Curso Online de AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PEDIATRIA

Curso Online de AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PEDIATRIA

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PEDIATRIA

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Mais de 50 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PEDIATRIA

Empresa oferecedora de cursos em todas as áreas profissionais. Conta com profissionais qualificados no ensino.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • avaliação nutricional em
    pediatria

  • avaliação nutricional em pediatria

     objetivos:
     diagnóstico de estados carenciais ou de sobrepeso
     estabelecimento de prognósticos e riscos nutricionais
     avaliação do crescimento
     
     indicadores:
    dietéticos (anamnese alimentar)
    clínicos (anamnese, história e exame físico)
    antropométricos
     bioquímicos
     métodos modernos na avaliação nutricional (imagem,
    condutibilidade – pouco usados na prática

  •  INDICADORES DIETÉTICOS (Anamnese Alimentar):

     indicadores dietéticos (anamnese alimentar):

     permite a detecção de possíveis carências ou excessos nutritivos e avaliação de hábitos alimentares
     avaliação quali-quantitativa (principalmente para lactentes, pacientes desnutridos, e comprometimento do tgi)
     pré-escolares e escolares eutróficos  avaliação qualitativa pode ser suficiente

  • CUIDADOS NA ANAMNESE ALIMENTAR:

    cuidados na anamnese alimentar:

     não induzir a mãe ou paciente
     atentar para possíveis contradições (nível sócio-econômico,p.ex.)
     coletar novas informações a cada consulta (observar intervalo entre as consultas)
     boa relação nutricionista-mãe/paciente melhora a veracidade das informações
     crianças maiores => questionamento à criança e confirmação com a mãe se necessário (estimular a confiança da criança). problemas com mães superprotetoras

  • HISTÓRICO ALIMENTAR

    histórico alimentar

    evolução da alimentação com a idade (tipo, quantidade, sintomas associados, interações medicamentosas)

    história clínica

     detecção de fatores interferentes na ingestão ou aproveitamento de nutrientes, ou situações de maiores exigências nutricionais (doenças crônicas, anorexia, distúrbios digestivo-absortivos, dentição inadequada, infecções, traumatismos, fatores sócio-econômicos)
     identificação de recente perda ponderal ou estagnação no ganho de peso

  • EXAME FÍSICO:

    exame físico:

  • INDICADORES ANTROPOMÉTRICOS:

    indicadores antropométricos:

     dados antropométricos a serem coletados:
    # recém-nascidos e lactentes:
    - peso (massa corpórea), comprimento, perímetro cefálico, perímetro torácico, perímetro abdominal, circunferência do braço, da coxa, prega cutânea triciptal e subescapular.
    # pré-escolares:
    - os mesmos, sendo, perímetros cefálico, torácico e abdominal até 5 anos
    - lembrar diferença comprimento x estatura
    # escolares:
    - peso, estatura, circunferência do braço prega cutânea triciptal

  •  dados globais: peso, altura
     dados dos compartimentos específicos: pc, pt, pa, cb, pct, pcse
    parecer nutricional = conjunto de interpretações


     avaliação global: peso/idade, peso/altura, altura/idade

     referências antigas: nchs, nchs/cdc 2000 (nunca
    oficializada pela oms), marcondes
     atual: oms-2006 (até 5 anos) e 2007 (5 a 19 anos
    anos)
     critérios de classificação: gomez, waterlow (não mais utilizados), oms 2006/2007 (atual)
    atenção: recém-nascidos prematuros (gráficos específicos)

  • novo referencial oms 2006 (0-5 anos)

    apresentado em gráficos e tabelas com distribuição em percentis e em z-scores
    => peso: valores maiores comparando-se ao nchs-77 principalmente no 1o. semestre aproximando-se mais desta referência no 2o. semestre
    maior flexibilidade para obesidade (p97 com valor maior) e menor para desnutrição (p3 com valor maior)

    => altura: valores maiores comparando-se ao nchs-77 até os 3 meses, após esse período os dados se aproximam mais aos da antiga curva

  • oms 2007 (5-19 anos)

    é uma reconstrução do nchs-77 (apresentado em gráficos e tabelas com distribuição em percentis e em z-scores)
    foi utilizada a mesma metodologia dos parâmetros de crescimento para os menores de 5 anos em 2006
    índices: p/i (até 10 anos), a/i e imc

  • classificações atuais
    classificação de z-score
    (oms 2006 e aldoori 1994)

     desvio padrão da mediana da distribuição do nchs
    (z-score = 0)
     índices avaliados (p/i; p/e e e/i)
    p/i = peso observado - peso esperado/ idade /
    desvio padrão
    p/e = peso observado - peso esperado/estatura /
    desvio padrão
    e/i = estatura observada - estatura esperada/idade /
    desvio padrão


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ? INDICADORES DIETÉTICOS (Anamnese Alimentar):
  • CUIDADOS NA ANAMNESE ALIMENTAR:
  • HISTÓRICO ALIMENTAR
  • EXAME FÍSICO:
  • INDICADORES ANTROPOMÉTRICOS:
  • RESUMO - ANTROPOMETRIA