Curso Online de Prevenção da Hipertensão e da Osteoporose

Curso Online de Prevenção da Hipertensão e da Osteoporose

Consumo adequado de cálcio, fontes de vitamina C, D e K,boa síntese de vitamina D e consumo de fitoestrógenos é fundamental para a saúd...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 15 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 24,99
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Consumo adequado de cálcio, fontes de vitamina C, D e K,boa síntese de vitamina D e consumo de fitoestrógenos é fundamental para a saúde óssea.

Reduzir o consumo de sódio e aumentar o consumo de especiarias, assim como praticar atividade física é viável na prevenção da hipertensão arterial sistêmica.

Docente no ensino superior, médio e fundamental. Biólogo, químico e bioquímico. Doutorando em ciência e tecnologia de alimentos. Especializando em nutrição, envelhecimento e longevidade. Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Graduado em bacharelado em bioquímica, licenciatura em química e também em biologia. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos. Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4485065A7.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Prevenção da Hipertensão e da Osteoporose

    Professor Especialista em Qualidade de Vida e Gerontologia Walisson

  • O maior envelhecimento da população, a crescente urbanização e a adoção de estilos de vida não saudáveis como a inatividade física, maus hábitos alimentares, tabagismo e obesidade são os responsáveis pelo aumento da incidência e prevalência de doenças crônicas não transmissíveis, como a hipertensão.

  • A pressão arterial corresponde a força exercida pelo sangue no interior das artérias, sendo também definida pela quantidade de sangue que é ejetado do coração e a resistência encontrada para sua circulação no corpo.

    A pressão arterial é uma variável que pode oscilar dependendo do sistema cardiovascular de cada indivíduo, sobretudo com relação ao débito cardíaco.

  • O débito cardíaco é definido pelo volume ejetado do ventrículo esquerdo em cada sístole que é diretamente proporcional à frequência cardíaca, e à resistência vascular periférica, que é determinada pela resistência oferecida pelo vaso ao fluxo sanguíneo normal.

  • Em repouso, a pressão arterial aferida nas artérias do braço é de aproximadamente 120/80 mmHg. Caso o indivíduo apresenta constantemente valores superiores a 140/90 mmHg quando a pressão lhe é aferida em repouso, diz-se que o paciente é hipertenso.

  • A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é o agravo mais comum na população adulta em todo o mundo. Ela consiste de um distúrbio clínico em que a força ou pressão exercida pelo sangue contra as paredes dos vasos sanguíneos ultrapassa o padrão estabelecido como normal e trata-se de uma doença crônica, na maioria das vezes assintomática, e que requer tratamento durante toda a vida para o seu controle.

  • A hipertensão arterial é uma patologia silenciosa, que afeta maioritariamente a raça negra. Na maior parte dos casos, os indivíduos não sabem que padecem dela, pois não têm sintomas associados, ao longo dos anos, até que haja uma lesão de um órgão vital. É caracterizada por um aumento anormal da pressão arterial em repouso (PAS 140 mmHg, PAD 90 mmHg ou a combinação das duas).

  • As dificuldades no controle da HAS estão relacionadas com o seu caráter assintomático, a evolução lenta, a cronicidade, que fazem com que em muitos casos não seja considerada doença ou algo que precise ser tratada. Assim, alguns portadores não sentem necessidade de modificar os hábitos relacionados ao trabalho, ao meio social e à dinâmica familiar, até que surjam as primeiras complicações provocadas pela doença.

  • A hipertensão arterial é o principal fator de risco de mortalidade por doenças cardiovasculares, estando relacionado ao aumento de sua incidência. Representa maior influência sobre o risco de doenças cardiovasculares do que tabagismo, hipercolesterolemia, hiperglicemia e obesidade.

  • Evidências científicas sobre a importância da dieta como fator de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, diabetes mellitus e câncer têm se firmado cada vez mais na literatura. A inadequação da dieta, baseada em alimentos processados, refinados, ricos em gorduras saturadas, açúcares e sódio, associada à inatividade física e ao uso do tabaco tem sido fortemente relacionada à epidemia das doenças crônicas.

  • O consumo de bebidas alcoólicas por períodos prolongados, consumo excessivo de sódio, assim como o sedentarismo, podem aumentar a incidência de hipertensão arterial. Este aumento pode ser até 30% maior do que em indivíduos que praticam alguma atividade física.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Hipertensão arterial sistêmica
  • Fatores de risco associados a HAS
  • Prevenção da HAS
  • Osteoporose
  • Fatores de risco associados a osteoporose
  • Prevenção da osteoporo