Curso Online de Alimentação e Saúde

Curso Online de Alimentação e Saúde

Informações para possivelmente reduzir o risco do surgimento de várias patologias como diabetes, câncer e hipertensão.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 50 horas


Por: R$ 28,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Informações para possivelmente reduzir o risco do surgimento de várias patologias como diabetes, câncer e hipertensão.

Mestre em alimentos e nutrição. Professor no ensino superior, médio e fundamental. Atualmente professor de biologia no ensino médio e graduando em Qualidade de Vida na Contemporaneidade. Licenciado em biologia e química, bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia e nutrição e ensino no decorrer da graduação. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1141431817967324. Alguns cursos online por mim cursados: Nutrição Funcional. Atualização em Nutrição Humana. Anatomia e Fisiologia Humana. Biologia Molecular. Saúde Pública. Imunonutrição. Desenvolvimento Humano e Educação. Docência e Prática de Ensino. Fundamentos de Bioquímica. Bioquímica Clínica. Biologia. Química Geral. Química. Conceitos em Biodiversidade. Microbiologia dos Alimentos. Higiene e Vigilância Sanitária de Alimentos. Agentes Tóxicos Naturais. Plantas Medicinais: Química e Atividade Biológica. Nutrição em Saúde Pública e, Tecnologia de Alimentos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Alimentação e Saúde

    Cuidado para não exagerar no sal com a desculpa de que não está sentindo o gosto da comida. Use temperos naturais como: cebola, alho, salsinha, cheiro verde, manjerona, sálvia, orégano, noz moscada para realçar o sabor dos alimentos no lugar do excesso de sal, tempero em pó e dos caldos concentrados industrializados.

  • Alimentos são todas as substâncias sólidas e líquidas que, levadas ao tubo digestivo, são degradadas e depois usadas para formar e/ou manter os tecidos do corpo, regular processos orgânicos e fornecer energia.

  • 10 PASSOS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL (ATÉ DOIS ANOS)

    1. Dar somente leite materno até os seis meses de idade, sem oferecer água, chás ou quaisquer outros alimentos.

    2. A partir dos seis meses, introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais, se possível.

    3. Após seis meses, oferecer alimentação complementar (cereais, carnes, frutas, tubérculos, verduras e legumes), três vezes ao dia, caso a criança receba leite materno, e cinco vezes ao dia, caso já estiver desmamada.

    4. A alimentação deverá ser oferecida sem rigidez de horários, respeitando se a vontade da criança.

    5. A alimentação complementar deve ser espessa e oferecida com colher. Deve-se iniciar com consistência pastosa (papas e purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação regular das famílias.

  • 6. Oferecer à criança deferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é, também, uma alimentação colorida.

    7. Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições.

    8. Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida. O uso de sal deve ser moderado.

    9. Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos.

    10.Estimular a criança convalescente a se alimentar, oferecendo a sua refeição habitual e seus alimentos favoritos, respeitando sua aceitação.

  • A ALIMENTAÇÃO DURANTE A FASE PRÉ-ESCOLAR

    Esta é uma fase que contempla crianças entre dois e sete anos incompletos, marcadas pela estabilização no crescimento estrutural e no ganho de peso. Nessa faixa etária, as crianças desenvolvem mais a capacidade de selecionar os alimentos a partir de preferências de sabores, cores, experiências sensoriais e texturas. Por outro lado, os hábitos alimentares da família exercem grande influência, as preferências das crianças frequentemente decorrem da observação e da imitação de familiares e pessoas de seu convívio no momento das refeições.

  • 10 PASSOS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA CRIANÇAS NAS FASES PRÉ-ESCOLAR E ESCOLAR

    1. Procure oferecer alimentos de diferentes grupos, distribuindo-os em pelo menos três refeições e dois lanches por dia.

    2. Inclua diariamente alimentos como cereais (arroz, milho), tubérculos (batatas), raízes (mandioca/macaxeira/ aipim), pães e massas, distribuindo esses alimentos nas refeições e lanches ao longo do dia.

    3. Procure oferecer diariamente legumes e verduras como parte das refeições da criança. As frutas podem ser distribuídas nas refeições, sobremesas e lanches.

