Curso Online de Agentes Polinizadores
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Agentes Polinizadores

Mostrar as formas de adaptações que as plantas possuem para atrair seus agentes polinizadores.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 150 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Mostrar as formas de adaptações que as plantas possuem para atrair seus agentes polinizadores.

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Potiguar e Especializando em Engenharia de Petróleo e Gás Natural, possuindo Curso Técnico em Petróleo e Gás Natural, atualmente sou Professor de Biologia do Projeto Barco Escola Chama maré e Assistente de Projetos Ambientais da Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar - FUNDEP.


"Achei o conteúdo do curso bom, bem específico e claro,mas acredito que poderia ser melhorada a avaliação final, onde contém apenas uma questão."

- Amanda Gotardi

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Agentes Polinizadores

    agentes polinizadores

    prof: charles adriano de souza monteiro

  • Polinização

    polinização

    transferência do pólen do local onde foi formado para uma superfície receptora.

    grupos: polinização abiótica
    polinização biótica

  • Polinização abiótica

    polinização abiótica

    agentes: vento e água

    vento – anemofilia

    dominante

    gimnospermas

    angiospermas – monocotiledôneas (gramineae e cyperaceae)

    dicotiledôneas

  • Polinização abiótica

    polinização abiótica

    flores polinizadas pelo vento

    características

    flores unissexuais

    perianto insignificante ou ausente

    brácteas e presentes quando presentes geralmente verdes

    odor ausente

    anteras são expostas

    pólens pequenos, lisos, secos, produzidos em grande quantidade e redução no número de óvulos.

  • Polinização abiótica

    polinização abiótica

    flores polinizadas pela água –hidrofilia
    angiospermas – habitat aquático
    ocorre na superfície da água ou dentro
    superfície – flutua até atingir o estigma que está exposto.
    dentro da água – zostera*

    pólen – longo, de parede celulósica e se enroscam nos estigmas, havendo um rápido crescimento do tubo polínico

    elodea

    *zostera é um gênero botânico pertencente à família zosteraceae. na classificação taxonômica de jussieu (1789), zostera é um gênero botânico, ordem aroideae, classe monocotyledones com estames hipogínicos.

  • Polinização biótica

    polinização biótica

    cretáceo – besouros e moscas primitivas voavam de uma flor a outra, alimentando-se de pólen, óvulos e partes das flores.
    atualmente – transporte de pólen - insetos, pássaros, morcegos, formigas e macacos.
    esse animais desenvolveram estruturas eficientes para extração e utilização das recompensas oferecidas pelas flores.

  • Polinização

    polinização

    os atrativos e recompensas oferecidos pelas flores aos visitantes incluem:

    atração visual
    odor
    pólen
    néctar
    óleo

  • Atração visual

    atração visual

    meios: cor e forma da corola

    flores anemófilas – a corola perde a função

    corola – vistosa ou muda a morfologia

    planta: flores centrais são monóclinas e periféricas são díclinas.

    função: sexuais (centrais)

    ex: tithonia

  • Atração visual

    atração visual

    as cores das flores tem sido um assunto de intensivos estudos dos pontos de vista fisiológico e de composição química.

    promover a polinização

    dispersão dos frutos e sementes

  • Atração visual

    atração visual

    pigmentos vegetais

    - lipossolúveis – carotenóides* e clorofilas

    - hidrossolúveis – betalaínas*, antocianinas*, chalconas* e auronas* (flavonóides)

    * os carotenóides são pigmentos de cor vermelha, alaranjada ou amarela, encontrados nas células de todos os vegetais, atuando na fotossíntese.
    * as betalaínas são compostos solúveis em água, localizados nos vacúolos das plantas.
    * as antocianinas são derivados de sais flavílicos, solúveis em água, que na natureza estão associados a moléculas de açúcar. sua função é a proteção das plantas, suas flores e seus frutos contra a luz ultravioleta (uv) e evitam a produção de radicai livres.
    * apresentando um amplo espectro de atividade biológica, as chalconas são alvo de vários estudos de isolamento, identificação e investigação de propriedades biológicas. as chalconas têm apresentado atividade antinociceptiva e antipirética.
    * flavonóides é a designação dada a um grande grupo de metabólicas secundários da classe dos polifenóis, componentes de baixo peso molecular encontrados em diversas espécies vegetais. os diferentes tipos de flavonóides são encontrados em frutas, flores e vegetais em geral, assim como em alimentos processados como chá e vinho.

  • Atração visual

    atração visual

    carotenóides estão divididos em 2:

    carotenos
    alaranjada e vermelha

    xantofilas
    amarelo claro


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Agentes Polinizadores
  • Polinização
  • Polinização abiótica
  • Polinização biótica
  • Polinização
  • Atração visual
  • Existe uma correspondência entre classes de cores e polinizadores
  • Atração visual
  • Odor
  • Pólen
  • Néctar
  • Óleo
  • Animais polinizadores
  • Síndrome de cantarofilia (besouros)
  • Síndrome de melitofilia (abelhas)
  • Síndrome de psicofilia (borboleta)
  • Síndrome de falenofilia (mariposas)
  • Síndrome de miofilia (moscas)
  • Síndrome de quiropterofilia (morcegos)
  • Síndrome de ornitofilia (aves)