Curso Online de Manipulação e Higiene de pescados
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Manipulação e Higiene de pescados

Curso onde você irá aprender noções básicas de higiene, manipulação, congelamento, armazenamento e transporte de pescados.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso onde você irá aprender noções básicas de higiene, manipulação, congelamento, armazenamento e transporte de pescados.

Formada pela vida...


- Deilton Monteiro Da Silva

- José Reginaldo Guimarães208

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Higiene e Manipulação de Alimentos “Pescados e Frutos do Mar”

    Higiene e Manipulação de Alimentos “Pescados e Frutos do Mar”

  • O que são boas práticas?

    O que são boas práticas?

    São práticas de higiene que devem ser obedecidas pelos manipuladores desde a escolha e compra dos produtos a serem utilizados no preparo do alimento até a venda para o consumidor.

    Seu objetivo é evitar a ocorrência de doenças provocadas pelo consumo de alimentos contaminados.

    2

  • Quem é o manipulador de alimentos?

    Quem é o manipulador de alimentos?

    Todas as pessoas que trabalham com alimentação são consideradas “manipuladores de alimentos”, ou seja, quem produz, coleta, transporta, recebe, prepara e distribui o alimento.

    28/6/2012-

    3

  • Conceito de qualidade

    Conceito de qualidade

    Consumidor: reflete a satisfação de características como sabor, aroma, aparência, embalagem, preço e disponibilidade.

    Segurança Alimentar e Nutricional: prioriza que os alimentos disponíveis para o consumo sejam adequados e seguros tanto do ponto de vista sanitário quanto nutricional e que também satisfaçam hábitos e práticas alimentares culturalmente construídos.

    28/6/2012

    4

  • Qualidade alimentar

    Qualidade alimentar

    Alimento Seguro: são produtos livres de contaminantes de natureza química, biológica, física ou de outras substâncias que possam colocar em risco a saúde.

    Segurança Alimentar: é a garantia de acesso ao consumo de alimentos regular e permanente, abrangendo o conjunto de necessidades para obtenção de uma nutrição adequada à saúde.

    28/6/2012

    5

  • Órgãos responsáveis pela S.A.

    Órgãos responsáveis pela S.A.

    No âmbito internacional: Organização para Agricultura e alimentos (FAO) e Organização Mundial de Saúde (OMS);

    No âmbito nacional: Os Ministérios da Saúde (MS) e da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA) e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC).

    Os programas de segurança alimentar objetivam aumentar a qualidade dos alimentos produzidos, eliminar e prevenir os riscos de saúde aos consumidores; fornecer aos consumidores, órgãos de controle e as empresas, as questões relacionadas à qualidade dos alimentos.

    28/6/2012

    6

  • Conceito de RDC 216: regulamento técnico de BP para o serviço de alimentação e estabelece procedimentos a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado.

    Por que as empresas que comercializam alimentos têm que se adequar a ela?
    Para oferecer alimentos sem perigos para os consumidores.

    7

  • Qual o impacto para a empresa que não se adequar à legislação?
    Poderão ter prejuízos por perda de produtos, serem multadas, ter sua imagem prejudicada pela mídia, ter custos hospitalares, com processos e indenizações a consumidores e podem até serem fechadas.

    28/6/2012

    8

  • Perigo x Perigo alimentar

    Perigo x Perigo alimentar

    É tudo aquilo que pode causar algum mal à saúde da pessoa.
    Ex: fumaça, buraco no meio da rua, trânsito.

    É a presença de qualquer matéria estranha que não pertença ao alimento de propriedade biológica, física ou química, que possa tornar um alimento prejudicial para consumo humano.

    28/6/2012

    9

  • Tipos de perigo

    Tipos de perigo

    Físicos:
    Cabelo
    Unha
    Anel
    Gilete
    Dente
    Pedra
    Caco de vidro
    Pedaço de madeira
    Grampo de cabelo

    Químicos:
    Produtos de limpeza
    Inseticidas
    Conservantes em alta concentração

    28/6/2012

    10

    Biológicos:
    Fungos
    Bactérias
    Protozoários
    Vírus
    Vermes

  • A maioria das DTA está associada à contaminação de alimentos por microorganismos prejudiciais à saúde.

    A maioria das DTA está associada à contaminação de alimentos por microorganismos prejudiciais à saúde.

    Contaminação

    É o contato de parasitas, microorganismos, ou substâncias tóxicas com o alimento durante a manipulação e preparo.

    Microorganismos

    São organismos vivos que nascem, multiplicam-se e morrem, só podem ser vistos por meio de um microscópio.

    28/6/2012

    11


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Higiene e Manipulação de Alimentos “Pescados e Frutos do Mar”
  • O que são boas práticas?
  • Quem é o manipulador de alimentos?
  • Conceito de qualidade
  • Qualidade alimentar
  • Órgãos responsáveis pela S.A.
  • Perigo x Perigo alimentar
  • Tipos de perigo
  • A maioria das DTA está associada à contaminação de alimentos por microorganismos prejudiciais à saúde.
  • O que os microorganismos precisam para se multiplicar
  • Onde estão os microorganismos?
  • O que é DTA’s?
  • Como controlar os perigos
  • Limpeza x Higienização
  • Higiene
  • O que é higiene pessoal?
  • Higiene pessoal
  • Evitar
  • Quando lavar as mãos?
  • Como lavar as mãos?
  • Qualidade do produto
  • Conservação do pescado
  • Lavagem e limpeza do pescado
  • Temperatura do produto
  • Refrigeração – Distribuição do gelo
  • Armazenamento de matéria-prima
  • Regras importantes de armazenamento
  • Tempo e temperatura de armazenamento dos produtos alimentícios crus
  • Alguns cuidados
  • Pré-preparo e preparo
  • Utilização do gelo
  • Como deve ser o local de trabalho?
  • O que é contaminação cruzada?
  • Controle de Pragas
  • Referências