    4. Ofereça feijão com arroz todos os dias, ou no mínimo cinco vezes por semana.

    5. Ofereça diariamente leite e derivados, como queijo e iogurte, nos lanches, e carnes, aves, peixes ou ovos na refeição principal.

  • 6. Alimentos gordurosos e frituras devem ser evitados; prefira alimentos assados, grelhados ou cozidos.

    7. Evite oferecer refrigerantes e sucos industrializados, balas, bombons, biscoitos doces e recheados, salgadinhos e outras guloseimas no dia a dia.

    8. Diminua a quantidade de sal na comida.

    9. Estimule a criança a beber bastante água e sucos naturais de frutas durante o dia, de preferência nos intervalos das refeições, para manter a hidratação e a saúde do corpo.

    10. Incentive a criança a ser ativa e evite que ela passe muitas horas assistindo TV, jogando videogame ou brincando no computador.

  • A ALIMENTAÇÃO DA CRIANÇA EM FASE ESCOLAR

    Nesta etapa (crianças entre sete e dez anos incompletos), o crescimento é mais acelerado e, por conseguinte, as demandas nutricionais são mais elevadas. O esperado é que o cardápio das crianças em idade escolar já esteja plenamente adaptado à disponibilidade e aos costumes da família, por isso é importante o reforço constante para a adoção de hábitos alimentares saudáveis e equilibrados. Como as crianças gastam mais energia e o metabolismo se acelera, as atividades físicas e mentais se intensificam: por isso, o apetite costuma aumentar bastante em comparação à fase anterior. Mas também é frequente a redução do interesse por leite. É preciso atenção quanto ao suprimento de cálcio, cujas necessidades são mais elevadas do que antes, especialmente a partir dos quatro anos. Iogurtes naturais e derivados de leite processados são bem-vindos.

  • Na escola, é preciso cuidar para que frituras e ultraprocessados não prevaleçam. Salgados assados, sanduíches naturais, vegetais cozidos (como milho e batata-doce) e frutas da estação são melhores opções para os lanches. A fruta in natura é sempre melhor que suco, muito embora o suco natural seja preferível ao refrigerante. Quando ocorrem refeições mais completas, é importante que o poder público e as famílias garantam e tenham acesso a cardápios equilibrados, variados e conservados adequadamente. Água nunca deve faltar. Doces e bolos com ingredientes naturais e de qualidade podem entrar na dieta desde que haja moderação. Quanto menos açúcar refinado, melhor.

    Silva, Ana Paula. Alimentação de crianças e adolescentes: necessidades nutricionais e cultura alimentar contemporânea. Indaial: UNIASSELVI, 2019.

  • A ingestão de frutas, legumes e verduras in natura, além de fornecer mais vitaminas, minerais, fibras e enzimas digestivas, também contribui para uma saciedade prolongada, mantendo um fluxo de energia constante para o cérebro, evitando a fome e a ingestão de alimentos inadequados em horários inapropriados, evitando também tanto o pico de energia quanto sua queda brusca. As frutas também auxiliam o fígado na eliminação de toxinas do organismo. A maior parte dos legumes e verduras absorve o sabor dos temperos.

  • A ingestão insuficiente de compostos bioativos (CBAs) constitui componente de risco para as doenças crônicas não transmissíveis. Estes compostos interferem em alvos fisiológicos específicos, modulando a defesa antioxidante, defesa frente a processos inflamatórios e mutagênicos, os quais estão relacionados a várias doenças e não há dúvida de que sejam essenciais para a manutenção da saúde.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 28,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Alimentação saudável
  • Alimentação das crianças
  • Fibras alimentares e saúde
  • Consumo de vegetais e saúde
  • Alimentos funcionais
  • Alimentos orgânicos
  • Alimentação e pele saudável
  • Alimentação e emagrecimento
  • Alimentação e prevenção da Doença de Alzheimer
  • Alimentação e prevenção do câncer
  • Alimentação e prevenção do diabetes
  • Alimentação e saúde dos ossos
  • Hábitos alimentares e saúde cardiovascular
  • Prevenção da aterosclerose e da hipertensão
  • Alimentação saudável e melhor qualidade de vida