Curso Online de Antineoplásicos
5 estrelas 8 alunos avaliaram

Curso Online de Antineoplásicos

Conheça as principais classes de medicações antineoplásicas, sua aplicação, princípio e forma de ação no combate aos diversos tipos de câ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Conheça as principais classes de medicações antineoplásicas, sua aplicação, princípio e forma de ação no combate aos diversos tipos de câncer.

Possui Mestrado em Medicina: Ciências Médicas pela Universidade federal do Rio Grande do Sul, graduação em Biomedicina pela Universidade Feevale com habilitação em Patologia Clínica e graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura Plena pela Universidade Luterana do Brasil. Possui experiência em Análises Clínicas e Citogenética. Atualmente é o Doutorando em Ciências Biológicas: Farmacologia e Terapêutica na UFRGS, Biomédico no Hospital Dom João Becker e Biomédico plantonista no Hospital Municipal Getúlio Vargas.


- Gláucia Daniele Pereira Assis

- Márcia Seixas Vieira

- Lucilene Pereira Mesquita Da Silva

- Lucas Diniz Dos Santos

- Marcos Henrique De Souza Prado

- Ryan Akiyama De Medeiros

- Luana Rosa Ferreira

- Elvis Diniz Imoto

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ANTINEOPLÁSICOS

    ANTINEOPLÁSICOS

    Prof. MS. Thiago Aley Brites de Freitas

  • Definições

    Definições

    Câncer: divisão celular acelerada; mutações em células somáticas.
    Tumor maligno: gera outros neoplasmas = metástase

    (BASILE, 2007)

  • Iniciação: Mutação que pode aumentar→ proliferação

    Progressão: Outra mutação na mesma linhagem

    Transformação: Mais mutações que ocasionam alteração da morfologia e orientação

    Invasão: Célula transformadora invade tecidos e órgãos

    (DE ANDRADE, 2007)

  • Acúmulo de mutações na mesma linhagem celular

    Acúmulo de mutações na mesma linhagem celular

    (DE ANDRADE, 2007)

  • Tipos de câncer

    Tipos de câncer

    - Melanoma: células formadoras de melanina - Carcinoma: células epiteliais - Adenocarcinoma: glândulas - Sarcoma: células mesodérmicas
    (tecido conectivo) - Osteossarcoma: tecido ósseo - Linfoma: gânglios - Leucemia: sangue
    *Maiores incidências: próstata, mama, pulmão, coloretal, bexiga, útero

    (BASILE, 2007)

  • Dificuldades de cura

    Dificuldades de cura

    1) Diagnóstico precoce (Papanicolau; Raio-X; Cintilografia; Tomografia; ressonância). Quanto mais cedo for realizado o diagnóstico maior as chances de cura.

    2) Fármaco com ação específica. A maioria dos fármacos existente afeta as células sadias também.
    3) Aumento da dose = Aumento das reações adversas

    (BASILE, 2007)

  • Terapêutica

    Terapêutica

    Tratamento especializado               
    Tipo de câncer                                 
    Condições do paciente 
    Fármaco        
    Dose   
    Posologia
    Ciclos de posologia
    Associação medicamentosa

    (BASILE, 2007)

  • Quimioterápicos

    Quimioterápicos

    Classificação:
    Alquilantes
    Antimetabólitos
    Antibióticos
    Alcalóides
    Anti-hormônios
    Hormônios
    Inibição da topoisomerase
    Enzima
    Imunomodulador

    (BASILE, 2007)

  • Alquilantes

    Alquilantes

    São doadores de radicais alquila
    (R-CH2-); substâncias que em contato com as células cancerígenas ou não, entram no núcleo da célula hospedeira atingindo o ARN, responsável pela síntese protéica. Quando a célula se duplica liga-se ao radical alquila (ligação irreversível), não ocorrendo o seu desenvolvimento. São fármacos que formam ligação covalente cruzada com a dupla hélice.              

    (BASILE, 2007)

  • Alquilantes - exemplos:

    Alquilantes - exemplos:

    - altretamina; - bussulfano;
    - carboplatina; - carmustina;
    - ciclofosfamida; - cisplatina;
    - clorambucila; - dacarbazina;
    - estreptozocina; - ifosfamida;
    - lomustina; - melfalana;
    - mecloretamina; - tiotepa;
    - trietilenotiofosfamida

    (BASILE, 2007)

  • Alquilantes – Classes:

    Alquilantes – Classes:

    Mostardas nitrogenadas: a absorção e a distribuição variam amplamente. Apresentam meia-vida mais intermediária do que a mecloretamina. Eficazes no tratamento da doença de Hodgkin e a leucemia.

    (DESTRUTI, 2004)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ANTINEOPLÁSICOS
  • Definições
  • Acúmulo de mutações na mesma linhagem celular
  • Tipos de câncer
  • Dificuldades de cura
  • Terapêutica
  • Quimioterápicos
  • Alquilantes
  • Alquilantes - exemplos:
  • Alquilantes – Classes:
  • Antimetabólitos
  • Antibióticos
  • Alcalóides
  • Anti-hormônios
  • Hormônios
  • Inibição da topoisomerase
  • Enzima
  • Imunomodulador
  • Toxicidade
  • Fases do ciclo celular (mitose)
  • Referências Bibliográficas