Curso Online de Parasitas de Peixes no Brasil
1 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Parasitas de Peixes no Brasil

Assim como outros tipos de hospedeiros vertebrados, os peixes apresentam fauna parasitária própria que inclui numerosas espécies. Sendo e...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 34,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Assim como outros tipos de hospedeiros vertebrados, os peixes apresentam fauna parasitária própria que inclui numerosas espécies. Sendo estes de suma importância devido ao desenvolvimento de atividades econômicas com peixes, como por exemplo a piscicultura.

Médico Veterinário formado pela Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco - (UNIVASF 2011). Mestre em Ciência Animal - (UNIVASF 2013). Especialização em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais (EQUALIS 2015). Fez vários cursos teórico-práticos na área da produção animal, clínica médica e cirúrgica veterinária. Esteve presente em vários congressos da área de medicina veterinária, sub-área produção animal, clínica médica animal. Atualmente Médico Veterinário Autônomo, professor, consultor, autor de EAD, facilitador e palestrante.


- Andre Carrijo Rodrigues

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • parasitas de peixes

    felipe silva sento sé

    medicina veterinária

    doenças parasitárias

  • INTRODUÇÃO

    introdução

    parasita:
    organismo que com finalidade de se alimentar reproduz-se e completa seu ciclo vital em outro ser vivo;

    assim como outros tipos de hospedeiros vertebrados, os peixes apresentam fauna parasitária própria que inclui numerosas espécies;

    sendo estes de suma importância devido ao desenvolvimento de atividades econômicas com peixes ex: piscicultura.

  • INTRODUÇÃO

    introdução

    os principais agentes etiológicos das parasitoses de peixes:
    protozoários ;
    myxozoa;
    monogenea;
    digenea;
    cestoda;
    nematoda;
    crustacea.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    ichthyophthirius multifilis:
    ectoparasitos ciliados localizados na pele e nas brânquias de peixes de água doce;

    é o agente etiológico da ictiofitiríase ou “doença dos pontos brancos”, conhecido popularmente como “ictio”;

    responsável por grandes prejuízos na piscicultura mundial.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    ichthyophthirius multifilis:
    ciclo biológico:

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    ichthyophthirius multifilis:
    sinais clínicos:
    pontos brancos na superfície do corpo, nadadeiras e brânquias;

    hemorragias e posterior invasão bacteriana e fúngica com aspecto de algodão;

    anorexia, peixes aglomerados na entrada da água;

    emagrecimento, muco.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    diagnóstico:
    observação direta macroscópica dos pontos brancos, também pela facilidade de se identificar o trofonte com núcleo característico em forma de ferradura;

    profilaxia:
    evita-se a ictiofitiríase levando em conta a boa qualidade da água, e evitando o estresse, motivado pelas oscilações térmicas bruscas;
    recomendam- se ainda banhos profiláticos e quarentena.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    trichodina spp:
    ciliados de forma circular, encontrados com freqüência na superfície e nas brânquias dos peixes.;

    apresenta um disco adesivo rodeado de uma ornamentação ou coroa de dentículos;

    as espécies podem estar normalmente nos tanques de cultivo ou aquários, mas proliferam em águas com excesso de material em decomposição.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    sinais clinicos:
    provocam produção excessiva de muco e hemorragias em forma de petéquias,;

    hiperplasia e necrose da epiderme, sendo portas abertas para infecções secundárias;

    a patogenia fica apenas evidente nos casos de grande intensidade parasitária.

  • PROTOZOÁRIOS

    protozoários

    diagnóstico:

    é através do exame microscópico de raspagens.

    tratamento:

    pode ser feito com banhos profiláticos similares aos usados para i. multifilis, cuja duração pode variar de acordo com os diferentes hospedeiros;

    ciclo pouco conhecido.

  • MYXOZOA

    myxozoa

    parasitas encontrados formando cistos nas brânquias, órgãos internos e na musculatura de peixes. estes cistos contêm numerosos esporos.;
    espécies de três gêneros são as mais comuns em peixes marinhos e de água doce: myxobolus, henneguya e kudoa.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 34,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • INTRODUÇÃO
  • PROTOZOÁRIOS
  • MYXOZOA
  • MONOGENEA
  • DIGENEA
  • CESTODA
  • NEMATODA
  • CRUSTACEA
  • Referências Bibliográficas