Curso Online de aplicação de injétaveis teórico pratico
5 estrelas 12 alunos avaliaram

Curso Online de aplicação de injétaveis teórico pratico

o curso de apliação de injetaáveis é um curso teórico prático com tecnicas de aplicação e inlustrações dos musculos e ângulos para aplia...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

o curso de apliação de injetaáveis é um curso teórico prático com tecnicas de aplicação e inlustrações dos musculos e ângulos para apliacação e tambem tecnica de lavagens das mãos,destarte de matérial e como dever proceder um bom aplicador,curso destinado a todos na aréa da saúde.

FARMACÊUTICO GENERALISTA,ESPECIALISTA EM ESTRATÉGIA DE SAÚDE NA FAMÍLIA,DERMATICISTA FUNCIONAL.


- Marcio Eliseu Costa Machado

- Josiane Goncalves Velozo Garcia

- Fernando Picolo Neto

- Ana Claudia Souza Silva

- Adriana Maria Da Silva

- Jessica Araujo Tavares

- Wanderley Corbine

- Isaias Paiva Ribeiro Neto

- Vanderlei Aparecido Dias Fernandes

- Cleidia Soares De Jesus Souza

- Isabel Cristina Sanches Silva

- Heverdyon Antônio De Almeida

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • APLICAÇÃO DE INJETÁVEIS

    APLICAÇÃO DE INJETÁVEIS

    TEÓRICO-PRÁTICO

  • O bom aplicador

    O bom aplicador

    A aplicação de injeções é um serviço de grande responsabilidade que, quando utilizado,traz benefícios para toda a população. Porém,qualquer erro cometido durante o exercício desse tipo de atividade pode causar uma série de danos graves, muitas vezes irreversíveis, à saúde. Por isso, o uso da técnica e higienização corretas é de suma importância, devendo o aplicador possuir devida habilidade e conhecimento para tal.

  • O bom aplicador deve:

    O bom aplicador deve:

    Tratar o cliente com delicadeza e atenção;
    Mostrar segurança em suas ações;
    Ter boa apresentação pessoal;
    Mostrar interesse pelo bem estar do cliente;
    Ser confiável;
    Utilizar a receita médica ao fazer as aplicações;
    Ser bem humorado;
    Ter ética profissional; e
    Fazer as aplicações com capricho e atenção.

  • Apresentação pessoal

    Apresentação pessoal

    Roupa limpa e em ordem;
    Cabelos bem penteados;
    Unhas curtas e limpas;
    Sem mau hálito e odor de suor;
    Homens: barba feita ou bem aparada;
    Mulheres: pintura discreta e cabelos presos; e
    Aparência e modos que demonstrem maturidade.

  • Injeções não devem ser aplicadas por menores de idade, pois o aplicador está sujeito a penalidades legais em caso de erro comprovado por imperícia, negligência ou imprudência.
    Como tratar o cliente
    Como reagir às reações emocionais dos clientes e facilitar as aplicações.

  • Tipos de cliente:

    Tipos de cliente:

    Calmos e colaboradores, sem medo de injeção: Basta ser gentil, proporcionando o máximo de conforto.

  • Ansiosos e estressados com a perspectiva da dor:

    Ansiosos e estressados com a perspectiva da dor:

    Explique o que será feito;
    Aplique a injeção no cliente sentado;
    Mostre-se calmo e colaborador;
    Oriente-o quanto à posição mais favorável para relaxar;
    Desvie sua atenção contando algum fato interessante ou engraçado durante o preparo e aplicação da injeção;
    Para distrair a atenção do cliente, peça para que o mesmo respire profundamente,soltando o ar pela boca, enquanto toma a injeção.

  • O desvio da atenção diminui a percepção da dor.

    O desvio da atenção diminui a percepção da dor.

    Mal-humorados, implicantes ou ameaçadores:
    Mantenha a calma e não demonstre impaciência; e Ponha-se ao seu lado para desarmar resistências, usando argumentos ponderados e firmes.

