Curso Online de CRIAÇÃO DE CAMARÃO

Curso Online de CRIAÇÃO DE CAMARÃO

ESPECIFICAMENTE COM RELAÇÃO AO CULTIVO DE CAMARÃO, HÁ INFORMAÇÕES DE QUE ESSA ATIVIDADE JÁ ERA PRATICADA DESDE O ANO 500 A.C. COM O CRESC...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

ESPECIFICAMENTE COM RELAÇÃO AO CULTIVO DE CAMARÃO, HÁ INFORMAÇÕES DE QUE ESSA ATIVIDADE JÁ ERA PRATICADA DESDE O ANO 500 A.C. COM O CRESCIMENTO DA DEMANDA MUNDIAL POR ALIMENTOS DE ALTO VALOR NUTRITIVO. ESSA ATIVIDADE TEM CRESCIDO BASTANTE NO BRASIL.

BACHAREL EM ZOOTECNIA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CRIAÇÃO DE CAMARÃO

    CRIAÇÃO DE CAMARÃO

  • Animal artrópode de respiração branquial e com dois pares de antenas. Ex. Camarão, Lagosta, caranguejo etc.

    Animal artrópode de respiração branquial e com dois pares de antenas. Ex. Camarão, Lagosta, caranguejo etc.

    Crustáceo

  • Natural do sul e sudeste asiático, ocorrendo ainda na Oceania e em algumas ilhas do Pacífico Oeste. É considerada a espécie, de água doce, mais utilizada no cultivo intensivo em todo o mundo. É a maior espécie do gênero, podendo atingir 32 cm e pesar 500 g.

    Natural do sul e sudeste asiático, ocorrendo ainda na Oceania e em algumas ilhas do Pacífico Oeste. É considerada a espécie, de água doce, mais utilizada no cultivo intensivo em todo o mundo. É a maior espécie do gênero, podendo atingir 32 cm e pesar 500 g.

    CAMARÃO

  • O camarão é onívoro, podendo, inclusive, praticar canibalismo, se a disponibilidade de alimentos for insuficiente.

    O camarão é onívoro, podendo, inclusive, praticar canibalismo, se a disponibilidade de alimentos for insuficiente.

    O HABITO ALIMENTAR

  • Morfologia Externa

    Morfologia Externa

  • .

    .

    O CORPO

    É formado por um exoesqueleto de quitina, um polissacarídeo nitrogenado carbonato de cálcio transforma o exoesqueleto numa carapaça.

    A cabeça apresenta 5 segmentos e o tórax 8. O abdômen está dividido em 6 segmentos. Em cada segmento existe um par de extremidades articuladas e rígida.

  • É formado pela boca, que se abre acima das mandíbulas, um esôfago curto e tubular, um estômago de parede fina, dividido em uma câmara cardíaca anterior e dilatada e uma câmara pilórica posterior, um intestino médio e um intestino tubular que se estende dorsalmente até o orifício retal.

    É formado pela boca, que se abre acima das mandíbulas, um esôfago curto e tubular, um estômago de parede fina, dividido em uma câmara cardíaca anterior e dilatada e uma câmara pilórica posterior, um intestino médio e um intestino tubular que se estende dorsalmente até o orifício retal.

    O APARELHO DIGESTIVO

    Abaixo do estômago existem duas glândulas digestivas, o hepatopâncreas ("fígado").

  • O alimento que é trazido para a boca pelo segundo e terceiro pares de pernas vai para o esôfago e daí para a câmara cardíaca, onde é triturado pelo moinho gástrico, uma estrutura formada por dentes calcificados.

    Na câmara pilórica o alimento recebe as enzimas digestivas, eliminadas pelo hepatopâncreas que, juntamente com o intestino médio, fazem a absorção do alimento.

    O alimento que é trazido para a boca pelo segundo e terceiro pares de pernas vai para o esôfago e daí para a câmara cardíaca, onde é triturado pelo moinho gástrico, uma estrutura formada por dentes calcificados.

  • A matéria que não foi digerida e partículas mais duras, é transformada em fezes que serão eliminadas pelo orifício retal.

    A matéria que não foi digerida e partículas mais duras, é transformada em fezes que serão eliminadas pelo orifício retal.

  • é um sistema aberto ou lacunar(ABERTO) onde o sangue preenche espaços abertos ou seios, que estão distribuídos em diversas partes do corpo.

    O SISTEMA CIRCULATÓRIO DOS CRUSTÁCEOS

  • Do coração ele é bombeado para seis artérias que o distribuem para todo o corpo. O sangue, então, corre para os espaços abertos (seios), que estão entre os órgãos.

    O CORAÇÃO


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CRIAÇÃO DE CAMARÃO
  • Animal artrópode de respiração branquial e com dois pares de antenas. Ex. Camarão, Lagosta, caranguejo etc.
  • Natural do sul e sudeste asiático, ocorrendo ainda na Oceania e em algumas ilhas do Pacífico Oeste. É considerada a espécie, de água doce, mais utilizada no cultivo intensivo em todo o mundo. É a maior espécie do gênero, podendo atingir 32 cm e pesar 500 g.
  • O camarão é onívoro, podendo, inclusive, praticar canibalismo, se a disponibilidade de alimentos for insuficiente.
  • Morfologia Externa
  • .
  • É formado pela boca, que se abre acima das mandíbulas, um esôfago curto e tubular, um estômago de parede fina, dividido em uma câmara cardíaca anterior e dilatada e uma câmara pilórica posterior, um intestino médio e um intestino tubular que se estende dorsalmente até o orifício retal.
  • O alimento que é trazido para a boca pelo segundo e terceiro pares de pernas vai para o esôfago e daí para a câmara cardíaca, onde é triturado pelo moinho gástrico, uma estrutura formada por dentes calcificados.
  • A matéria que não foi digerida e partículas mais duras, é transformada em fezes que serão eliminadas pelo orifício retal.
  • * Têm o corpo normalmente dividido em cefalotórax e abdome. * São dotados de número variável de pernas, geralmente cinco pares, e dois pares de antena. * Algumas espécies são filtradoras, alimentando-se de microorganismos e de detritos orgânicos diversos que se encontram em suspensão na água; outras são carnívoras e se nutrem de animais que capturam ou mesmo de cadáveres em decomposição.
  • É formado por diversos segmentos distintos e articulados. Seus apêndices (pernas abdominais) são denominado PLEÓPODOS, ajudam na respiração e carregam os ovos das fêmeas. Os últimos segmentos são estruturas achatadas; os dois laterais são denominados urópodos e o central, telso. Em conjunto eles formam um remo para natação.
  • É semelhante à dos insetos, mas no sangue há pigmentos respiratórios, como a hemocianina e, menos frequentemente, a hemoglobina.
  • Técnica de manuseio das Fêmeas
  • A criação de camarões de água doce baseia-se principalmente na espécie Macrobrachium rosenbergii, (camarão da Malásia).
  • Sistemas de Criação
  • * Sistema bifásico. Trata-se da manutenção das pós-larvas recém metamorfoseadas em viveiros-berçário também escavados no solo (500 a 2.000 m²). * Sistema trifásico. Semelhante ao anterior, diferindo apenas pela consideração de uma fase preliminar realizada em berçários primários.
  • AS FORMAS DE MANEJO
  • DESPESCAS
  • LOCALIZAÇÃO
  • PESSOAL
  • EQUIPAMENTOS
  • MATÉRIA-PRIMA
  • PRODUTIVIDADE
  • INVESTIMENTO INICIAL
  • MERCADO
  • E-mail: fluiz.zootecnista@bol.com.br/ 77 9907-8973