Curso Online de Qualidade de Vida

Curso Online de Qualidade de Vida

Alimentação saudável, saúde mental e saúde do idoso

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Alimentação saudável, saúde mental e saúde do idoso

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Graduado em bacharelado em bioquímica, licenciatura em química e também em biologia. Experiência como professor de ciências, biologia, química, bioquímica e alimentos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • QUALIDADE DE VIDA

  • ENVELHECIMENTO BEM SUCEDIDO

    ENVELHECIMENTO BEM SUCEDIDO

    A autonomia do idoso é considerada um indicador de saúde e bem-estar e, portanto, de envelhecimento bem sucedido. Ela traduz a emancipação do idoso em relação ao meio-ambiente, bem como a busca da realização de seus projetos de vida, mantendo a concepção de sua identidade e o senso de autoeficácia. A cognição assume papel de relevância na manutenção da autonomia.

  • ESTUDO SOBRE O CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA ENTRE IDOSOS BRASILEIROS MOSTRA RESULTADOS SEMELHANTES A PESQUISAS INTERNACIONAIS, ONDE ESTÁ PRESENTE A VALORIZAÇÃO DO BOM RELACIONAMENTO COM A FAMÍLIA, COM AMIGOS E DA PARTICIPAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES SOCIAIS; DA SAÚDE; DE HÁBITOS SAUDÁVEIS; BEM-ESTAR, ALEGRIA E AMOR; DE CONDIÇÃO FINANCEIRA ESTÁVEL; DO TRABALHO; DA ESPIRITUALIDADE; DE PRATICAR TRABALHOS VOLUNTÁRIOS E DE PODER APRENDER MAIS.
     

  • Idosos que avaliam negativamente seu estado de saúde apresentam risco aumentado de todas as causas de mortalidade, em comparação com aqueles que classificam sua saúde como boa ou excelente. Além disso, a autoavaliação positiva da saúde constitui um fator particularmente importante de satisfação de vida.

  • ENVELHECIMENTO BEM SUCEDIDO

    Fernandes et al, 2011.

  • Estudos sinalizam também que as características ambientais, a dieta e os hábitos de vida saudáveis, bem como a minimização de exposição aos fatores de risco, a exemplo do fumo, do álcool, da obesidade, do sedentarismo, dentre outros, têm repercussões diretas sobre os aspectos fisiológicos e metabólicos do organismo envelhecido.

  • Considerando a alimentação, ressalta-se que a produção de radicais livres pode ser aumentada na presença de uma alimentação pouco saudável. O consumo excessivo de gorduras, alimentos refinados e o baixo consumo de frutas e hortaliças são hábitos amplamente prejudiciais ao organismo.

  • A prática regular da atividade física promove maior fixação de cálcio nos ossos, aumenta a força e a endurance musculares, o equilíbrio e a fle­xibilidade, ajuda no controle da glicemia, melhora o perfil lipídico, reduz o peso corporal, melhora a função pulmonar e circulatória e auxilia o controle da pressão arterial. Vale salientar que os benefícios desta prática não se restringem à melhora da condição física, mas favorecem, também, o bem-estar psicológico.

  • A participação do idoso em programas estruturados de atividade física proporciona uma maximização de contatos sociais, favorecendo melhorias na satisfação com a vida e redução da solidão. O idoso fisicamente ativo é capaz de superar as exigências impostas pela atividade física (autoeficácia), resgatar a autovalorização e a autoconfiança, o que irá interferir positivamente na autopercepção da imagem corporal.

  • A existência humana depende da interação entre o homem e o meio em que ele vive, e uma dessas interações se relaciona com os hábitos alimentares. Quando preponderam os bons hábitos, ocorre uma vida longa e saudável; os maus hábitos, ao contrário, podem determinar uma vida mais breve e com manifestações de diversas doenças.

  • No contexto atual, existe maior informação sobre a importância da relação da alimentação com a qualidade da saúde no envelhecimento, o que tem levado a população, cada vez mais, a procurar informações sobre os alimentos que consome. Assim, o recurso imediato disponível para a seleção de alimentos mais saudáveis são as informações nutricionais, contidas nas rotulagens de alimentos que são fornecidas pelos fabricantes e fornecedores do mercado de produtos alimentícios.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ENVELHECIMENTO BEM SUCEDIDO
  • ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE ALGUNS ALIMENTOS FUNCIONAIS
  • CUIDANDO DA SAÚDE MENTAL
  • HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS
  • IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA
  • MELHOR QUALIDADE DE VIDA DO IDOSO
  • ENVELHECIMENTO BEM SUCEDIDO
  • ALIMENTAÇÃO E SAÚDE CARDIOVASCULAR