Curso Online de Combate à Seca
5 estrelas 11 alunos avaliaram

Curso Online de Combate à Seca

O propósito deste curso é oferecer exemplos práticos de tecnologias simples e de baixo custo que podem melhorar as condições de vida do s...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

Por: R$ 23,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O propósito deste curso é oferecer exemplos práticos de tecnologias simples e de baixo custo que podem melhorar as condições de vida do sertanejo nordestino e ao mesmo tempo proteger e melhorar o Meio Ambiente. As tecnologias apresentadas são voltadas especialmente para a captação, armazenamento e uso da água, preservação, recuperação e aumento de produtividade do solo e melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Graduada em Construção Civil, possui cursos de extensão universitária nas áreas de: Gestão Ambiental pela UECE, Segurança do Trabalho pela UFC, possui vários cursos: de técnico(a) em Edificações, técnico(a) de Culinária na Espanha, Curso de A&B, técnicas manipulação de alimentos e bebidas, Curso de emissão de bilhetes aéreo internacional e nacional, Curso de Espanhol, possui experiência voltada na área de segurança em trabalhos da construção civil e técnicas construtivas. Atualmente trabalhando como Professora de Turismo em cursos de nível técnico.


- Lucas Antonio Cunha Oliver

- Maria Gloria Alves Dos Santos

- Leandro Lima Silva

- Mateus Grangeiro De Araujo

- Marcia Regina Straioto Paiva

- Cláudio Hamilton De Matos

- Andrecavalcantedossantos

- Joseilton Camelo Batista Ribeiro

- Yvana Dos Santos Gouveia

- João Avelino De Mendonça

- MoisÉs Antonio Da Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • combate À SECA

    combate À SECA

    Autora: Zilmar do N. Mesegner

  • combate À SECA

    combate À SECA

    Autora: Zilmar do N. Mesegner

  • Objetivos

    Objetivos

    Descrever exemplos de tecnologias simples e de baixo custo que podem melhorar as condições de vida do sertanejo nordestino e ao mesmo tempo proteger e melhorar o meio ambiente.

  • Objetivos específicos

    Objetivos específicos

    O propósito deste curso é oferecer exemplos práticos de tecnologias simples e de baixo custo que podem melhorar as condições de vida do sertanejo nordestino e ao mesmo tempo proteger e melhorar o Meio Ambiente. As tecnologias apresentadas são voltadas especialmente para a captação, armazenamento e uso da água, preservação, recuperação e aumento de produtividade do solo e melhoria da qualidade de vida das pessoas.

  • Introdução

    Introdução

    O semiárido brasileiro é um grande espaço geográfico, quase todo inserido na região Nordeste, onde os déficits hídricos impõem severas restrições às atividades agro-pecuárias convencionais. Este semiárido ocupa uma área de 912.208 km², que corresponde a cerca de 58% da região Nordeste e compreende os oito estados desta região e o norte de Minas Gerais.

  • Introdução

    Introdução

    As características climáticas e hidrológicas dessa região são semelhantes às de outros semiáridos quentes do mundo, merecendo relevância:

    Precipitação média anual de 250 a 800 mm distribuída de 3 a 5meses, com regime de chuvas marcado por irregularidade (espaço /tempo).
    Temperaturas médias anuais 23 a 27 °C.
    Insolação média de 2.800 h/ano.
    Ecossistema dominante: caatinga, apresentando grande diversidade de espécies adaptadas, com alto potencial de exploração, tanto para consumo humano como animal.
    Substrato dominante: cristalino.
    Continua...

  • Introdução

    Introdução

    ... continuação
    Substrato dominante: cristalino.
    Solos: rasos, devido ao substrato cristalino, sendo a maioria areno-argilosos.
     Evapotranspiração: cerca de 2.000 mm/ano, acarretando déficit de umidade no solo durante a maioria dos meses do ano.
    Aquíferos de baixa produtividade, onde os poços são rasos e apresentam vazões inferiores a 3,0 m³/h e elevados teores de sólidos totais dissolvidos, em média, 3,0 g/L, com predominância dos cloretos.
    População: 41% do Nordeste brasileiro.
    PIB: 22% do Nordeste.

  • Introdução

    Introdução

    A interação das características da região exerce importante papel na renovação das reservas hídricas e na qualidade de suas águas, fazendo com que o sertanejo busque por água para suas necessidades básicas como o consumo animal e agrícola, entre outras. Este quadro de incertezas quanto à disponibilidade e à qualidade das águas exige ações de planejamento e gestão dos recursos hídricos visando atender à demanda da população de forma permanente.

  • Introdução

    Introdução

    No Nordeste brasileiro cerca de 40% dos domicílios não têm acesso à água tratada e mais de 50% não são beneficiados por esgoto ou fossa séptica. No semiárido a situação da água é ainda pior. Apesar de dispor de mais de 70 mil açudes, 450 dos quais com capacidade superior a um milhão de metros cúbicos, devido à alta evaporação e ao mau gerenciamento, apenas 25% da capacidade total desses reservatórios é aproveitada. Existem, também, mais de 50 mil poços perfurados, porém um terço sem uso, devido à elevada presença de sais na água.

  • Introdução

    Introdução

    A discussão e o desenvolvimento de tecnologias adequadas para gestão de recursos naturais vêm ganhando mais atenção da sociedade devido à emergência do avanço da escassez de água, da desertificação e do aquecimento global. O mau uso da água, do solo, da vegetação e de outros recursos naturais são os principais responsáveis por estes graves problemas.
    O desafio permanente consiste em encontrar diferentes caminhos para reduzir as desigualdades e a pobreza e assim mudar a face do semiárido, mostrando a sua diversidade e viabilidade.

  • Introdução

    Introdução

    Tecnologias: captação, armazenamento e uso da água
    A captação, armazenamento e o manejo adequados da água no semiárido nordestino são de fundamental importância para sobrevivência do sertanejo e preservação do meio ambiente. Para suprir a deficiência de água para diferentes usos no meio rural, como consumo humano, animal e produção agrícola, alternativas tecnológicas têm sido desenvolvidas e adaptadas às condições do semiárido visando o armazenamento e uso das águas de chuva. A seguir serão descritas as tecnologias mais usadas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Curso de Combate à Seca
  • 1.Objetivos
  • 2.Introdução
  • 3.Barragem Subterrânea
  • 4.Barreiro de Salvação
  • 5.Cisterna de Placas
  • 6.Irrigação com Potes
  • 7.Tecnologias: preservação, recuperação e aumento da produtividade do solo
  • 8.Tecnologias: melhoria da qualidade de vida do sertanejo
  • 9.O Ceará e as tecnologias ambientais sustentáveis