Curso Online de Análise ambiental por geoprocessamento
3 estrelas 6 alunos avaliaram

Curso Online de Análise ambiental por geoprocessamento

O minicurso objetiva demonstrar o uso do Geoprocessamento como metodologia de pesquisa ambiental propondo procedimentos analíticos.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O minicurso objetiva demonstrar o uso do Geoprocessamento como metodologia de pesquisa ambiental propondo procedimentos analíticos.

Possui formação técnica em Meio Ambiente pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Graduação (2009) e Mestrado (2011) em Geografia pela Universidade Federal de Goiás e atualmente é doutorando em Geografia pela mesma instituição. Atualmente é consultor ambiental da Petrobras e Furnas Centrais Elétricas e professor convidado da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e Faculdade Católica de Anápolis, atuando na graduação e pós-graduação. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia, Geoprocessamento, Sensoriamento Remoto e Cartografia.


- Alex Rodriugues

- Daielly Baritieri Cavalheiro

- Daniel Machado

"não houve procedimentos técnicos e bibliografias que sustentem as teorias e conceitos..."

- Marcos Vinícius Da Costa Lima

- Angela Maria De Oliveira Cunha

- Flávio De Paiva Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ANÁLISE AMBIENTAL POR GEOPROCESSAMENTO uma proposta metodológica

    análise ambiental por geoprocessamento uma proposta metodológica

    m.e diego tarley ferreira nascimento

  • O minicurso objetiva demonstrar o uso do Geoprocessamento como metodologia de pesquisa ambiental propondo procedimentos analíticos. Para tanto, o curso será embasado no proposto por Xavier-da-Silva e Carvalho Filho (1993), no que diz respeito ao Sistema de Informações Geográficas como proposta metodológica.

    o minicurso objetiva demonstrar o uso do geoprocessamento como metodologia de pesquisa ambiental propondo procedimentos analíticos. para tanto, o curso será embasado no proposto por xavier-da-silva e carvalho filho (1993), no que diz respeito ao sistema de informações geográficas como proposta metodológica.

    objetivo

    referência bibliográfica do texto de xavier-da-silva e carvalho filho (1993):

    xavier-da-silva, j.; carvalho filho, l. m. sistemas de informações geográficas: uma proposta metodológica. 1993

  • Lembramos o pressuposto que questões ambientais ocorrem dentro de uma dimensão do mundo físico, ou seja, tem expressão territorial (espaço) e uma dinâmica (tempo). Sendo possível, por intermédio de tecnologias de tratamento de informações espaciais, a resolução de tais questões ambientais.

    lembramos o pressuposto que questões ambientais ocorrem dentro de uma dimensão do mundo físico, ou seja, tem expressão territorial (espaço) e uma dinâmica (tempo). sendo possível, por intermédio de tecnologias de tratamento de informações espaciais, a resolução de tais questões ambientais.

  • A proposta do geoprocessamento como metodologia de análise ambiental se baseia em dois grandes grupos de procedimentos analíticos:

    a proposta do geoprocessamento como metodologia de análise ambiental se baseia em dois grandes grupos de procedimentos analíticos:

    1. diagnóstico de situações existentes ou de possível ocorrência;
    2. prognóstico, ou seja, previsões e provisões.

    a seguir, detalharemos esses dois grandes grupos de procedimentos analíticos

  • 1. Procedimentos diagnósticos

    1. procedimentos diagnósticos

    1.1 levantamentos ambientais
    inventário;
    planimetria;
    assinaturas;
    monitorias.

    1.2 prospecção ambiental
    avaliações ambientais;
    riscos ambientais;
    potenciais ambientais
    avaliações complexas
    incongruências de uso;
    potenciais conflitantes
    áreas críticas;
    impactos ambientais

    se baseia na identificação de situações ambientais, ou seja, na caracterização ambiental. se dividem em dois subgrupos, os quais se dividem em outros subgrupos, que por suas vez, também se subdividem:

  • 2. Procedimentos Prognósticos

    2. procedimentos prognósticos

    fundamentado na análise de situações verificada, o prognóstico se baseia na capacidade de previsão de situações ambientais. e se dividem nas seguintes atividades:

    2.1 simulações - evolução com base na monitoria e nas assinaturas;
    2.2 cenários ambientais - situações previstas caso determinadas condições sejam executadas;
    2.3 unidades territoriais de manejo ambiental – zoneamento;
    2.4 planos diretores – planejamento e zoneamento urbano

  • Agora serão melhor detalhados cada uma das atividades dos dois grupos de procedimentos analíticos...

    agora serão melhor detalhados cada uma das atividades dos dois grupos de procedimentos analíticos...

