Curso Online de LOMBALGIA
5 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de LOMBALGIA

O curso busca abordar de maneira geral o quadro clínico que envolve as lombalgias. Att. Giselle

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso busca abordar de maneira geral o quadro clínico que envolve as lombalgias.

Att. Giselle

- Viviane Rodrigues De Deus Dos Santos

"Muito bom..."

- Taiane Camila Gambi Nunes

- Adriana Regina Da Cruz

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • LOMBALGIA

    Autora Giselle Stefanelli de Lima

    LOMBALGIA

  • CITAÇÃO

    Lima (2012) ou (LIMA, 2012)

    REFERÊNCIA

    LIMA, G. S. Lombalgia. Curso oferecido à distância pelo BUZZERO, 14 dez. 2011 (ano de realização de seu curso).

  • NUNCA DEIXE DE CONSULTAR UM OU MAIS PROFISSIONAIS APTOS PARA AJUDÁ-LO(A)!

    O FISIOTERAPEUTA É UM DOS PROFISSIONAIS.

    A SAÚDE É MERECEDORA DE ATENÇÃO E É SEU DIREITO!

    Atenciosamente
    Giselle Stefanelli

  • POSTURA

    POSTURA

    Postura estática refere-se à disposição entre os segmentos que compõem o corpo;

    O alinhamento postural ideal é aquele cuja manutenção exige um mínimo de esforço e que provoca um mínimo de tensão no nível das articulações.

    PICKLES et al. (2000, p. 81)

  • DEFINIÇÃO

    DEFINIÇÃO

    Não é um diagnóstico.

    A dor lombar é considerada uma afecção neuro músculo esquelética, na qual constatam-se alterações neurológicas e biomecânicas, bem como, aspectos psicológicos.

    Acredita-se que a dor é proveniente de um desequilíbrio destes fatores, como uma sensação multidimensional que varia em cada paciente, dependendo da nocicepção individual.

    A etiologia da lombalgia é multifatorial.

    CESAR; JÚNIOR; BATTISTELLA (2004, p. 18)
    POLITO; NETO;LIRA (2003, p.39)

  • INCIDÊNCIA

    INCIDÊNCIA

    Afecção extremamente comum na população.

    A lombalgia chega a atingir cerca de 65% a 80% dos adultos jovens, constituindo-se na principal causa de incapacidade nos indivíduos com menos de 45 anos.

    Apresenta maior índice de acometimento em pacientes do sexo feminino entre 22 a 45 anos de idade.

    Com grande frequência, podemos encontrar associados à lombalgia a depressão e a ansiedade.

    CESAR; JÚNIOR; BATTISTELLA (2004, p. 18)
    PIRES; DUMAS (2008, p.160)

  • PAÍSES INDUSTRIALIZADOS

    PAÍSES INDUSTRIALIZADOS

    A dor lombar representa um dos problemas mais onerosos de afecções do aparelho locomotor e uma das principais causas de absenteísmo ao trabalho nos países industrializados, em que, cerca de 75-90% dos custos estão vinculados aos doentes com lombalgia crônica (NACHEMSON, 1992 apud LORENZETTI et al., 2006, p. 192).

    Maus hábitos posturais na escola ou muitas horas na mesma posição podem desencadear dores.

  • COLUNA LOMBAR

    COLUNA LOMBAR

    Abriga a cauda equina, conduzindo-a aos membros inferiores, além de dar mobilidade às costas;

    Outras funções:
    Fornecer sustentação à porção superior do corpo;
    Transmitir o peso à pelve e aos membros inferiores (MMII).

    Por não ter ligação com as costelas é dotada de alcance de movimentação relativamente amplo.

    HOPPENFELD (1999, p. 250)

  • AVALIAÇÃO

    AVALIAÇÃO

    Deve conter uma minuciosa inspeção e palpação óssea e de tecidos moles;

    Os pacientes com problemas lombares evitarão se curvar, torcer e outros movimentos que lhes possam ser dolorosos, portanto manterão a coluna rígida.

    GONIOMETRIA DA COLUNA LOMBAR:

    FLEXÃO 0-95°

    EXTENSÃO 0-35º

    FLEXÃO LATERAL 0-40º

    ROTAÇÃO 0-35°
    HOPPENFELD (1999, p. 250)
    MARQUES (1997, p. 42)

  • TESTES ESPECIAIS

    TESTES ESPECIAIS

    Testes para estirar a medula espinhal, cauda equina ou o nervo ciático;

    Testes para aumentar a pressão intratecal;

    Testes para movimentar a articulação sacro-ilíaca;

    Testes de inervação segmentar.

    HOPPENFELD (1999, p. 269)

  • CAUSAS

    CAUSAS

    Sua causa pode estar associada a acometimentos degenerativos ou traumáticos no disco intervertebral ou no corpo vertebral, elevada sobrecarga nas atividades laborais, movimentação excessiva dos mecanismos flexor e rotador da coluna, fatores psicológicos, inatividade física, flexibilidade e força reduzidas, obesidade e fumo (POLITO; NETO; LIRA, 2003, p. 36).

    Movimentos repetitivos ou mantidos por longo período e cotidianamente;

    Mecanismo de flexão e extensão de coluna.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • LOMBALGIA
  • POSTURA
  • DEFINIÇÃO
  • INCIDÊNCIA
  • PAÍSES INDUSTRIALIZADOS
  • COLUNA LOMBAR
  • AVALIAÇÃO
  • TESTES ESPECIAIS
  • CAUSAS
  • FATORES DE RISCO
  • CLASSIFICAÇÃO
  • MANIFESTAÇÕES
  • SINAIS E SINTOMAS
  • QUADRO CLÍNICO
  • TRATAMENTOS
  • TRATAMENTO MÉDICO
  • TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO
  • MUSCULATURA DE CORE
  • EXERCÍCIOS FÍSICOS
  • REABILITAÇÃO LOMBAR
  • ORIENTAÇÕES
  • PESQUISA
  • “BACK SCHOOL”
  • REFERÊNCIAS