Curso Online de Nutrição Funcional

Curso Online de Nutrição Funcional

Pelo fato de o envelhecimento e a longevidade estarem intimamente ligados à nutrição, já há estudos evidenciando a alimentação funcion...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas


Por: R$ 28,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Pelo fato de o envelhecimento e a longevidade estarem intimamente ligados à nutrição, já há estudos evidenciando a alimentação funcional como aliada na prevenção de DCNTs, tão comuns nessa fase da vida, mas que podem ser minimizadas com uma alimentação equilibrada. Como o organismo está em modificação, com metabolismo mais lento, os alimentos funcionais parecem ser o equilíbrio perfeito para que o processo de envelhecimento ocorra com saúde, adiando o surgimento ou agravo das doenças.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Professor de ciências e biologia. Bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia, nutrição e ensino após cursar disciplinas eletivas referentes a estas áreas e fazer estágios no decorrer da graduação.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Nutrição Funcional

  • Podemos dizer que a nutrição funcional tem cinco princípios básicos:

    Individualidade bioquímica cada organismo recebe e reage a um nutriente de forma particular, sendo que a genética interage com a alimentação e o ambiente. Isso determinará quais alimentos funcionais serão benéficos ou maléficos ao organismo, bem como as necessidades e carências específicas.

    Tratamento centrado no paciente conhecendo a individualidade bioquímica, pode-se traçar o tratamento mais adequado a cada indivíduo, considerando sempre os fatores genéticos, ambientais e emocionais que o cercam
    Nutrição Funcional

  • Equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes é importante que a oferta de nutrientes seja realizada em quantidades adequadas e em equilíbrio, para que haja otimização da absorção e o aproveitamento pelas células.

    Inter-relações em teia de fatores fisiológicos todas as funções do organismo estão interligadas; para o adequado funcionamento, tais funções devem estar em equilíbrio. O desequilíbrio é a situação que pode causar doenças crônicas.

    Saúde como vitalidade positiva o estado de saúde é o equilíbrio físico, emocional e ambiental

  • As doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) são responsáveis por altas taxas de morbimortalidade no Brasil e no mundo. A alta prevalência nos casos de mortalidade e os fatores de risco semelhantes entre as doenças crônicas foram essenciais para a OMS desenvolver estratégias preventivas para o enfrentamento das DCNTs.

  • Pelo fato de o envelhecimento e a longevidade estarem intimamente ligados à nutrição, já há estudos evidenciando a alimentação funcional como aliada na prevenção de DCNTs, tão comuns nessa fase da vida, mas que podem ser minimizadas com uma alimentação equilibrada. Como o organismo está em modificação, com metabolismo mais lento, os alimentos funcionais parecem ser o equilíbrio perfeito para que o processo de envelhecimento ocorra com saúde, adiando o surgimento ou agravo das doenças.

  • Pelo fato de o envelhecimento e a longevidade estarem intimamente ligados à nutrição, já há estudos evidenciando a alimentação funcional como aliada na prevenção de DCNTs, tão comuns nessa fase da vida, mas que podem ser minimizadas com uma alimentação equilibrada. Como o organismo está em modificação, com metabolismo mais lento, os alimentos funcionais parecem ser o equilíbrio perfeito para que o processo de envelhecimento ocorra com saúde, adiando o surgimento ou agravo das doenças.
    SOUZA, L.; MARTÍNEZ, D.G.A. Nutrição Funcional e Fitoterapia. Porto Alegre. SAGAH, 2017.

  • O termo dieta, apesar de atualmente estar associado à perda de peso, é um termo que deriva do grego diaita que significa modo de vida. Por definição é tudo aquilo que nos alimenta durante um dia, desde o momento em que acordamos até irmos dormir, ou seja, todos nós fazemos dieta diariamente pois nos alimentamos e tudo o que comemos em um dia compõe nossa dieta. A dieta é diferenciada para cada indivíduo e determinada pelas suas necessidades pessoais, hábitos alimentares, estilo de vida e preferências, bem como estado fisiológico e estado geral de saúde ou doença. 

  • No caso da obesidade, que é uma das doenças crônicas mais prevalentes e que causa a maioria das demais DCNTs, a nutrição funcional tem papel essencial no tratamento, já que, por meio de diferentes alimentos anti-inflamatórios, poderá modular o estado inflamatório crônico.

  • As dietas ricas em alimentos refinados, gorduras saturadas e trans, açúcares, bebidas alcoólicas, pouca ingestão de frutas, hortaliças, grãos e água, tornam a saúde do intestino vulnerável, agredindo-o e inflamando-o. Essa situação provoca complicações que envolvem o sistema imunológico, a permeabilidade intestinal e o enfraquecimento da microbiota benéfica em relação à patógena, o que potencializa os processos alérgicos.

  • Na nutrição funcional, diversos aspectos da saúde do paciente são avaliados.

    Os sintomas são analisados e, a partir daí, busca-se o problema inicial, para realizar o tratamento. Deve ser sempre pesquisado o funcionamento adequado do trato gastrintestinal, que geralmente se encontra em desequilíbrio pelos maus hábitos alimentares. Essa condição pode até reduzir a eficiência imunológica, causando problemas de pele e cabelos, entre outros distúrbios mais graves. Tem-se evidenciado deficiência de absorção de nutrientes e até dificuldade na perda de peso devido ao mau funcionamento intestinal.

  • Consumir grãos integrais pode auxiliar no controle do peso, prevenindo ou ajudando a combater a obesidade. Além disso, os grãos integrais também são fontes de vitamina B, que auxilia na liberação da energia dos alimentos e na promoção da saúde do sistema nervoso, e de minerais, como o ferro, o magnésio e o selênio, que participam na manutenção da saúde do sangue, dos ossos e do sistema imunológico. Cereais como o arroz integral, o trigo integral, a aveia, a cevada, e o centeio, também são fontes de fibras. A ingestão diária de fibras auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares.

    http://damagrinha.com.br/blog/posts/beneficios-dos-graos-graos-integrais-30
    FERREIRA, Naomi Vidal. Análise e comparação das funções cognitivas dos participantes do estudo Advento praticantes dos diferentes tipos de dieta. 2019. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 28,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Definição e Características da Nutrição Funcional
  • Possíveis Formas de Prevenção do Diabetes
  • Prevenção da Carcinogênese
  • Fitoquímicos e Saúde
  • Antioxidantes
  • Nutrindo Bem o Sistema Imunológico
  • Genômica Nutricional
  • Cuidando da Saúde Mental
  • Hábitos Alimentares Saudáveis
  • Saúde Cardiovascular
  • Aterosclerose
  • Prevenção da Hipertensão