Curso Online de Rede de frios

Curso Online de Rede de frios

curso rápido sobre a rede de frios, armagemagem, manuzeio e manutenção

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

curso rápido sobre a rede de frios, armagemagem, manuzeio e manutenção

cursando graduação em enfermagem.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Rede de frio

    Rede de frio

    Equipamentos
    Organização
    Manuseio
    Conservação
    Orientações para vacinação

  • Rede de Frio

    Rede de Frio

    A Rede de Frio é o processo de recebimento, armazenamento, conservação, manipulação, distribuição e transporte dos Imunobiológicos do PNI e devem ser mantidos em condições adequadas de refrigeração, desde o laboratório produtor até o momento de sua utilização.
    O objetivo da Rede de Frio é assegurar que todos os Imunobiológicos mantenham suas características iniciais, para conferir imunidade.
    São componentes da Rede de Frio: equipe qualificada e equipamentos adequados.

  • Temperatura: Controle e Monitoramento

    Temperatura: Controle e Monitoramento

    O controle diário de temperatura é imprescindível em todas as instâncias de armazenamento para assegurar a qualidade dos Imunobiológicos.
    Para isso, utilizam-se Termômetros digitais ou analógicos, de cabo extensor ou não.

  • Tipos de Termômetros

  • 1) O Termômetro digital de momento, máxima e mínima:

    1) O Termômetro digital de momento, máxima e mínima:

    É um equipamento eletrônico de precisão, constituído de um visor de cristal líquido, com cabo extensor, que mensura as temperaturas (do momento, a máxima e a mínima), através de seu bulbo instalado no interior do equipamento.

  • .
    Observação...

    O seu sensor (bulbo) deve ficar localizado na parte central da segunda prateleira, que permitirá medir a temperatura do ar ao redor dos Imunobiológicos.
    Não deve ficar imerso em água.

  • 2) O Termômetro analógico de momento, máxima e mínima

    2) O Termômetro analógico de momento, máxima e mínima

    É um equipamento que apresenta duas colunas verticais de mercúrio com escalas inversas e é utilizado para verificar as variações de temperatura ocorridas em determinado ambiente, fornecendo três tipos de informação: a mais fria (nível inferior do filete azul na coluna da esquerda); a mais quente (indicada no nível inferior do filete azul na coluna da direita) e a do momento (indicada pela extremidade superior da coluna de mercúrio – colunas prateadas – em ambos os lados).

  • Esse termômetro deve ser instalado no interior do equipamento entre a primeira e a segunda prateleira da geladeira em posição vertical na área central do equipamento. Após cada leitura, registrar imediatamente no mapa de controle e anular a marcação do termômetro, pressionando o botão central, até que os filetes azuis se encontrem com a coluna de mercúrio.

  • 3) O Termômetro analógico de cabo extensor

    3) O Termômetro analógico de cabo extensor

    É utilizado para verificar a temperatura do momento, no transporte e no uso diário da sala de vacina. Para utilização, colocar o sensor (o bulbo) do termômetro de cabo extensor entre os Imunobiológicos, deixando o visor preso com fita adesiva do lado externo, aguardar meia hora para fazer a leitura da temperatura e verificar na extremidade superior da coluna de mercúrio.

  • Situações de Emergência

    Situações de Emergência

    Os equipamentos de refrigeração podem deixar de funcionar por vários motivos. Assim, para evitar a perda dos Imunobiológicos, precisamos adotar algumas providências.
    Quando ocorrer interrupção no fornecimento de energia elétrica, manter o equipamento fechado e monitorar, rigorosamente, a temperatura interna com termômetro de cabo extensor. Se não houver o restabelecimento da energia, no prazo máximo de 2 horas ou quando a temperatura estiver próxima a + 8o C proceder imediatamente a transferência dos Imunobiológicos para outro equipamento com temperatura recomendada. (refrigerador ou caixa térmica).

  • Equipamentos da Rede de Frio


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Rede de frio
  • Rede de Frio
  • Temperatura: Controle e Monitoramento
  • 1) O Termômetro digital de momento, máxima e mínima:
  • 2) O Termômetro analógico de momento, máxima e mínima
  • 3) O Termômetro analógico de cabo extensor
  • Situações de Emergência
  • 1) Os Freezers ou congeladores
  • 2) Refrigerador tipo comercial
  • 3) Caixas Térmicas
  • Cuidados Básicos
  • Ambientação das bobinas de gelo reutilizável
  • 4) Refrigerador tipo doméstico
  • Refrigerador Doméstico
  • Como Organizar os Imunobiológicos na Geladeira
  • Cuidados básicos
  • Procedimentos de limpeza
  • Após a limpeza
  • Imunobiológicos sob suspeita
  • Organização do Arquivo de Vacinação
  • Triagem da Clientela
  • Materiais Necessários
  • A Triagem deve Englobar as Seguintes Condutas:
  • Falsas Contra-indicações
  • Adiamento da Vacinação
  • Medicação Após vacinação
  • Materiais Necessários:
  • EPI – Equipamento de Proteção Individual
  • Referencia Bibliográfica