Curso Online de Vigilância Epidemiológica

Curso Online de Vigilância Epidemiológica

abordagem breve sobre a história da vigilância Epidemiológica, assim como sua criação, funções, atribuições, qualidades. Lista de doenças...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

abordagem breve sobre a história da vigilância Epidemiológica, assim como sua criação, funções, atribuições, qualidades.
Lista de doenças de notificação compulsória(DNC)

4 horas.


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

    VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

    4 horas

    Profª Letícia F. Povinske Domingues

  • HISTÓRICO

    O termo vigilância epidemiológica é recente, porém seu conceito existe há muito tempo. O principal objetivo da vigilância epidemiológica sempre foi coletar e analisar dados e fatos que pudessem desencadear ações de prevenção e combate às doenças.

  • Desde os primórdios da raça humana, os povos já sabiam como trocar informações sobre pragas e doenças que atingiam não só homens mas também a flora e fauna, no entanto o acompanhamento sistemático deste tipo de dado, visando proteger a saúde, é um procedimento que surgiu após o século XVII, e que só no século XX se consolidou como uma rede de coleta, análise e divulgação de estatísticas vitais.

  • No final do século XIX, para controlar as pestes, tanto no Brasil como no resto do mundo os serviços de saúde pública começam a se organizar. Nos EUA surgiram centros como o Comunicable Diseases Center. Em 1965 surge o termo vigilância epidemiológica e a OMS cria uma Unidade de Vigilância Epidemiológica na Divisão de Doenças Transmissíveis.

  • Usando os conceitos de polícia médica, as primeiras ações se limitavam à vigilância de pessoas, com ações individuais de isolamento e quarentena. Com o tempo ocorre maior intercâmbio comercial entre países e surgem conceitos ambientais de controle, como vacinação, saneamento ambiental e controle de vetores.

  • Na década de 50, nos EUA, surge um sistema de informação sobre doenças chamado Serviço de Inteligência para Epidemias, com o objetivo de detectar epidemias precocemente, possibilitando a defesa contra uma possível guerra biológica.
     

  • A Lei Orgânica da Saúde (Lei 8.080/90) define a vigilância epidemiológica como “o conjunto de atividades que permite reunir a informação indispensável para conhecer, a qualquer momento, o comportamento ou história natural das doenças, bem como detectar ou prever alterações de seus fatores condicionantes, com o fim de recomendar oportunamente, sobre bases firmes, as medidas indicadas e eficientes que levem à prevenção e ao controle de determinadas doenças”.

     

  • A Vigilância Epidemiológica é um sistema rápido e eficaz podendo funcionar como um auxiliar ao diagnóstico. Por exemplo: uma síndrome exantemática passa a ser vista de outra forma quando se sabe estar ocorrendo uma epidemia de sarampo.
    Lei Complementar 003/96 artigo 09 , parágrafo único que dispõe sobre o Sistema Municipal de Vigilância à Saúde Epidemiológica que contempla a zoonose

  • Avaliação da Vigilância Epidemiológica
    Atualmente usa-se em todo mundo as diretrizes propostas pelo CDC(Center of Diseases Control and Prevention) para avaliação da vigilância epidemiológica. Este procedimento favorece a comparação de dados encontrados em qualquer lugar do planeta, possibilitando intercâmbio de dados.

  • No andamento desta avaliação, são utilizados indicadores epidemiológicos e operacionais:

  • Epidemiológicos: as freqüências, incidências, prevalências, mortalidade e letalidade de cada doença são avaliadas para indicar a importância do agravo à saúde. Dentro desta ótica também é possível avaliar o impacto real de ações de combate aos agravos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA