Curso Online de EPI - Equipamento de Proteção Individual

Curso Online de EPI - Equipamento de Proteção Individual

Objetivo do Treinamento Introdução Porque usar o EPI Risco Responsabilidade Aquisição dos EPI's Respiradores Jalecos Botas Exposição Oper...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Objetivo do Treinamento
Introdução
Porque usar o EPI
Risco
Responsabilidade
Aquisição dos EPI's
Respiradores
Jalecos
Botas
Exposição
Operação
Como retirar os EPI's
Lavagem e Manutenção dos EPI's
Descarte
Mitos
Os 10 mandamentos da prevenção de acidentes de trabalho
Reflexão

Formada em Tecnico em Segurança do Trabalho!!



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Suellen Nascimento Técnica em Segurança do Trabalho EPI – Equipamento de Proteção Individual NORMA REGULAMENTADORA NR-06 DA PORTARIA 3.214 DE 08/06/1978

    Suellen Nascimento Técnica em Segurança do Trabalho EPI – Equipamento de Proteção Individual NORMA REGULAMENTADORA NR-06 DA PORTARIA 3.214 DE 08/06/1978

  • Objetivo: O Objetivo desse treinamento é conscientizar vocês sobre a importância do uso corretamente dos EPI’s.

    Objetivo: O Objetivo desse treinamento é conscientizar vocês sobre a importância do uso corretamente dos EPI’s.

  • Introdução   O uso do EPI é uma forma de não transformar os riscos em Acidentes de Trabalho.  Este material foi desenvolvido com os seguintes objetivos:

    Introdução   O uso do EPI é uma forma de não transformar os riscos em Acidentes de Trabalho.  Este material foi desenvolvido com os seguintes objetivos:

  • • Aprofundar a discussão sobre o uso adequado dos EPI; • Combater o uso incorreto, que vai desde o não uso até o uso exagerado de EPI; • Incentivar o uso para recomendar de forma criteriosa os EPI’s necessário para cada aplicação;   Ao final, esperamos ajuda-lo a identificar a avaliar de forma mais criteriosa ao risco, em função dos níveis de exposição ao produto.

  • Por que usar EPI? EPI são ferramentas de trabalho que visam proteger a saúde do trabalhador   A função básica dos EPI é proteger de exposições o organismo do produto tóxico, minimizando o risco.   Intoxicação durante o manuseio ou a aplicação de produtos é considerado acidente de trabalho.   O uso do EPI é uma exigência da legislação trabalhista brasileira através de suas Normas Regulamentadoras. O não cumprimento poderá acarretar ações de responsabilidades cível e penal, além de multas ao infratores.      

    Por que usar EPI? EPI são ferramentas de trabalho que visam proteger a saúde do trabalhador   A função básica dos EPI é proteger de exposições o organismo do produto tóxico, minimizando o risco.   Intoxicação durante o manuseio ou a aplicação de produtos é considerado acidente de trabalho.   O uso do EPI é uma exigência da legislação trabalhista brasileira através de suas Normas Regulamentadoras. O não cumprimento poderá acarretar ações de responsabilidades cível e penal, além de multas ao infratores.      

  • As vias de exposição são: Inaladora nariz Oral boca Ocular olhos Dérmica pele

  • Risco:     O risco de intoxicação é definido como a probabilidade estatística de uma substância química causar efeito tóxico. O Risco é uma função da toxicidade do produto e da exposição.  

    Risco:     O risco de intoxicação é definido como a probabilidade estatística de uma substância química causar efeito tóxico. O Risco é uma função da toxicidade do produto e da exposição.  

  • Sabendo-se que não é possível ao usuário alterar a toxicidade do produto, a única maneira concreta de reduzir o risco é através da diminuição da exposição. Para reduzir a exposição, o trabalhador deve manusear os produtos de conservação, além de vestir os EPI adequados.

  • Responsabilidades:   A legislação trabalhista prevê que:    

    Responsabilidades:   A legislação trabalhista prevê que:    

  •  É obrigação do empregador:
    • fornecer os EPI’s adequados ao trabalho; • instruir e treinar quanto ao uso dos EPI; • fiscalizar e exigir o uso dos EPI; • repor os EPI danificados;  