    1. procedimentos diagnósticos:
    1.1 levantamentos ambientais: corresponde à criação da base de dados (sejam eles físicos, sociais e/ou econômicos), assim como no cálculo da área de ocorrência de cada atributo e na análise de sua variação espacial e temporal.

    1.2 prospecções ambientais: com base no cruzamento dos dados levantados anteriormente, são feitas extrapolações territoriais, ou seja, são levantados outros dados e informações.

  • Detalhando um pouco mais...

    detalhando um pouco mais...

    no levantamento ambiental, primeiramente é feito o inventário, ou seja, a compilação dos dados temáticos sobre o objeto e área de estudo. tal etapa pode ser comparada a elaboração de um banco ou base de dados.
    após isso, é feito então a planimetria, que se traduz na identificação e calculo da área de ocorrência de cada atributo temático. em seguida, podem ser realizadas assinaturas, ou seja, o cruzamento dos dados temáticos, com vista a definir um padrão de ocorrência de determinado atributo, quando da ocorrência de um outro. em outras palavras, seriam correlações.
    por último, podem ser realizadas monitorias, ou seja, o acompanhamento da variação temporal de determinado atributo ou fenômeno, ou seja, a análise de sua evolução.

  • Detalhando um pouco mais...

    detalhando um pouco mais...

    na prospecção ambiental, podem ser realizadas avaliações ambientais sobre riscos ambientais – que é a determinação de áreas (determinação essa feita com base no levantamento ambiental) com certas limitações do ambiente.
    outra possibilidade de avaliação ambiental é o levantamento de potencial ambiental, que se traduz na determinação de potencialidades que determinada área apresenta, novamente, com base no levantamento ambiental.
    dentre as avaliações complexas, seria possível realizar análises da incongruências de uso, ou seja, confrontar o uso que há em determinada localidade com o seu potencial ambiental, e averiguar se são condizentes. a possibilidade de identificar áreas conflitantes dessa incrogruência, ou seja, araes conflitantes e não conflitantes (entre o uso que há e seu potencial) será o pressuposto da atividade de potencial conflitante.

  • Detalhando um pouco mais...

    detalhando um pouco mais...

    ainda inserido nos trabalhos de prospecção ambiental, temos as avaliações complexas, nas quais seria possível realizar análises da incongruências de uso, ou seja, confrontar o uso que há em determinada localidade com o seu potencial ambiental, e averiguar se são condizentes. a possibilidade de identificar áreas conflitantes e não conflitantes (entre o uso que há e seu potencial) dessa incongruência, será o pressuposto da atividade de potencial conflitante.
    além disso, é possível fazer a identificação de áreas críticas, por meio do confronto entre mapas de uso e estimativas de riscos ambientais, assim como realizar estimativas de impacto ambiental, um caso bem abrangente e difundido.

  • Detalhando um pouco mais...

    detalhando um pouco mais...

    2. procedimentos prognósticos:
    2.1 – simulação: após a realização do inventário e monitoria (dentre os levantamentos ambientais dos procedimentos diagnósticos), por meio da introdução de uma continuidade da evolução do fenômeno e com base em avaliações ambientais, é possível realizar a análise de simulação, estimando-se os efeitos e de uma situação.
    2.2 – cenário ambiental: se baseia na premissa de se determinar uma situação ambiental prevista caso determinadas condições sejam realizadas, sendo portanto, a determinação de uma situação decorrente da adoção de premissas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Procedimentos diagnósticos
  • Procedimentos Prognósticos
  • Procedimento das etapas de Diagnóstico
  • Levantamento Ambiental
  • Inventário
  • Planimetria
  • Assinatura
  • Monitor