  • Crianças inquietas e resistentes:

    Crianças inquietas e resistentes:

    É praticamente impossível argumentar com elas. É fundamental manter a calma e nunca ser ríspido, pois isso só piora a situação.
    Tente acalmá-las, porém, sem mentir para não perder sua confiança;
    Evite que ela veja o preparo da injeção e a seringa;
    Peça auxílio do acompanhante para segurar a criança;
    Faça os procedimentos o mais rápido possível;
    Recompense-a ao final da aplicação com balas ou chocolates, sempre que possível,
    com autorização dos pais; e
    Elogios à sua “coragem” também são úteis.

    Lembre-se: o bom humor facilita o contato. Nunca perca a calma!

  • A sala de aplicação

    A sala de aplicação

    A área física das salas de aplicação de injeções deve obedecer às normas da vigilância sanitária local. Salvo exceções, normalmente encontramos os seguintes itens na sala de aplicações:
    • Pia;
    • Torneira, de preferência, com acionamento automático;
    • Sabão líquido ou em barra;
    • Toalha (preferencialmente de papel);
    • Álcool (a 70% P/V, se possível) ou 70ºGL ou Alcohol Swabs;
    • Bolas de algodão seco em pote fechado;
    • Bancada para o preparo das injeções;
    • Lixeira com pedal e tampa revestida com saco plástico padrão ABNT;

  • Recipiente de parede rígida para descartar seringas, agulhas, ampolas, frascos ampolas usados, etc (Descartex®);
    Livro de registro nas localidades onde é exigido;
    • Cadeira e suporte para braço;
    • Garrote (caso se aplique injeções intravenosas);
    • Seringas agulhadas e agulhas avulsas;
    • Luvas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • APLICAÇÃO DE INJETÁVEIS
  • O bom aplicador
  • Apresentação pessoal
  • Tipos de cliente:
  • Ansiosos e estressados com a perspectiva da dor:
  • O desvio da atenção diminui a percepção da dor.
  • Crianças inquietas e resistentes:
  • A sala de aplicação
  • Seringas e agulhas
  • Formas de apresentação da medicação injetável
  • Cuidados gerais na administração de injetáveis
  • Escolha da seringa e agulha
  • Cuidados de higiene necessários para o preparo e aplicação de injeções
  • TÉCNICA
  • QUANDO LAVAR AS MÃOS
  • Preparo da injeção
  • Vias de aplicação
  • Injeção intramuscular (IM)
  • Material necessário:
  • Músculos utilizados
  • Local de aplicação:
  • Execução da técnica
  • Nádega ou região dorsoglútea
  • Posições indicadas:
  • Volume máximo de líquido:
  • Execução da técnica
  • Técnica em Z ou trilha em Z
  • Quadril ou região ventroglútea ou Hostchester
  • Volume máximo de líquido:
  • Posições indicadas:
  • Execução da técnica
  • Coxa ou lateral externa da coxa
  • Volume máximo de injeção:
  • Local da aplicação:
  • Posição:
  • Execução da técnica
  • Injeção subcutânea (SC)
  • Volume máximo:
  • Locais de aplicação:
  • Material necessário
  • Técnica de preparo de injeções subcutâneas
  • Técnica de preparo de insulina
  • Técnica de aplicação
  • Como calcular o IMC (Índice de Massa Corpórea):
  • Interpretação:
  • Injeção intradérmica (ID)
  • Material necessário
  • Local da aplicação:
  • Posição:
  • Quantidade:
  • Técnica de aplicação
  • Injeção intravenosa (IV) ou Endovenosa (EV)
  • Material necessário
  • Locais de aplicação
  • Posição:
  • Execução da técnica
  • Descarte do material utilizado
  • Observação
  • Dor
  • Abscessos sépticos:
  • Tonturas e desmaios depois da aplicação das injeções:
  • Reação alérgica aos medicamentos: