Curso Online de Radiologia-estudo dos joelhos
5 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de Radiologia-estudo dos joelhos

O curso de especialista em joelho, no buzzero, tem como objetivo aprimorar e preparar o aluno que desejar ingressar na área da saúde. Nes...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 16 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso de especialista em joelho, no buzzero, tem como objetivo aprimorar e preparar o aluno que desejar ingressar na área da saúde. Nesse curso, teremos uma visão ampla desde anatomia até a parte funcional do joelho. O aluno aprenderá sobre ligamentos, meniscos, movimentos do joelho, lesões, imagem radiológica, patologias e muito mais.

Professor das Técnicas Radiológicas, Graduado em Radiodiagnóstico - Técnico e Tecnólogo em Radiologia, primeiros socorros,gestão e organização.


- Keillyson Rennaly Dutra

- Mary Cleia Rodrigues Da Silva Siqueira

- Leandro Rodighero Dos Santos

- Fatima Costa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso: Especialista em joelho

    Thiago santos

    Curso: Especialista em joelho

  • 3 módulo

    3 módulo

    Tipos de Fratura

    Artose do joelho

    Meniscos

  • Introdução
    Didaticamente o joelho é dividido em duas articulações distintas: uma entre o fêmur e a tíbia chamada de fêmoro-tibial e outra entre o Femur e a patela denominada fêmoro-patelar. É a maior articulação do corpo humano.
    Uma função próxima do normal é necessária para realizar as atividades da vida diária. É uma articulação das mais complexas em termos de biomecânica, estando sempre sujeita a sofrer lesões, tanto traumáticas (acidentes e quedas) quanto degenerativas (desgaste, envelhecimento). O joelho é formado na sua parte superior pelo fêmur (osso da coxa) que roda sobre a tíbia (osso da perna). Na parte anterior existe um osso arredondado, palpável chamado patela (rótula). Este desliza dentro de um sulco na porção anterior e inferior do fêmur. Grandes ligamentos unem o fêmur e a tíbia para promover estabilidade, enquanto longos músculos dão força ao joelho. As superfícies articulares, onde estes ossos entram em contato, são cobertas de uma cartilagem especial, chamada de cartilagem articular. Esta cartilagem torna possível o movimento articular. As demais superfícies do joelho são cobertas por uma fina camada de tecido chamado de membrana sinovial. Esta membrana libera líquido um especial que lubrifica a articulação e reduz o atrito próximo de zero em um joelho normal.Normalmente todos estes componentes trabalham em harmonia. Mas doenças ou traumatismos podem romper esta harmonia, resultando em dor, fraqueza muscular e perda de função.

  • ESTRUTURAS IMPORTANTES
    OSSOS E ARTICULAÇÕES
    LIGAMENTOS E TENDÕES
    MÚSCULOS
    NERVOS
    VASOS SANGUÍNEOS

  • Joelho

    O joelho é uma articulação do corpo humano e de outros mamíferos. Formada pela extremidade distal do fêmur, pela extremidade proximal da tíbia (e pela patela (rótula).

    extremidade distal do fêmur

    extremidade proximal da tíbia

    patela ou rótula

  • O joelho ainda possui ligamentos que estabilizam a articulação, auxiliados pelos meniscos (interno ou medial e externo ou lateral), que estabilizam o joelho, e amortecem os impactos sobre as cartilagens.

  • Anatomia humana

    O joelho é uma articulação sinovial complexa. Na verdade ele possui duas articulações separadas:
    A articulação fêmoro-patelar consiste na patela, um osso sesamóide que reside no interior do tendão do músculo anterior da coxa (músculo quadríceps femoral), e na superfície patelar na frente do fêmur, na qual ele desliza.

    O que é articulação sinovial?

  • Uma articulação sinovial geralmente possui uma grande amplitude de movimento. Na articulação sinovial, as superfícies articulares dos ossos são protegidas por uma cartilagem. Um tecido fibroso muito resistente recobre a área em que os ossos se encontram, formando a cápsula articular. Os ligamentos, que também são feitos de tecido fibroso muito resistente, ajudam a manter a estabilidade da articulação. Esses ligamentos podem ser parte da cápsula articular, estando dentro ou fora dessa cápsula. A área dentro dessa cápsula articular é chamada de cavidade articular e está repleta de um fluido chamado líquido sinovial ou sinóvia. Alguns exemplos de articulação sinovial incluem os joelhos, a coxofemoral e a articulação temporomandibular (que une o crânio e a mandíbula).

  • A patela ou rótula é um pequeno osso com 5 cm de diâmetro (no homem adulto), de formato triangular, que se articula com o fémur, cobrindo e protegendo a parte anterior da articulação do joelho e actua como um eixo para aumentar a alavanca do grande músculo quadríceps femoral, cujo tendão está fixado ao bordo superior da patela (ou base). É um osso curto, do tipo sesamóide e apresenta uma camada de substância compacta revestindo a substância esponjosa.

    Patela esquerda - vista anterior

  • Músculo quadríceps femura

    O quadríceps ou quadricípite é um músculo femoral que se origina em quatro cabeças. Cada uma dessas cabeças tem sua inserção na patela e possuem origens distintas. Constituem o quadríceps: reto-femoral, vasto lateral, vasto medial e vasto intermédio.
    Localizado na face anterior da coxa, este músculo envolve quase que por completo o fêmur. É composto por quatro músculos que recebem nomes distintos, pois tem origens diferentes, mas possuem uma única inserção comum. São eles:

    M. reto femoral: É o maior do corpo em comprimento. Está situado no meio da coxa e é um músculo bipeniforme.
    Origem: Espinha ilíaca ântero-inferior e margem superior do acetábulo
    M. vasto medial: É uma lamina muscular plana e grossa que está situada na face medial da coxa, se confunde com o m. vasto intermédio na sua porção anterior.
    Origem: lábio medial da linha áspera
    M. vasto lateral: É o maior músculo do quadríceps. Recobre quase que toda a face antero-lateral da coxa. Está recoberto pelo  m. tensor da fáscia lata na região proximal.
    Origem: lábio lateral da linha áspera e trocanter maior
    M. vasto intermédio: Está recoberto pelo m. reto femoral. É um músculo plano que forma a parte mais profunda do m. quadríceps.
    Origem: face anterior do fêmur
    Inserção: Tuberosidade da tíbia Inervação: Nervo femoral Ação: Flexão do quadril, extensão do joelho, e tensão da cápsula articular do joelho

  • O músculo reto da coxa ou reto femoral é um músculo da coxa.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 1 Anatomia do joelho
  • 1.1 Ligamentos
  • 1.2 Menisco
  • 1.3 Movimentos
  • 1.4 Lesão
  • 1.5 imagem radiológica
  • Tudo sobre Dor no joelho
  • Artrite
  • Gota
  • Bursite
  • Tendinite
  • Joelhos saudáveis
  • Artrose do joelho
  • Meniscos
  • Tipos de Fratura