Curso Online de Bioquímica Médica e Nutrição

Curso Online de Bioquímica Médica e Nutrição

Bioquímica, nutrição e prevenção de várias doenças crônicas não transmissíveis.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 50 horas


Por: R$ 28,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Bioquímica, nutrição e prevenção de várias doenças crônicas não transmissíveis.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Professor de ciências e biologia. Bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia, nutrição e ensino após cursar disciplinas eletivas referentes a estas áreas e fazer estágios no decorrer da graduação.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Bioquímica Médica e Nutrição

    Entre os efeitos da hiperglicemia persistente, está a formação de produtos finais de glicosilação avançada (AGE), classe heterogênea de proteínas e lipídeos glicosilados que se acumulam no tecido vascular, induzindo proliferação celular e a inflamação e, consequentemente a progressão acelerada da aterosclerose. O grau de glicosilação é determinado pela concentração da glicose e pelo tempo de exposição à hiperglicemia. Além disso, alterações hemostáticas contribuem para a hipercoagulabilidade e um estado prótrombótico.

  • Bioquímica Médica

  • Bioquímica Médica

  • Sintomas neuroglicopênicos (fome, tontura, fraqueza, dor de cabeça, confusão, coma, convulsão) e a manifestações de liberação do sistema simpático (sudorese, taquicardia, apreensão, tremor) são indicativos de hipoglicemia.

  • Fisiologia da Lubrificação

    O líquido sinovial é o responsável pela lubrificação da articulação sinovial. Ele permite que as cartilagens articulares deslizem umas sobre as outras com pouco atrito. Seu aspecto é viscoso como a clara de ovo e aderente, sendo composto em cerca de 95% por água e ácido hialurônico. O que ocorre no interior da cavidade articular é que, nas regiões de alta pressão (nas partes mais extremas dos ossos nas pontas das epífises), o ácido hialurônico se encontra em maiores concentrações. Esse aumento da concentração do ácido deixa o líquido sinovial mais viscoso nessas regiões, enquanto nas regiões de menor pressão, o líquido tem uma característica menos viscosa. Essa dinâmica do líquido sinovial caracteriza a lubrificação hidrodinâmica.

  • O glicogênio hepático é importante no processo de controle de glicemia, e o glicogênio muscular é a grande fonte energética durante o movimento muscular. O glicogênio está localizado no retículo endoplasmático liso das células hepáticas e musculares.

  • O glucagon é um hormônio secretado pelas células alfa das ilhotas de Langherans do pâncreas e suas funções são opostas a da insulina: quando a glicose sanguínea diminui, ele aumenta a concentração de glicose e por isso também é conhecido como o hormônio hiperglicêmico. O glucagon quebra o glicogênio hepático e aumenta a gliconeogênese no fígado, resultando em um aumento na disponibilidade de glicose para outros órgãos do organismo. O principal efeito do glucagon é sua capacidade de provocar a glicogenólise no fígado, que resulta em um aumento de glicose sanguínea em período de minutos. Quando a glicose sanguínea apresenta uma concentração aumentada, ocorre uma inibição na secreção do glucagon, sendo assim o fator regulador desse hormônio.

  • As glicosaminoglicanas estão presentes nos espaços extracelulares, como uma matriz gelatinosa que embebe o colágeno e outras proteínas, particularmente os tecidos conjuntivos. Tanto a sua carga elétrica quanto a sua estrutura macromolecular colaboram com o seu papel de lubrificar, formando soluções de alta viscosidade e elasticidade pela grande absorção de água.

  • ANDRADE, S.L.F. Anatomia Humana. Editora Intersaberes.

  • Bioquímica, Alimentos e Nutrição
    @EBioquimica
    https://twitter.com/ebioquimica?lang=pt

  • Lipídios:

    Diminuição da lipogênese e aumento da lipólise para fornecer substratos para a gliconeogênese estes são estimulados pela ação das citocinas catabólicas na presença do tumor e produção de fator mobilizador de lipídios pela célula tumoral.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 28,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Bioquímica Médica
  • Diaetes
  • Insulina e Glucagon
  • Obesidade
  • Câncer
  • Antioxidantes e Saúde
  • Nutrição
  • Carboidratos
  • Fibras Alimentatares
  • Consumo de óleos e gorduras e saúde
  • Ácidos Graxos Trans
  • Ácidos Graxos Essenciais
  • Eicosanoides
  • Lignanas
  • Ácidos Graxos Ômega 3 X Ômega 6
  • Azeite de Oliva
  • Fitosteróis
  • Ovos
  • Carotenoides
  • Aterosclerose
  • Prevenção da Aterosclerose
  • Aminoácidos
  • Proteínas
  • Introdução à Nutrição Esportiva
  • Aminoácidos e Proteínas na Prática Esportiva
  • Bioenergética
  • Metabolismo
  • Sistemas Energéticos de Obtenção de Energia
  • Introdução à Nutrição e Estética
  • Genômica Nutricional