Curso Online de Insuficiência Cardíaca Aguda - Fisiopatologia e tratamento fisioterápico

Curso Online de Insuficiência Cardíaca Aguda - Fisiopatologia e tratamento fisioterápico

Insuficiência Cardíaca Aguda - Fisiopatologia e tratamento fisioterápico.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 80,00 Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Insuficiência Cardíaca Aguda - Fisiopatologia e tratamento fisioterápico.

· 2006/2008 Colégio Agrícola de Camboriú/UFSC (Ensino Médio Profissionalizante)- Técnica em Informática. · 2011/2015 Universidade do Vale do Itajaí/UNIVALI - Curso de Odontologia.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA NO PROCESSO INFLAMATÓRIO

    TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA NO PROCESSO INFLAMATÓRIO

    Acadêmica:
    Karysma Della Torre

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Este trabalho abrangerá todo o processo da inflamação e o tratamento medicamentoso que é feito por fármacos pertencentes a dois grupos distintos e principais, que são os Corticosteroides e os Antinflamatórios não hormonais, que possuem mecanismos de ação parecidos, mas que agem em diferentes estágios do processo inflamatório. Dentre os dois grupos de fármacos principais, há uma grande variedade de medicamentos, principalmente no grupo dos AINEs, os mais utilizados na Odontologia, e este trabalho discutirá o mecanismo de ação e os efeitos benéficos e adversos proporcionado por esta gama de fármacos.

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    O processo inflamatório é uma resposta protetora direcionada para eliminar a causa inicial da lesão bem como as células e tecidos necróticos que resultam do insulto original. É desencadeada por infecções microbianas, agentes físicos, substâncias químicas, tecidos necróticos ou reações imunes.
    .(RUBI; FARBER, 1999)

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    Apesar de ser um mecanismo de defesa, quando exacerbada pode ser prejudicial em casos de reações de hipersensibilidade potencialmente fatais ou lesionar o órgão de maneira progressiva e permanente como uma inflamação crônica e fibrose subsequente.

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    A inflamação é composta por duas reações, a vascular e a celular.

    A inflamação pode se apresentar de duas formas, aguda e a crônica.

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    Aguda: rápida e curta duração - exsudação de líquido e proteínas plasmáticas e acúmulo de leucócitos (preferencialmente neutrófilos)

    Crônica: instala-se de forma lenta e com duração prolongada - influxo de linfócitos e macrófagos com proliferação vascular associada e fibrose.

  • INFLAMAÇÃO AGUDA

    INFLAMAÇÃO AGUDA

    Alterações do calibre vascular - aumento do fluxo sanguíneo, alterações estruturais que permitem a migração de células e proteínas plasmáticas para fora do vaso.
    Quimiotaxia - células de defesa migram para o local da lesão - substâncias secretadas por células lesadas.

  • Vasodilatação

    Aumento de permeabilidade vascular

    Plasma rico em proteínas extravasa

    Reduz a pressão osmótica intravascular e aumenta a pressão osmótica extravascular

  • Contração das células endoteliais

    Perda líquida torna as hemácias mais concentradas

    Estase

    histamina, bradicinina, leucotrienos

    Marginação

    Adesão estável

    Moléculas de adesao - selectinas

    Integrinas

    Leucócitos sofrem modificações no citoesqueleto - Diapedese

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    Substâncias exógenas e endógenas que atuam como fatores quimiotáticos (leucócitos cheguem à lesão), exemplos deste são os produtos bacterianos (peptídeos com terminal N-formilmetionina), citocinas, componentes do sistema complemento (C5a) e produtos da via da lipoxigenase do metabolismo do ácido araquidônico (leucotrieno B⁴).

    (ROBBINS E COTRAN,2006)

  • INFLAMAÇÃO

    INFLAMAÇÃO

    Para eliminar o agente causal:
    Fagocitose (substâncias nocivas);
    Produção e liberação de substâncias (enzimas losossomais, espécies reativas do oxigênio e nitrogênio);
    Produção de mediadores (citocinas e metabólitos do AA)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA NO PROCESSO INFLAMATÓRIO
  • INTRODUÇÃO
  • INFLAMAÇÃO
  • INFLAMAÇÃO AGUDA
  • INFLAMAÇÃO
  • INFLAMAÇÃO CRÔNICA
  • MEDIADORES QUÍMICOS
  • INFLAMAÇÃO
  • MEDIADORES QUÍMICOS
  • EFEITOS SISTÊMICOS
  • ANTIINFLAMATÓRIOS
  • AINEs
  • INIBIDORES DA COX-2
  • CORTICOESTERÓIDES
  • PRESCRIÇÃO
  • CONCLUSÃO