Curso Online de CURSO SOBRE SISTEMA LINFÁTICO

Curso Online de CURSO SOBRE SISTEMA LINFÁTICO

CURSO DESCREVE SOBRE O QUE É SISTEMA LINFÁTICO? SUAS FUNÇÕES? CONSTITUINTES? CLASSIFICAÇÃO? ÓRGÃOS LINFÁTICOS?

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 33,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO DESCREVE SOBRE O QUE É SISTEMA LINFÁTICO?
SUAS FUNÇÕES?
CONSTITUINTES?
CLASSIFICAÇÃO?
ÓRGÃOS LINFÁTICOS?

Formada no curso de fisioterapia. Crítica, admiradora e sempre em busca de conhecimentos CURSOS: urgências e emergências; Raios x; DRY NEEDLING; Semiologia pediátrica; Reabilitação do complexo de ombro; Abordagem fisiotetapêutica em órteses e prótese; VENTILAÇÃO MECÂNICA EM PEDIATRIA; URGÊNCIAS EM PEDIATRIA.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • SISTEMA LINFÁTICO

    SISTEMA LINFÁTICO

    Milian Oliveira

  • SISTEMA LINFÁTICO

    SISTEMA LINFÁTICO

    Sistema paralelo ao circulatório, constituído por uma vasta rede de vasos semelhantes às veias (vasos linfáticos), que se distribuem por todo o corpo e recolhem o líquido tissular que não retornou aos capilares sanguíneos, filtrando-o e reconduzindo-o à circulação sanguínea.

  • FUNÇÕES

    FUNÇÕES

    As células do sistema linfático protegem o organismo contra macromoléculas estranhas, vírus, bactérias e outros micro-organismos. Além disso, eliminam células alteradas e células velhas, especialmente as células sanguíneas.

  • CONSTITUINTES

    CONSTITUINTES

    Tecido linfóide

    O tecido linfoide (ou reticular) é um tipo especial de tecido conjuntivo rico em células de defesa, como os macrófagos, as células dendríticas apresentadoras de antígenos, os linfócitos B e T e os plasmócitos.

    Ele contém ainda as células reticulares, que formam um arcabouço de sustentação para as células de defesa, através da união dos seus prolongamentos e da produção das fibras reticulares, a matriz extracelular do tecido

  • CLASSIFICAÇÃO

    CLASSIFICAÇÃO

    Segundo a predominância de determinados componentes, o tecido linfoide pode ser classificado em frouxo, denso ou nodular.
    No tecido linfóide frouxo, predominam as células fixas, ou seja, células reticulares e macrófagos fixos, e, no tecido linfoide denso, as células livres, como os linfócitos, plasmócitos e macrófagos livres.
    O tecido linfoide nodular também tem uma presença maior de células livres, mas estas se reúnem em estruturas esféricas de 0,2 a 1mm de diâmetro, os nódulos linfáticos.

  • NÓDULOS LINFÁTICOS

    NÓDULOS LINFÁTICOS

    HE. 55x.

  • Como os linfócitos B apresentam pouco citoplasma e núcleo escuro, devido à cromatina condensada, os nódulos coram-se fortemente com a hematoxilina.
    O seu interior pode ser menos corado por causa dos linfócitos imaturos ou em atividade, com núcleos claros.
    Essa região foi denominada centro germinativo, pois nela ocorre grande proliferação de linfócitos.
    Possui ainda macrófagos especializados: as células foliculares dendríticas, que retêm antígenos na superfície, e as células dendríticas apresentadoras de antígenos, que fagocitam os antígenos e expõem os fragmentos na superfície.
    Isso facilita o encontro dos antígenos com os linfócitos.

  • As células são designadas dendríticas pelos numerosos prolongamentos. O termo folículo linfático é sinônimo de nódulo linfático, por isso, são também denominadas células foliculares.

  • Os nódulos linfáticos são encontrados, além dos órgãos linfoides, no tecido conjuntivo do tubo digestório, do trato respiratório e das vias urinárias, sujeitos à invasão de micro-organismos.

  • ÓRGÃOS LINFÁTICOS

    ÓRGÃOS LINFÁTICOS

    Tonsilas
    São aglomerados de tecido linfoide sob o epitélio da boca (tonsilas linguais) e da faringe (tonsila faríngea e tonsilas palatinas), que protege o organismo contra a entrada de moléculas estranhas junto com o ar ou com os alimentos.

    As tonsilas linguais são numerosas, têm pequeno diâmetro e situam-se no terço posterior da língua, sendo recobertas por epitélio estratificado pavimentoso, que forma uma cripta em cada tonsila.

    Há duas tonsilas palatinas. Elas estão entre a cavidade oral e a faringe. São constituídas por uma cápsula de tecido conjuntivo denso não modelado, que serve de barreira à propagação das infecções, tecido linfoide nodular e epitélio estratificado pavimentoso, que se invagina resultando nas criptas e é infiltrado pelos linfócitos.

  • Nas criptas, acumulam-se células epiteliais descamadas, linfócitos vivos e mortos e bactérias. Nas amigdalites, esses acúmulos aparecem como pontos purulentos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 33,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • SISTEMA LINFÁTICO
  • FUNÇÕES
  • CONSTITUINTES
  • CLASSIFICAÇÃO
  • NÓDULOS LINFÁTICOS
  • ÓRGÃOS LINFÁTICOS
  • LINFONODOS
  • BAÇO
  • TIMO
  • REFERÊNCIAS