Curso Online de Saúde

Curso Online de Saúde

SUS, Prevenção de doenças, dentre vários outros conteúdos.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 100 horas


Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

SUS, Prevenção de doenças, dentre vários outros conteúdos.

Mestre em alimentos e nutrição. Especialista em nutrição clínica e esportiva, gerontologia e qualidade de vida e metodologia de ensino de biologia e química. Professor de ciências e biologia. Bacharel em bioquímica com ênfase no entendimento de ciências dos alimentos, fitoterapia, nutrição e ensino após cursar disciplinas eletivas referentes a estas áreas e fazer estágios no decorrer da graduação. No final de cada curso não há avaliação. Cursou, aprendeu bastante devido a meu compromisso de oferecer ensino de qualidade, não tem a preocupação e ansiedade em ser avaliado (a) um monte de conteúdos simultaneamente. No certificado é informado o número de dias em que o curso foi cursado e o tanto de horas que ele foi acessado, diante disto, não convém cursar muito rápido e em poucos dias.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Saúde

  • É correto afirmar que a atenção primária em saúde é um conjunto de ações no âmbito individual e coletivo, abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde.

  • Em 1948, foi criada a Organização Mundial da Saúde (OMS) por iniciativa da Organização das Ações Unidas (ONU), com o objetivo de promover o acesso universal à saúde, considerando o bem-estar físico, mental e social do indivíduo. As ações de saúde devem ser voltadas para melhorias no saneamento, na área familiar, de capacitação de profissionais da área da saúde, no fortalecimento dos serviços médicos e na luta contra doenças.

  • A Política Nacional da Atenção Básica (PNAB), que estabelece as diretrizes para a Atenção Básica em Saúde, orientada pelos princípios da universalidade, acessibilidade, vínculo, continuidade do cuidado, integralidade da atenção, responsabilização, humanização, equidade e participação social. Apesar de bastante complexa, é necessário que a rede da Atenção Básica se organize de forma a enfrentar os problemas, como hipertensão, hepatites virais, tuberculose, dengue, hanseníase, e alcançar todos esses princípios com qualidade. 

  • Estudos mostram cada vez mais que as origens do risco de doenças crônicas, como diabete e cardiopatia, começam na infância ou até mesmo antes. E esse risco é subsequentemente definido e modificado por fatores como condição socioeconômica e experiências ao longo da vida. Além disso, o risco de desenvolver doenças não transmissíveis (DNTs) continua a aumentar conforme as pessoas envelhecem. Por esse motivo, é preciso saber que esse aumento no desenvolvimento das DNTs nas idades mais avançadas pode ser causada pelo tabagismo, falta de atividade física, dieta inadequada, entre outros fatores de risco da vida adulta. Sendo assim, é importante chamar a atenção para os riscos de doenças não-transmissíveis durante toda a vida, desde os primeiros até os últimos anos

  • O Censo Demográfico tem por objetivo contar o número de habitantes do território nacional, identificar suas características e revelar como vivem os brasileiros, produzindo informações imprescindíveis para a definição de políticas públicas e a tomada de decisões de investimentos da iniciativa privada ou de qualquer nível de governo. E também constituem a única fonte de referência sobre a situação de vida da população nos municípios e em seus recortes internos, como distritos, bairros e localidades, rurais ou urbanas, cujas realidades dependem de seus resultados para serem conhecidas e terem seus dados atualizados.

  • A capacidade funcional (como capacidade ventilatória, força muscular e débito cardíaco) aumenta durante a infância e atinge seu máximo nos primeiros anos da vida adulta, entrando em declínio em seguida. A velocidade do declínio, no entanto, é fortemente determinada por fatores relacionados ao estilo de vida na vida adulta por exemplo: tabagismo, consumo de álcool, nível de atividade física e dieta alimentar assim como por fatores externos e ambientais. O declínio pode ser tão acentuado que resulte em uma deficiência prematura. Contudo, a aceleração no declínio pode sofrer influências e ser reversível em qualquer idade através de medidas individuais e públicas.

  • O adulto em sua juventude pode estar dotado de grande força e energia, gozando de boa saúde e disposição para ocupar cargos e responsabilidades. Essa dimensão é de suma importância para poder entender bem o que acontece nos primeiros anos da vida adulta, em que normalmente se localiza uma luta bastante acirrada para poder demonstrar valor e competência. Isso nem sempre é possível, dado que há uma grande luta por parte dos adultos médios, para manter seu predomínio, seus cargos e seu status. Já as lutas entre os adultos jovens e os médios são de extraordinário significado para entender aspectos do desenvolvimento da personalidade, e as mudanças levadas a efeito no mundo social. Trata-se dos temas da amizade e dos diferentes momentos de adultez, como formas de compreender o que acontece nessa etapa da vida. Cabe alertar que o início da vida adulta é bastante difícil e problemático, não se trata simplesmente de um problema de idade cronológica, mas de uma conjugação de fatos ou eventos existenciais que irão ajudar na estruturação de uma nova existência. Schwanke, Carla H. A. Atualizações em geriatria e gerontologia.

  • Qualidade de vida é noção humana relacionada ao grau de satisfação encontrado na vida familiar, amorosa, social e ambiental e à própria  existência. É uma síntese cultural de todos os elementos que incorporam a sociedade considerada como seu padrão de conforto e bem-estar e nesse sentido é uma construção social.

  • Os conceitos e definições sobre o que seja uma boa ou má qualidade de vida, podem ser identificados como: estilo de vida, estado de saúde, alimentação, habitação, educação, trabalho, lazer, convívio social.

  • O Ministério da Saúde toma como sua a responsabilidade de promover a Humanização dentro do SUS, sendo este, um processo complexo que envolve diversas políticas públicas e diretrizes internas, sendo um diferencial na forma de atendimento direto entre usuários e profissionais da saúde. O termo Humanização é um dos termos mais difundidos e estudados atualmente, estando presente em diversas áreas do saber e segmentos da sociedade: no ambiente educacional, no mundo corporativo, no universo filosófico e religioso, principalmente na área da saúde.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Alimentos Funcionais
  • Saúde do Trabalhador
  • Cargas de Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem
  • Saúde e Qualidade de Vida
  • Cuidando Da Saúde Mental
  • Alimentação Saudável
  • Sais Minerais
  • Alimentação e Pele Saudável
  • Saúde da Criança
  • Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança
  • Assistência e cuidados de enfermagem no desenvolvimento infantil
  • Carboidratos
  • Diabetes
  • Imunonutrição
  • Lipídios e Saúde
  • Educação em Saúde
  • Fibras Alimentares
  • Atenção à Saúde
  • Vitaminas
  • Atividade Física na Terceira Idade
  • Sistema Cardiovascular
  • Prevenção da Aterosclerose
  • Prevenção da Doença de Alzheimer
  • Osteoporose
  • Saúde do Idoso
  • Envelhecimento
  • Promoção da Saúde
  • Envelhecimento Saudável
  • Sarcopenia
  • Sexualidade na Terceira Idade
  • Saúde Mental
  • Compostos Bioativos e Saúde