento é definido como um processo biológico, universal, dinâmico e progressivo, no qual ocorrem modificações morfológicas, funcionais, bioquímicas e psicológicas, que reduzem a capacidade de adaptação do indivíduo ao meio ambiente, afetando sua integridade e tornando mais propenso o surgimento das doenças crônicas, com impacto sobre a saúde e a qualidade de vida do idoso.

    DEFINIÇÃO DE ENVELHECIMENTO

  • Dentre os sistemas do organismo, os que mais sofrem efeitos do envelhecimento são o nervoso, o endócrino e o imunológico.

    Há muita interação entre nutrição e sistema imunológico. A ingestão inadequada de nutrientes pode conduzir a exacerbação do estresse oxidativo e facilitar a ocorrência de processos infecciosos.

  • Atualmente, chegar à velhice é uma realidade populacional, ainda que a melhora substancial dos parâmetros de saúde das populações esteja longe de se distribuir de forma equitativa nos diferentes países e contextos socioeconômicos.

  • Nos últimos anos, observa-se a transição de um modelo caracterizado por altas taxas de natalidade e mortalidade, em que a fecundidade é cada vez menor e a expectativa de vida, maior. No cerne dessa transição, verifica-se o aumento progressivo da proporção de idosos e a redução relativa de jovens. Nesta perspectiva, é imperativo que se identifique fatores de riscos e que se estabeleçam terapias efetivas para a prevenção/recuperação de patologias inerentes ao processo do envelhecer.

  • Vale ressaltar que o avanço da idade é uma das principais causas de doenças, que podem ser prevenidas se fatores de risco como dietas inadequadas, sedentarismo e consumo de tabaco forem eliminados, aliados ao aumento do consumo de frutas e hortaliças que previnam o estresse oxidativo.

    A gêmea a direita é fumante.

  • As recomendações a Organização Mundial de Saúde (OMS) estão pautadas em mudanças de estilo de vida visando prevenir e minimizar a prevalência mundial das doenças crônicas não transmissíveis. Uma de suas principais recomendações é o consumo diário de cinco porções ou mais de frutas e hortaliças.

    O consumo aumentado desses alimentos auxilia bastante na redução do risco das principais doenças crônicas, especialmente devido à maior oferta de vitaminas, minerais e outros compostos antioxidantes, além de fibras alimentares.

  • Doenças crônicas representam a principal causa de morte no mundo, lideradas por doenças cardiovasculares (17 milhões de óbitos/ano), câncer (7 milhões de óbitos/ano), doenças do trato respiratório (4 milhões de óbitos/ano) e diabetes mellitus (cerca de 1 milhão de óbitos/ano).
     

    As respostas inflamatórias estão envolvidas na patogênese de doenças relacionadas com a idade, uma vez que doença de Alzheimer, aterosclerose, diabetes e muitos cânceres apresentam importante componente inflamatório em suas respectivas fisiopatologias.

  • Animais envelhecidos têm mais proteínas, lipídios e DNA oxidados do que os jovens, sendo a teoria do envelhecimento baseada nos radicais livres cientificamente aceita, pois há um aumento na produção de radicais livres com o avançar da idade. Devido ao aumento da expectativa de vida, o maior entendimento e o aumento da qualidade de vida ao envelhecer é fundamental.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 27,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ALIMENTAÇÃO E PELE SAUDÁVEL
  • ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE DOS IDOSOS
  • NUTRIÇÃO DO IDOSO
  • ALIMENTAÇÃO E PREVENÇÃO DA DOENÇA DE ALZHEIMER
  • ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E SAÚDE CARDIOVASCULAR
  • PREVENÇÃO DA OSTEOPOROSE