Curso Online de Tuberculose

Curso Online de Tuberculose

Características do agente; órgãos mais acometidos; modo de transmissão; população mais vulnerável; vigilância epidemiológica; manifestaçõ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Características do agente; órgãos mais acometidos; modo de transmissão; população mais vulnerável; vigilância epidemiológica; manifestações clínicas; sinais e sintomas; complicações; diagnóstico; PPD; tratamento; fase de ataque e manutenção; medicamentos; esquema para multiresistentes; TDO; formas de prevenção; quimioprofilaxia para pacientes HIV+; controle dos comunicantes; orientações de enfermagem.


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Turberculose

    Turberculose

    Enfª Priscila S Delpintor
    07/2015

  • Característica do Agente

    Agente etiológico – Mycobacterium tuberculosis
    Descoberto por Robert Koch em 1882.
    Não possui flagelos, não forma esporos, não é encapsulado.
    Parasito intracelular facultativo – sobrevive e se multiplica no interior de células fagocitárias.
    Podem ficar por longos períodos em estado de dormência.

    Característica do Agente

  • Não produz toxinas.
    É aeróbia estrita, precisa de O² para crescer e se multiplicar.
    Sensível a luz solar.
    Tem conteúdo lipídico na parede celular.
    Resistente a dessecação e ao ambiente escuro, podem sobreviver por anos no ambiente externo.

  • Órgãos mais acometidos

    Meninges
    Laringe
    Ossos
    Linfonodo
    Pleura
    Pulmão
    Coluna vertebral
    Rins

    Órgãos mais acometidos

  • Modo de transmissão

    Por contato pelas gotículas na fala, espirro, tosse.

    Somente pessoas doentes com tuberculose pulmonar e laríngea transmitem a doença.

    Indivíduo entra em contato com o Bacilo de Koch e pode ou não desenvolver a doença, dependerá da ação de resistência natural.

    Modo de transmissão

  • Após a inalação dos bacilos esses atingem os alvéolos (primoinfecção), onde provocam uma reação inflamatória e exsudativa do tipo inespecífico. A infecção benigna pode atingir linfonodos e outras estruturas; em 90% dos indivíduos infectados, o sistema imunológico consegue impedir o desenvolvimento da doença. Em 5% dos indivíduos, observa-se a implantação dos bacilos no parênquima pulmonar ou linfonodos, iniciando-se a multiplicação e originando-se o quadro de Tuberculose primária.

  • População mais vulnerável

    População indígena: 4 vezes
    Pessoas vivendo com HIV: 30 vezes
    População em liberdade privada: 40 vezes
    População em situação de rua: 60 vezes

    Essa população é um grande desafio para o Programa de Controle da Tuberculose

    População mais vulnerável

  • Vigilância epidemiológica

    Tem como objetivo reduzir a transmissão do bacilo da Tuberculose na população, por meio das ações de diagnóstico precoce e tratamento; busca de bacilíferos dentro da população de sintomáticos respiratórios e contatos de casos.

    Notificação - Doença de notificação compulsória e investigação obrigatória.

    Vigilância epidemiológica

  • Manifestações clínicas

    Indivíduo que apresente tosse por 3 semanas ou mais é considerado “sintomático respiratório”, o que caracteriza clinicamente o suspeito de tuberculose.

    80% a 85% localiza-se nos pulmões. Nos casos extrapulmonares < 15 anos ganglionar, > 15 anos pleural, óssea, ocular, geniturinária, meníngea.

    Manifestações clínicas

  • Sinais e Sintomas

    Comprometimento do estado geral
    Febre baixa vespertina com sudorese
    Inapetência
    Emagrecimento

    Sintomas respiratórios

    Tosse (presente em todos os pacientes)
    Hemoptise
    Dispneia
    Dor torácica (comprometimento da pleura)
    Rouquidão

    Sinais e Sintomas

  • Complicações

    Distúrbio ventilatório
    Infecções respiratórias de repetição
    Formação de bronquiectasias
    Hemoptise
    Atelectasias
    Empiemas

    Complicações


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Turberculose
  • Característica do Agente
  • Órgãos mais acometidos
  • Modo de transmissão
  • População mais vulnerável
  • Vigilância epidemiológica
  • Manifestações clínicas
  • Sinais e Sintomas
  • Complicações
  • Diagnóstico
  • Diagnóstico clínico
  • O que pode interferir no resultado PPD
  • Tratamento
  • Fase ataque
  • Medicamentos
  • Tratamento em crianças
  • Esquema para multiresistentes
  • TDO – Tratamento Diretamente Observado
  • Incentivos oferecidos ao paciente com o TDO
  • Comunicante / Contactuante
  • Formas de prevenção
  • Controle dos comunicantes
  • Busca ativa
  • Controlar os comunicantes
  • Orientações de enfermagem
  • Profissionais da saúde e TB