Curso Online de Nutrição e Cicatrização

Curso Online de Nutrição e Cicatrização

Como nutrientes e micronutrientes podem auxiliar na cicatrização.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Como nutrientes e micronutrientes podem auxiliar na cicatrização.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Graduado em bacharelado em bioquímica, licenciatura em química e também em biologia. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • NUTRIÇÃO E CICATRIZAÇÃO

  • Uma avaliação do estado nutricional do paciente em processo de cicatrização é essencial para obtenção de dados relacionados ao risco de integridade diminuída da pele.Além disso, a avaliação e monitorização do estado nutricional previnem quadros de desnutrição proteico-calórica grave que alteram a regeneração tissular, a reação inflamatória e a função imune.

  • HISTOLOGIA DA PELE

    HISTOLOGIA DA PELE

    A pele e seus anexos (unhas, pelos, unhas, glândulas sudoríparas e sebáceas) fazem parte do sistema tegumentar.

  • A pele é o maior órgão do corpo humano, sendo responsável pela proteção contra atrito, perda de água, radiação ultravioleta e invasão de microrganismos. Participa ainda no processo de termorregulação e desempenha um papel importante na percepção do tato.

  • Três camadas básicas formam a estrutura da pele: a epiderme, a derme e uma camada de gordura chamada hipoderme ou tela de tecido subcutâneo. Muitos consideram que a pele é constituída por duas camadas distintas: a epiderme e a derme.

  • Pode se dizer que a pele é composta por duas camadas, a epiderme formada por epitélio estratificado pavimentoso queratinizado e a derme formada por conjuntivo frouxo e conjuntivo denso não modelado. Subjacente à pele encontra-se um tecido adiposo subcutâneo, a hipoderme. As duas camadas apresentam células especializadas e entre elas destacam-se os queratinócitos encontrados na epiderme e os fibroblastos e macrófagos encontrados na derme.

  • HISTOLOGIA DA PELE

    HISTOLOGIA DA PELE

    A pele é o maior órgão do corpo humano sendo constituída por duas camadas; a epiderme e a derme e além dessas tem uma camada subcutânea, a hipoderme; desempenhando três funções principais: transmissão de estímulos e sensações, regulação da temperatura corporal e proteção.

  • A camada mais externa da epiderme, o estrato córneo, está diretamente ligada à função barreira da pele, evitando a desidratação excessiva, mantendo a pele hidratada.

  • A pele é uma fronteira ativa que se interpõe entre o organismo e o ambiente, constituindo cerca de 16% do peso corporal. É responsável por funções defensivas e regulatórias como a proteção contra agressões mecânicas, que é medida pela deformação reversível de sua estrutura; a limitação da absorção de substâncias (função barreira).

  • A pele também é responsável pela absorção da radiação ultravioleta (UV) e síntese de vitamina D; controle da temperatura e estabilização da pressão sanguínea.

  • Fonte: http://s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2011/03/17/620x717-vitamina-d.jpg


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • HISTOLOGIA DA PELE
  • NUTRIÇÃO E CICATRIZAÇÃO
  • FERRO
  • COBRE
  • ZINCO
  • ÚLCERAS POR PRESSÃO
  • PROTEÍNAS
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS