Curso Online de ARTICULAÇÃO DO QUADRIL

Curso Online de ARTICULAÇÃO DO QUADRIL

CURSO COM MATERIAL SOBRE O QUADRIL,AVALIAÇÃO DA ARTICULAÇÃO, TESTES PARA AVALIAR ESSA ARTICULAÇÃO, ARTROPLASTIA DO QUADRIL, OS TIPOS DE ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO COM MATERIAL SOBRE O QUADRIL,AVALIAÇÃO DA ARTICULAÇÃO, TESTES PARA AVALIAR ESSA ARTICULAÇÃO, ARTROPLASTIA DO QUADRIL, OS TIPOS DE PRÓTESES, OS TIPOS DE CIRURGIAS, E AS COMPLICAÇÕES.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • ARTROPLASTIA DE QUADRIL

    ARTROPLASTIA DE QUADRIL

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    O quadril é a junção do fêmur com a bacia.

    A articulação do quadril é uma junta entre uma esfera (cabeça do fêmur) e uma cavidade ( acetábulo), sendo estes cobertos por uma cartilagem, com espessura de aproximadamente três milímetros.

    As principais funções do quadril são suportar o peso corpóreo e oferecer movimento para a locomoção.

  • AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    A história clínica deve determinar a principal queixa do paciente e, caso exista, o mecanismo de lesão.
    A dor é comum nas patologias de quadril, sendo importante precisar sua localização, tipo, intensidade e fatores que levam a sua melhora ou piora.
    Esses dados auxiliam a desenvolver ou confirmar uma suspeita diagnóstica.

  • NA INSPEÇÃO

    NA INSPEÇÃO

    Deve-se procurar por qualquer cicatriz nessa região;contusão; edema; sinais de inflamação do quadril, pelv, coluna e extremidades inferiores; hipertrofias, hipotrofias ou atrofias musculares.
    É fundamental analisar a marcha do paciente obsrvando-s o comportamento do quadril e suas interações em todas as fases da marhca.
    Devem ser realizados testes de carga articular para avaliar a presença de dor durante a sustentação de peso.

  • NA PALPAÇÃO

    NA PALPAÇÃO

    É importante verificar a temperatura, sensibilidade, deformidade, e crepitação.
    As estruturas devem ser avaliadas: espinha ilíaca anterossuperior e anteroinferior; tuberculo púbico; adutor magno; reto femoral; bolsa do ilipsoas; triângulo femoral; ligamento inguinal; adutor longo; crista ilíaca; trocânter maior e menor; inserção do piriforme ; psoas; quadrado lombar; túber isquiático.
    Novamente, a ADM ativa e passiva e a força muscular devem ser testadas.

    Fonte: google imagens

  • PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    TESTE DO QUADRANTE (SCOUR)

    Posição do paciente: deitado em decúbito dorsal com flexão do quadril de 90º. Descrição do teste: o terapeuta posiciona-se ao lado da maca e segurando firmemente o membro inferior em flexão de 90º e adução, o examinador aduzindo e girando o quadril enquanto mantém uma pressão constante para baixo. Este movimento possibilitará ao examinador perceber qualquer alteração em relação ao quadril como rangido ou solavancos. Sinais e sintomas: o paciente poderá sentir rangidos dolorosos, bem como uma sensação de apreensão e temor. 

  • PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    FABER (FLEXÃO, ABDUÇÃO, ROTAÇÃO EXTERNA) OU TESTE DE PATRICK

    O paciente está deitado de barriga para cima, a perna a ser testada é colocada numa posição de "figura-4", em que o joelho é flectido e tornozelo é colocado em frente do joelho oposto. A anca é colocada em flexão, abdução e rotação externa (que é de onde vem o nome FABER). O examinador aplica uma força posterior contra a face medial do joelho. O teste é considerado positivo quando ocorre dor na virilha ou dor na nádega. Devido à força aplicada através da articulação da anca, o paciente pode experimentar dor na anca se a patologia se localiza nessa articulação.

    Fonte: google imagens

  • PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    SINAL DE TRENDELENBURG

    Posição do paciente: paciente em pé com apoio unipodal. Descrição do teste: O terapeuta instrui ao paciente para ficar sobre um apoio e observa a báscula da pelve, que em caso positivo, confirma uma fraqueza muscular do grupo abdutores do quadril, principalmente do músculo glúteo médio. Sinais e sintomas: Verifica-se a integralidade e o tônus muscular do grupo muscular abdutor do quadril do lado em que o paciente está sustentando o peso corporal, ou seja, quando o paciente levanta o membro inferior esquerdo, estará testando o grupo muscular abdutor do quadril do lado direito e quando levantar o membro inferior direito estará testando o grupo muscular abdutor do quadril do lado esquerdo.

    Fonte: google imagens

  • PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    TESTE DE THOMAS E TESTE DE THOMAS MODIFICADO

    Posição do paciente: deitado em decúbito dorsal e com flexão máxima de ambos os joelhos trazendo-os até o peito. Descrição do teste: o terapeuta instrui ao paciente que solte uma perna em extensão enquanto segura firmemente uma das pernas junto ao peito. O terapeuta deverá verificar a contratura em flexão apresentada pelo paciente utilizando-se de um goniômetro. O terapeuta posiciona o fulcro do goniômetro no trocanter maior do fêmur e uma das hastes ficará fixa em paralelo com a maca e a outra haste do goniômetro apontada para a face mediana da coxa. Sinais e sintomas: O paciente que possuir um encurtamento da musculatura flexora do quadril (reto femoral e íliopsoas), não conseguirá estender completamente a coxa sobre a maca, permanecendo em leve grau de flexão do joelho.

  • TESTE DE THOMAS E TESTE DE THOMAS MODIFICADO

    TESTE DE THOMAS E TESTE DE THOMAS MODIFICADO

    Fonte: google imagens

  • PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    PRINCIPAIS TESTES PARA AVALIAÇÃO DO QUADRIL

    TESTE DE ELY

    Posição do paciente: decúbito ventral com o joelho em flexão máxima. Descrição do teste: o terapeuta irá passivamente conduzir o movimento de flexão máxima do joelho até tentar encostar o calcanhar na nádega do paciente. Caso o paciente apresente contratura da musculatura flexora do quadril (reto femoral especificamente) o mesmo irá compensar realizando uma flexão do quadril, elevando a sua pelve, na tentativa de reduzir a tração sobre o músculo reto femoral. Sinais e sintomas: o paciente sentirá desconforto e alteração na face decorrente do estiramento da musculatura anterior.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ARTROPLASTIA DE QUADRIL
  • INTRODUÇÃO
  • ARTROPLASTIA DO QUADRIL