  • É obrigação do Trabalhador • usar e conservar os EPI’s


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Suellen Nascimento Técnica em Segurança do Trabalho EPI – Equipamento de Proteção Individual NORMA REGULAMENTADORA NR-06 DA PORTARIA 3.214 DE 08/06/1978
  • Objetivo: O Objetivo desse treinamento é conscientizar vocês sobre a importância do uso corretamente dos EPI’s.
  • Introdução   O uso do EPI é uma forma de não transformar os riscos em Acidentes de Trabalho.  Este material foi desenvolvido com os seguintes objetivos: • Aprofundar a discussão sobre o uso adequado dos EPI; • Combater o uso incorreto, que vai desde o não uso até o uso exagerado de EPI; • Incentivar o uso para recomendar de forma criteriosa os EPI’s necessário para cada aplicação;   Ao final, esperamos ajuda-lo a identificar a avaliar de forma mais criteriosa ao risco, em função dos níveis de exposição ao produto.
  • Por que usar EPI? EPI são ferramentas de trabalho que visam proteger a saúde do trabalhador As vias de exposição são: Inaladora nariz Oral boca Ocular olhos Dérmica pele   A função básica dos EPI é proteger de exposições o organismo do produto tóxico, minimizando o risco.   Intoxicação durante o manuseio ou a aplicação de produtos é considerado acidente de trabalho.   O uso do EPI é uma exigência da legislação trabalhista brasileira através de suas Normas Regulamentadoras. O não cumprimento poderá acarretar ações de responsabilidades cível e penal, além de multas ao infratores.      
  • Risco:     O risco de intoxicação é definido como a probabilidade estatística de uma substância química causar efeito tóxico. O Risco é uma função da toxicidade do produto e da exposição.   Sabendo-se que não é possível ao usuário alterar a toxicidade do produto, a única maneira concreta de reduzir o risco é através da diminuição da exposição. Para reduzir a exposição, o trabalhador deve manusear os produtos de conservação, além de vestir os EPI adequados.
  • Responsabilidades:   A legislação trabalhista prevê que:  É obrigação do empregador • fornecer os EPI’s adequados ao trabalho • instruir e treinar quanto ao uso dos EPI • fiscalizar e exigir o uso dos EPI • repor os EPI danificados   É obrigação do Trabalhador • usar e conservar os EPI’s   Quem falhar nestas obrigações poderá ser responsabilizado O funcionário poderá até ser demitido por justa causa.
  • Aquisição dos EPI:   Os EPI existem para proteger a saúde do trabalhador e devem ser testados e aprovados pela autoridade competente para comprovar sua eficácia. Principais equipamentos de proteção individual Abaixo, estão listados principais itens de EPI disponíveis no mercado, além de informações e descrições importantes para assegurar a sua identificação e o uso: Luvas: Um dos equipamentos mais importantes, pois protege as partes do corpo com maior risco de exposição: as mãos. A luva deve ser impermeável ao produto químico. Produtos que contêm solventes orgânicos, como por exemplo os concentrados emulsionáveis, devem ser manipulados com luvas de BORRACHA ou NEOPRENE.  
  • Respiradores: Geralmente chamados de máscaras, os respiradores têm o objetivo de evitar a inalação de vapores orgânicos, névoas ou finas partículas tóxicas através das vias respiratórias. Os respiradores são equipamentos importantes, mas que podem ser dispensados em algumas situações, quando não há presença de névoas, vapores ou partículas no ar. Antes do uso de qualquer tipo de respirador, o usuário deve estar barbeado, além de realizar um teste de ajuste de vedação, para evitar falha na selagem. Quando estiverem saturados, os filtros devem ser substituídos ou descartados. É importante notar que, se utilizados de forma inadequada, os respiradores tornam-se desconfortáveis e podem transformar-se numa verdade fonte de contaminação. O armazenamento deve ser em local seco e limpo, de preferência dentro de um saco plástico.
  • Jaleco: São confeccionados em tecido de algodão , são apropriados para proteger o corpo dos respingos do produto formulado e não para conter exposições extremamente acentuadas. Botas: Devem ser impermeáveis, preferencialmente de cano alto e resistentes aos solventes orgânicos, por exemplo, PVC. Sua função é a proteção dos pés.
  • Risco X Exposição X Operação Os EPI não foram desenvolvidos para substituir os demais cuidados na aplicação e sim para complementa-los, evitando-se a exposição. Para reduzir os riscos de contaminação, as operações de manuseio e aplicação devem ser realizadas com cuidado, para evitar ao máximo a exposição.  
  • Uso do EPI   Para proteger adequadamente, os EPI deverão ser vestidos e retirados de forma correta. Jaleco: o jaleco devem ser vestidos sobre a roupa comum, fato que permitirá a retirada da vestimenta em locais abertos. Vale ressaltar que o EPI deve ser compatível com o tamanho de cada pessoa.
