Curso Online de Antioxidantes

Curso Online de Antioxidantes

Inibindo o estresse oxidativo.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Inibindo o estresse oxidativo.

Doutorando em ciência e tecnologia de alimentos. Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Graduado em bacharelado em bioquímica, licenciatura em química e também em biologia. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • ANTIOXIDANTES

    Químico e Especialista em Nutrição Clínica e Esportiva Walisson

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    O organismo humano está sujeito ao estresse oxidativo causado por radicais livres provenientes do meio ambiente ou geradas pelo próprio organismo.

    Entre as biomoléculas alvo dessas espécies encontram-se as que compõem membranas celulares, proteínas, DNA e RNA, cujas alterações podem levar a inúmeros problemas de saúde.

  • A utilização de agentes antioxidantes na inibição dos danos oxidativos provocados pelo excesso de radicais livres é muito importante na prevenção ou tratamento de várias doenças. Assim, o conhecimento das fontes alimentares e dos mecanismos de ação dos principais antioxidantes dietéticos (vitaminas, compostos fenólicos e carotenóides) permite sua utilização consciente e segura e os torna uma alternativa à manutenção de uma vida saudável.

  • O termo oxidação de uma substância era comumente definido como a incorporação de oxigênio em sua estrutura. Atualmente, pode ser mais precisamente definido como sendo a conversão de uma substância química em um derivado com menor número de elétrons. Oxidação, portanto, é a perda de um ou mais elétrons para outra substância e o procedimento inverso pode ser considerado como redução.

  • Os organismos vivos interagem com o meio ambiente visando manter um ambiente interno que favoreça a sobrevivência, o crescimento e a reprodução. O oxigênio molecular (O2) obtido da atmosfera é vital para organismos aeróbios; contudo, espécies reativas quando formadas em excesso intracelularmente a partir do oxigênio ameaçam a integridade celular por meio da oxidação de biomoléculas, e podem comprometer processos biológicos importantes.

  • A disponibilidade de informações sobre a composição de alimentos é essencial para a avaliação da dieta e para as pesquisas epidemiológicas que relacionam dieta, saúde e doença. O conhecimento sobre os compostos antioxidantes facilita a identificação da relação entre a dieta e a prevalência de enfermidades crônicas, além de viabilizar a definição da magnitude das inadequações dietéticas e oferecer subsídios para a educação alimentar e para o estabelecimento de metas e guias alimentares que promovam estilos de vida mais saudáveis .

  • O consumo de frutas é de extrema importância, uma vez que estas possuem um elevado valor nutricional e diversas propriedades medicinais. Além disso, são encontrados compostos bioativos, como polifenóis e carotenoides. Tais compostos bioativos combatem espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, estimulam o sistema imune, regulam a expressão de genes envolvidos na proliferação celular e modulam o metabolismo hormonal.

  • RADICAIS LIVRES

    RADICAIS LIVRES

    Os radicais livres são espécies químicas que contem um ou mais elétrons desemparelhados, característica esta que lhes confere instabilidade, meia-vida curta e alta reatividade química. Essa alta reatividade química e a grande responsável pela instabilidade da espécie, uma vez que essas moléculas tendem a acoplarem seus elétrons não pareados com um outro que esteja presente em estruturas próximas a sua formação.



  • Além dos radicais livres, existem outras espécies não radicalares como o peróxido de hidrogênio e o ácido hipocloroso, também fortemente oxidantes, que em conjunto se denominam ESPÉCIES REATIVAS.

  • Embora certo nível espécies reativas esteja envolvido na regulação de processos fisiológicos, o excesso na produção destes compostos leva à superestimulação de algumas vias intracelulares, o que geralmente está associado ao aparecimento de diversas doenças.

  • O oxigênio é um elemento indispensável para a vida pode, em determinadas situações, pode conduzir a efeitos deletérios sobre o corpo humano. A maioria dos efeitos potencialmente nocivos do oxigênio é devida à formação e atividade de vários compostos químicos, conhecidos como espécies reativas de oxigênio (ROS) que incluem os radicais de oxigênio e vários agentes oxidantes não radicais, como HClO (ácido hipocloroso), peróxido de hidrogênio, ozônio, etc. Os danos oxidativos causados pelas espécies reativas podem ser aceleração do envelhecimento, carcinogênese, neurodegeneração e aterosclerose dentre outras patologias.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • RADICAIS LIVRES
  • PEROXIDAÇÃO LIPÍDICA
  • EXEMPLO DE DOENÇA CORRELACIONADA COM OS RADICAIS LIVRES
  • ANTIOXIDANTES
  • CLASSIFICAÇÃO DOS ANTIOXIDANTES
  • COMPOSTOS FENÓLICOS
  • CAROTENOIDES
  • VITAMINAS ANTIOXIDANTES
  • ZINCO
  • ENZIMAS ANTIOXIDANTES
  • CHÁS
  • ÁCIDO LIPÓICO
  • SELÊNIO
  • DPPH
  • FITOCOSMÉTICOS
  • INIBIÇÃO DA PEROXIDAÇÃO LIPÍDICA
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS