Curso Online de Estratégia de Saúde da Família
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Estratégia de Saúde da Família

Faz referências ao processo de trabalho da estratégia de saúde da família, bem como a composição da equipe de saúde

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Faz referências ao processo de trabalho da estratégia de saúde da família, bem como a composição da equipe de saúde

Sou enfermeira formada pela Universidade do Estado do Pará e atuo na saude publica (posto de saude) em Belém do Pará atualmente estou terminando pos-graduação em enfermagem do trabalho e iniciei outra pós-graduação em Saúde publica com ênfase na atenção básica.


- Iara De Oliveira Melo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • estratégia de saúde da família

  • ATENÇÃO BÁSICA

    segundo documento elaborado pela comissão de avaliação da atenção básica - ministério da saúde - 2003 a "atenção básica é um conjunto de ações de saúde que englobam a promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.
    é desenvolvida por meio do exercício de práticas gerenciais e sanitárias, democráticas e participativas sobre a forma do trabalho em equipe e dirigidas a populações de território* (território-processo) bem delimitado, pelos quais assume responsabilidade.

    atenção básica

  • utiliza tecnologias de elevada complexidade e baixa densidade que devem resolver os problemas de saúde das populações, de maior freqüência e relevância". as tecnologias empregadas na atenção básica são de menor densidade e maior complexidade, porque se utilizam, por um lado, de recursos de baixo custo, no que se refere a equipamentos diagnósticos e terapêuticos, e, por outro lado, incorporam instrumentos tecnológicos advindos das ciências sociais (antropologia, sociologia e história) e humanas (economia, geografia etc) na compreensão do processo saúde-doença e na intervenção coletiva e individual. (mendes, e.v.1996).

  • a atenção básica é o contato preferencial dos usuários com o sistema de saúde e orienta-se pelos princípios do sus da universalidade, acessibilidade (ao sistema), integralidade, eqüidade e da continuidade da atenção à saúde, responsabilização, humanização, vínculo, equidade e participação social.

  • PRINCÍPIOS GERAIS

    a estratégia de saúde da família visa à reorganização da atenção básica no país, de acordo com os preceitos do sistema único de saúde. além dos princípios gerais da atenção básica, a estratégia saúde da família deve:
    i - ter caráter substitutivo em relação à rede de atenção básica tradicional nos territórios em que as equipes saúde da família atuam;

    princípios gerais

  • DA INFRA-ESTRUTURA E DOS RECURSOS NECESSÁRIOS

    são itens necessários à implantação das equipes de saúde da família:
    i - existência de equipe multiprofissional responsável por, no máximo, 4.000 habitantes, sendo a média recomendada de 3.000 habitantes, com jornada de trabalho de 40 horas semanais para todos os seus integrantes e composta por, no mínimo, médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de saúde;

    da infra-estrutura e dos recursos necessários

  • ii - número de acs suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com um máximo de 750 pessoas por acs e de 12 acs por equipe de saúde da família;
    iii - existência de unidade básica de saúde inscrita no cadastro geral de estabelecimentos de saúde do ministério da saúde, dentro da área para o atendimento das equipes de saúde da família que possua minimamente:

  • a) consultório médico e de enfermagem para a equipe de saúde da família, de acordo com as necessidades de desenvolvimento do conjunto de ações de sua competência;
    b) área/sala de recepção, local para arquivos e registros, uma sala de cuidados básicos de enfermagem, uma sala de vacina e sanitários, por unidade;
    c) equipamentos e materiais adequados ao elenco de ações programadas, de forma a garantir a resolutividade da atenção básica à saúde;

  • iv - garantia dos fluxos de referência e contra-referência aos serviços especializados, de apoio diagnóstico e terapêutico, ambulatorial e hospitalar; e
    v - existência e manutenção regular de estoque dos insumos necessários para o funcionamento da ubs.

  • São itens necessários à incorporação de profissionais de saúde bucal nas Equipes de Saúde da Família:

    i - no caso das equipes de saúde bucal (esb), modalidade 1: existência de equipe multiprofissional, com composição básica de cirurgião dentista e auxiliar de consultório dentário, com trabalho integrado a uma ou duas esf, com responsabilidade sanitária pela mesma população e território que as esf às quais está vinculada, e com jornada de trabalho de 40 horas semanais para todos os seus componentes;

    são itens necessários à incorporação de profissionais de saúde bucal nas equipes de saúde da família:

  • ii - no caso das esb, modalidade 2: existência de equipe multiprofissional, com composição básica de cirurgião dentista, auxiliar de consultório dentário e técnico de higiene dental, com trabalho integrado a uma ou duas esfs, com responsabilidade sanitária pela mesma população e território que as esfs, às quais está vinculada, e com jornada de trabalho de 40 horas semanais para todos os seus componentes;
    iii - existência de unidade de saúde inscrita no cadastro geral de estabelecimentos de saúde do ministério da saúde, dentro da área para atendimento das equipes de saúde bucal, que possua minimamente:


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ATENÇÃO BÁSICA
  • PRINCÍPIOS GERAIS
  • DA INFRA-ESTRUTURA E DOS RECURSOS NECESSÁRIOS
  • São itens necessários à incorporação de profissionais de saúde bucal nas Equipes de Saúde da Família:
  • É prevista a implantação da estratégia de Agentes Comunitários de Saúde nas Unidades Básicas de Saúde como uma possibilidade para a reorganização inicial da Atenção Básica. São itens necessários à organização da implantação dessa estratégia:
  • DO PROCESSO DE TRABALHO DA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • Para a realização do cadastro e acompanhamento das famílias são utilizados os seguintes instrumentos:
  • As informações são recolhidas em fichas de cadastramento e de acompanhamento que são analisadas a partir dos relatórios, e estes se constituem nos seguintes instrumentos de consolidação de dados:
  • Atividade 2
  • Atribuições dos membros da Equipe de Saúde da Família - Portaria Nº 648, de 28 de Março de 2006
  • Do Enfermeiro do Programa Agentes Comunitários de Saúde
  • Do Enfermeiro
  • Do Médico
  • Do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem
  • Atribuições específicas do Agente Comunitário de Saúde