  • Botas Impermeáveis   Devem ser calçadas sobre meias de algodão de cano longo, para evitar atrito com os pés, tornozelos e canelas. As bocas da calça do EPI sempre devem estar fora do cano das botas, a fim de impedir o escorrimento do produto para o interior do calçado.
  • Respirador Deve ser colocado de forma que os dois elásticos fiquem fixados corretamente e sem dobras, um fixado na parte inferior, na altura do pescoço, sem apertar as orelhas. O respirador deve encaixar perfeitamente na face do trabalhador, não permitindo que haja abertura para a entrada de partículas, névoas ou vapores. Para usar o respirador, o trabalhador deve estar sempre bem barbeado.  
  • Luvas Último equipamento a ser vestido, devem ser usadas de forma a evitar o contato do produto tóxico com as mãos. As luvas devem ser compradas de acordo com o tamanho das mãos do usuário, (não podendo ser muito justas, para facilitar a colocação e a retirada, e nem muito grandes, para não atrapalhar o tato e causar acidentes). As luvas devem ser colocadas normalmente para dentro das mangas do jaleco.
  • Como retirar os EPI’s   Após a aplicação, normalmente a superfície externa dos EPI está contaminada. Portanto, na retirada dos EPI, é importante evitar o contato das áreas mais atingidas com o corpo do usuário. Antes de começar a retirar os EPI, recomenda-se que o aplicador lave as luvas vestidas. Isto ajudará a reduzir os riscos de exposição acidental. Veja agora o exemplo de uma rotina correta para a retirada dos EPI:
  • Jaleco: deve-se desamarrar o cordão, em seguida curvar o tronco para baixo e puxar a parte superior (os ombros) simultaneamente, de maneira que o jaleco não seja virado do avesso e a parte contaminada atinja o rosto. Botas: durante a pulverização, principalmente com equipamento costal, as botas são as partes mais atingidas pela calda. Devem ser retiradas em local limpo, onde o aplicador não suje os pés. Luvas: deve-se puxar a ponta dos dedos das duas luvas aos poucos, de forma que elas possam ir se desprendendo simultaneamente. Não devem ser viradas ao avesso, o que dificultaria o próximo uso e contaminaria a parte interna. Respirador: deve ser o último EPI retirado, sendo guardado separado dos demais equipamentos para evitar contaminação das partes internas e dos filtros.
  • Lavagem e manutenção   Os EPI’s devem ser lavados e guardados corretamente, para assegurar maior vida útil. Os EPI devem ser mantidos separados das roupas da família.
  • Lavagem: A pessoa que for lavar os EPI, deve usar luvas a base de Neoprene. As vestimentas de proteção devem ser abundantemente enxaguadas com água corrente para diluir e remover os resíduos. A lavagem deve ser feita de forma cuidadosa com o sabão neutro (sabão de coco)
  • Descarte: A durabilidade das vestimentas devem ser informadas pelos fabricantes e checada rotineiramente pelo usuário. Os EPI devem ser descartados quando não oferecerem os níveis de proteção exigidos. Antes de ser descartadas, as vestimentas devem ser lavadas para que os resíduos do produto sejam removidos, permitindo-se o descarte comum. Atenção: antes do descarte, as vestimentas de proteção devem ser rasgadas para evitar a reutilização.
  • Mitos Existem alguns mitos que não servem mais como desculpa para não usar EPI: EPI são desconfortáveis ,realmente os EPI eram muito desconfortáveis no passado, mas, atualmente, existem EPI confeccionados com materiais leves e confortáveis. A sensação de desconforto está associada a fatores como a falta de treinamento e ao uso incorreto.
  • Os 10 Mandamentos da prevenção de acidentes de trabalho:   1 – Analise todos os pontos de vista e o serviço que faz; 2 – Procure aprender a manipular com perfeição as ferramentas, acessórios e equipamentos de trabalho; 3 – Encontre o lugar certo para cada objeto, peças de roupa, materiais de uso; 4 – Use o equipamento de proteção apropriado à sua função; 5 – Esteja sempre atento e não corra riscos; 6 – Em caso de imprevistos mantenha a calma e siga a orientação dos responsáveis pela segurança geral; 7 – Não deixe problemas externos interferirem na execução de suas tarefas; 8 – Procure superar a energia e a tranquilidade nas horas de lazer; 9 – Ajude a melhorar os esquemas de proteção no ambiente de trabalho; 10 – Sinta-se responsável por sua segurança, bem como pela segurança dos colegas.
  • Reflexão Desejo que você Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la. Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes. Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo. Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la. Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência. Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina, Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas. Seja um debatedor de idéias !!!   Boa Sorte!!