Curso Online de LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS

Curso Online de LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS

CARACTERIZAR AS PRINCIPAIS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS, MOSTRANDO AS ESTRUTURAS ANATÔMICAS ENVOLVIDAS.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

CARACTERIZAR AS PRINCIPAIS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS, MOSTRANDO AS ESTRUTURAS ANATÔMICAS ENVOLVIDAS.

GRADUADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PELA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO. PÓS GRADUAÇA



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS

    lesões por esforços repetitivos

    constitui o conjunto de distúrbios que acometem o sistema musculoesquelético e que são decorrentes de sobrecargas biomecânicas ocupacionais como: repetitividade, sobrecarga estática, excesso de força, vibração excessiva e posturas inadequadas, entre outras.

  • Sinais de alerta

    sinais de alerta

    as lesões por esforços repetitivos podem ter alguns sintomas que as indiquem,tais como:

    dor recorrente ou área dolorida no pescoço, ombros, nas costas, mãos ou punhos.
    alteração de sensibilidade.
    perda de força nas mãos, falta de resistência nos músculos, nos braços e ombros.
    os sintomas podem ser causados por áreas aparentemente não relacionadas, exemplo: falta de sensibilidade na mão ou dor na mesma, pode ser causada por pinçamento do nervo perto do ombro..

  • Principais lesões por esforços repetitivos

    principais lesões por esforços repetitivos

    epicondilite
    tenossinovite de de quervain
    dedo em gatilho
    tendinite do manguito rotador
    lombalgia
    síndrome do túnel do carpo
    síndrome do túnel cubital
    síndrome do canal de guyon
    síndrome do pronador
    síndrome do supinador

  • Epicondilite

    epicondilite

    as epicondilites são processos inflamatórios que ocorrem junto a inserção dos tendões ao nível do cotovelo.

  • Tenossinovite de De Quervain

    tenossinovite de de quervain

    corresponde à infamação da bainha sinovial tendínea da abdutor longo e extensor curto do polegar. pode ser ocasionada por atividade manuais extenuantes, mas também por doenças reumáticas (artrite, reumatóide ou artrite psoriática, por exemplo), variações congênitas, trauma agudo ou ser idiopática.

  • Dedo em Gatilho

    dedo em gatilho

    é uma tenossinovite digital que afeta particularmente, e em ordem decrescente, o 1º, 3º e 4º dedos e que resulta em constrição da polia sobreposta à articulação metacarpo-falangeana. um nódulo tendíneo pode se desenvolver no local da estenose. suas principais causas são: atividades repetitivas de preensão, diabete, hipotireoidismo, amiloidose, artrite reumatóide, artrite psoriática, sinovite nodular pigmentada e infecções. não deve ser confundida com a contratura de dupuytren.

  • Tendinite do Manguito Rotador

    tendinite do manguito rotador

    o tendão mais freqüentemente afetado é o supra-espinhoso. geralmente decorre de atividades intensas de rotação externa ou abdução, ou ainda por sustentação mantida do membro superior( sobrecarga estática). em alguns casos ocorre calcificação tendínea. pode ser acompanhada de bursite subacromial/subdeltóidea.

  • Lombalgia

    lombalgia

    continua sendo a principal queixa musculoesquelética entre trabalhadores. quando ocupacional, geralmente possuem origem multicausal: estiramento muscular/ligamentar, contratura, degeneração discal/articular, instabilidade, entre outras causas. as posturas impróprias e prolongadas, o excesso de peso, a movimentação errada e excessiva da coluna lombossacra, são freqüentemente incriminados.

  • Síndrome do Túnel do Carpo

    síndrome do túnel do carpo

    deve-se a um processo patológico do nervo mediano na região do carpo, que produz um quadro característico de dor e parestesia, podendo progredir para perda variável de sensibilidade e até para fraqueza da mão afetada. além de determinadas atividades laborais, muitas outras causas têm sido comumente encontradas nos indivíduos com está síndrome: obesidade, distúrbios metabólicos, variações congênitas, doenças do colágeno, gravidez, fraturas, traumas agudo, lesões expansivas, entre outras, ou ainda idiopática.

  • Síndrome do Túnel Cubital

    síndrome do túnel cubital

    corresponde à compressão do nervo ulnar, na altura do cotovelo, quando atravessa o epicôndilo medial, entre a porção fibrosa dos ligamentos ulnoumerais, as aponeuroses do músculo flexor ulnar do carpo e a cabeça ulnar. o trauma com fratura do úmero tem sido a causa mais comum desta síndrome.

  • Síndrome do Canal de Guyon

    síndrome do canal de guyon

    conseqüente à compressão do nervo ulnar ao nível do carpo. a causa mais comum é o cisto sinovial. outras causam incluem: variação muscular congênita, contratura de dupuytren, artrite reumatóide, osteoartrite, aneurisma de artéria ulnar e trauma crônico.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS
  • Sinais de alerta
  • Principais lesões por esforços repetitivos
  • Epicondilite
  • Tenossinovite de De Quervain
  • Dedo em Gatilho
  • Tendinite do Manguito Rotador
  • Lombalgia
  • Síndrome do Túnel do Carpo
  • Síndrome do Túnel Cubital
  • Síndrome do Canal de Guyon
  • Síndrome do Pronador
  • Síndrome do Supinador
  • Medida Preventivas
  • Tratamento
  • Dicas para evitar lesões
  • Exercícios