Curso Online de Puerpério

Curso Online de Puerpério

Este curso traz informações sobre o puerpério, seus estágios, a involução dos órgãos nesse período, as complicações, atuação da fisiotera...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso traz informações sobre o puerpério, seus estágios, a involução dos órgãos nesse período, as complicações, atuação da fisioterapia, avaliação fisioterapêutica no pós parto imediato, intervenção fisioterapêutica no puerpério imediato, intervenção fisioterapêutica no puerpério tardio.

Formação em Fisioterapia, com especializações em Fisioterapia Dermato-Funcional; Equilíbrio Neuromuscular; Terapia Manual e Postural.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • PUERPÉRIO

    puerpério

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    após a expulsão da placenta  período puerperal, puerpério, pós parto, sobreparto, que se prolonga por 6 a 8 semanas e termina quando todos os órgãos da reprodução tenham retornado ao normal.

    o período puerperal é dividido em três estágios:
    pós - parto imediato – do 1º ao 10º dia
    pós - parto tardio – do 11º ao 45º dia
    pós - parto remoto – além do 45º dia.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    involução dos órgãos no puerpério:
    útero: ao final da gestação pesa1kg. ao final da 1ª semana pós parto pesa 500gm, na 3ª semana 350g, na 6ª 80g e na 8ª 60g.
    genitália externa e vagina: o edema pós parto começa a regredir nas primeiras 48hs, atingindo o seu ponto máximo em torno do 15º dia pós parto.
    parede abdominal: a recuperação da tonicidade da musculatura da parede abdominal distendida pelo útero grávido ocorre 6 semanas após o parto, lenta e as vezes imperfeitamente.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    aparelho urinário: a dilatação da uretra e ureteres e o relaxamento da parede vesical podem persistir por 3 meses após o parto. logo após o parto a mucosa vesical apresenta edema levando à incapacidade de micção ou incontinência urinária pós parto.
    assoalho pélvico: ficará mais fraco do que antes da gravidez pois os seus músculos terão sustentado quase 6kg extras de peso (bebê, útero, placenta e líquor). é de extrema importância o fortalecimento dessa musculatura no pós parto.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    aparelho cardiovascular: a pressão venosa dos membros inferiores diminui pela descompressão da veia cava inferior, e as veias dos membros inferiores e vulva regridem progressivamente.
    aparelho digestivo: a evacuação é difícil nos primeiros dias devido aos músculos abdominais e perineais impotentes. com a deambulação precoce e dieta regular ocorre o retorno à normalidade.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    complicações no puerpério:
    hemorragia pós parto: perda sangüínea pós parto superior a 500 -1.000ml. as causas são divididas em uterinas( 90% ) – hipotonia uterina, retenção placentária, laceração e rotura uterina; e não uterinas - coagulopatias e hematomas. a maioria dos óbitos maternos por hemorragias obstétricas oscorre no puerpério imediato.
    trombose venosa: formação de um coágulo sangüíneo dentro de um vaso. os sintomas são:
    queixa de sensibilidade sobre uma veia superficial, que pode ser palpada, e pode haver vermelhidão sobre a pele.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    dor e incomodo na panturrilha ou coxa, e pode haver inchaço.
    o sinal de homas (dor na panturrilha quando o pé é dorsiflexionado mantendo-se o joelho em extensão) pode ser positivo. o principal perigo é que parte do coágulo pode se desfazer e atingir o tórax como um tromboembolismo. terapia anticoagulante deve ser iniciada além de exercícios com o pé, quadríceps,glúteo flexão e extensão do joelho e quadril são valiosas ajudas para a circulação.
    a mãe deve ser estimulada a exercitar suas pernas com freqüência.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    embolia pulmonar: existência de coágulo sangüíneo na artéria pulmonar. os sintomas são dor torácica intensa, dispnéia, cianose, taquicardia. a gravidade dos sintomas depende da localização do coágulo (em uma artéria principal ou nas colaterais).
    a fisioterapia deve incluir a manutenção de boa circulação e retirada de quaisquer secreções do tórax.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    edema gravitacional: a hipotonia vascular, e mudanças mediadas pela progesterona e relaxina predispõem a veias varicosas e ao edema gravitacional. a ação do estrógeno pode causar retenção de líquido nos tecidos do corpo. tal situação que ocorre ainda na gestação pode levar vários dias no pós parto até que se reverta. a mãe deve ser orientada a elevar seus membros inferiores, realizar exercícios com os pés e tornozelos.

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    infecção puerperal: as causas podem ser divididas em: a) fatores anteparto: anemia, má nutrição, extremos etários, higiene precária; b) fatores intraparto: contaminação bacteriana (manipulação uterina para a saída do feto e placenta) , traumatismos (lesões de períneo, vagina e colo), sangramento e hematoma. exames clínicos para localizar o foco infeccioso devem ser realizados com especial atenção ao aparelho urinário, intestino, pulmões, secreção vaginal, ferida cirúrgica e membros inferiores (trombose).

  • PUERPÉRIO

    puerpério

    atuação da fisioterapia no puerpério:
    objetivos: prevenção e tratamento de alterações nos sistemas músculo-esquelético, respiratório, e circulatório, englobando as orientações gerais.
    o fisioterapeuta já pode atuar no pós parto imediato enquanto as puérperas ainda estão no hospital. o repouso das 6 primeiras horas após o parto deverá ser respeitado devido ao estresse físico e emocional causado pelo parto. no ato da alta hospitalar elas são orientadas a retornarem á fisioterapia após 30 dias.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • PUERPÉRIO