Curso Online de FISIOLOGIA VEGETAL - Nutrição Mineral de plantas

Curso Online de FISIOLOGIA VEGETAL - Nutrição Mineral de plantas

-> Nutrição Mineral de plantas; - Transporte de Íons através da membrana; - Transporte de íons na planta; - Processos de transporte em me...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 26,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

-> Nutrição Mineral de plantas;
- Transporte de Íons através da membrana;
- Transporte de íons na planta;
- Processos de transporte em membranas;
- Características das proteínas de transporte;
- Tipos de proteínas de transporte;
- Transportadores tipo canal;
- Proteínas carregadoras;
- Proteínas carregadoras (tipo bombas);
- Movimento de íons na raiz;
- Carregamento no Xilema.






Técnico Agropecuária pela IFPB - Sousa-PB, Estudante de Agronomia UFCG. Gerente Administrativo na Empresa Fazenda Bebida Velha-Touros-RN. Atuando na área de Avicultura de corte. Com experiência consolidada nas áreas de defensivos agrícolas, fertilizantes, máquinas e implementos, receituário agronômico e atuação nas Culturas de Milho, Algodão, Soja, Girassol. E atua nas seguintes linhas de pesquisa: Conservação de Recursos Naturais Renováveis, Uso da Terra e Zoneamento Ambiental.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Nutrição Mineral de plantas

    nutrição mineral de plantas

    fisiologia vegetal

    rony lourenço de oliveira

  • transporte de íons na planta

    transporte passivo e ativo

    • transporte passivo

    → é aquele que ocorre a favor do gradiente de potencial
    químico ou eletroquímico até que o equilíbrio seja atingido
    → o movimento de solutos ocorre por difusão e é sempre de forma espontânea
    → se o soluto estiver em equilíbrio nenhum movimento adicional pode ocorrer sem a ação de força propulsora

  • • transporte ativo

    → é aquele que ocorre contra um gradiente de potencial
    químico, ou seja, em direção a sua maior concentração

    → esse tipo de transporte não é espontâneo e requer a ação de uma força propulsora

    → a força propulsora é introduzida pela hidrólise de atp

    → síntese de atp:
    ♦ mitocôndria: durante o processo de respiração
    ♦ cloroplasto: durante a fase fotoquímica da fotossíntese

  • transporte biológico

    a favor de gradiente de potencial químico:

    → concentração

    → pressão hidrostática

    → gravidade (desconsiderada)

    → campos elétricos (valência do íon)

  • transporte de íons através da membrana

    • difusão em solução aberta

  • transporte de íons através da membrana

    • difusão através da membrana

    depende: permeabilidade da membrana

    → composição da membrana

    → natureza química do soluto
    ♦ kcl → k+ (mp mais permeável)
    cl- (mp menos permeável)

  • processos de transporte em membranas

    • membranas artificiais: mais permeáveis a moléculas não-
    polares e polares pequenas

    • membranas biológicas: mais permeáveis a íons e algumas
    moléculas polares grandes

    qual o motivo dessa diferença?

    → presença de proteínas de transporte

  • características das proteínas de transporte

    • exibem alta especificidade para o soluto que transportam

    • a especificidade não é absoluta: transportam substâncias
    relacionadas
    ex: k+ → na+

    k+ → é ineficaz para o transporte do cl-

    • grande diversidade de proteínas de transporte na membrana

  • tipos de proteínas de transporte
    existem três classes:

    • proteínas de canal

    • proteínas carregadoras

    • proteínas carregadoras (tipo bombas)

    transportadores tipo canal

    • são proteínas transmembrana que funcionam como poros
    seletivos pelos quais solutos podem se difundir pelas
    membranas

  • transportadores tipo canal

    • apresentam seletividade de transporte
    → dimensão do poro
    → quantidade de cargas presentes no seu revestimento
    interno

    • o transporte ao longo de canais é sempre passivo

    • transporte por canais limita-se a água e íons

    • difusão de água e íons por canais é extremamente rápida:
    entre 106 a 108 íons por segundo

  • transportadores tipo canal

    • os canais não estão abertos o tempo todo:
    existem portões que abrem e fecham o poro em resposta a
    sinais externos
    → mudanças no potencial elétrico
    → luz

    • canais de k+: transportam o k tanto para dentro como p/
    fora da citosol

    • canais de ca2+: transportam o ca2+ apenas p/ dentro do
    citosol


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 26,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Nutrição Mineral de plantas
  • Origem da fisiologia vegetal
  • Domesticac¸a~o das plantas
  • Origem e domesticac¸a~o das principais espe´cies cultivadas
  • Importa^ncia das plantas para humanidade
  • Evoluc¸a~o da fisiologia vegetal
  • Conceito de fisiologia vegetal
  • Fisiologia vegetal e a´reas afins
  • Aplicac¸o~es da fisiologia vegetal
  • Dificuldades no estudo da fisiologia
  • Caracteri´sticas dos vegeta