Curso Online de SUCESSÃO ECOLÓGICA

Curso Online de SUCESSÃO ECOLÓGICA

Suas caracterísiticas, principais funções e sua importancia para o meio ambiente.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Suas caracterísiticas, principais funções e sua importancia para o meio ambiente.

DESCRIÇÃO E QUALIFICAÇÕES Sou biólogo formado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG - Campus de Carangola - MG, Pós - Graduado em Biologia Geral pela Universidade Federal de Lavras - MG. Sou especialista em Controle da Qualidade de Medicamentos, Cosméticos e Correlatos pela UFJF / Juiz de Fora. Possuo experiências na área de educação trabalhei alguns anos com Projetos na Área Ambiental para alunos de ensino médio e fundamental. Trabalho com tutoria em Gestão Ambiental e em diversos outros projetos ambientais a distância minha formação em tutor foi feito pela UAB/UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora. Escolhi esta profissão por amar a vida e a natureza. Tenho experiências de alguns anos como Tutor a Distância da UFJF. Tenho experiências com certificações e processos de auditorias internas e administração, pois a última empresa onde trabalhei a mesma foi ganhadora de vários prêmios como Excelência Empresarial do SEBRAE, PSQT - Prêmio SESI Qualidade no Trabalho nível regional e nacional, o PMQ- Prêmio Mineiro da Qualidade e vários outros. Tenho experiências com gerencia e gestão de pessoas, sou um profissional dinâmico, persistente e criativo, com capacidade de aprendizagem, a fim de oferecer o melhor ao público tanto pessoal quanto em equipes. Tenho experiência com vendas e coordenação de equipes de vendas. Estou sempre pronto para novos desvios, sabendo sair de cada um deles com coragem e tranqüilidade. Comprometimento e responsabilidade complementam o perfil. Apesar de ser biólogo tenho 12 anos de experiência com trabalho em QUÍMICA, CONTROLE DE QUALIDADE E GARANTIA DA QUALIDADE. Sou professor dos anos iniciais e finais trabalho formação de professores na area pedagógica e de informática.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • o desenvolvimento da comunidade

    sucessão ecológica

    prof. fabiano rodrigues

  • as comunidades existem num estado de fluxo contínuo. organismos morrem e outros nascem de forma a tomar seus lugares, a energia e os nutrientes transitam através das comunidades. quando um habitat é perturbado – uma floresta derrubada, um campo queimado – a comunidade lentamente se reconstrói por colonizações e desaparecimento de espécies.

  • assim como a importância das espécies varia no espaço, seus padrões de abundância podem se modificar com o tempo.

    um espécie ocorre somente quando e onde:

    é capaz de atingir o local;
    existam condições e recursos apropriados no local;
    competidores, predadores e parasitas não a excluam;

  • assim, uma seqüência temporal no aparecimento e desaparecimento de uma espécie requer condições, recursos e/ou a influência de inimigos naturais, que por sua vez, também variam no tempo.

  • a criação de qualquer novo habitat – um campo lavrado, uma duna de areia na borda de um lago, fezes de um animal qualquer, uma lagoa temporária deixada por uma chuva pesada – funcionam como um “convite” a uma tropa de espécies particularmente bem adaptada de invasores. esses primeiros colonizadores são seguidos por outros que são um pouco mais lentos em tirar “vantagens” do novo habitat, mas são eventualmente mais bem sucedidos que as primeiras espécies que chega, chamadas de espécies pioneiras. desta forma, o caráter da comunidade muda com o tempo. este padrão direcional, contínuo, não-sazonal de colonizações e desaparecimento de populações de espécies em uma dada
    área é chamado de sucessão ecológica.

  • sucessão ecológica

    - é a seqüência de mudanças pelas quais uma comunidade passa ao longo do tempo.
    - durante esse processo, comunidades mais simples vão sendo gradualmente substituídas por comunidades mais complexas até que estabeleça um equilíbrio entre comunidade e ambiente - comunidade clímax.
    - uma sucessão ecológica passa por três fases:
    • ecese: comunidade pioneira
    • sere: comunidade intermediária
    • clímax: comunidade estabilizadora

  •  comunidade pioneira (ecese): são os primeiros organismos a se instalarem no ambiente: líquens, musgos, gramíneas e insetos.
     comunidade intermediária (sere): representadas por vegetação arbustiva e herbácea. nessa atapa ocorrem profundas alterações no ambiente e na diversidade das espécies.
     comunidade clímax: nessa fase, a comunidade atinge a estabilidade, com elevado número de espécies e de nichos ecológicos e apresenta grande biomassa.

    ecese série clímax

  • ocorre ao longo de uma sucessão ecológica:
    • aumento da produtividade bruta
    • aumento do consumo
    • diminuição da produtividade líquida
    • aumento da biomassa
    • aumento da diversidade de espécies
    • extinção de algumas espécies e surgimento de outras

    produtividade
    • produtividade bruta (pb): total de matéria orgânica, produzida pela comunidade, através da fotossíntese

    • produtividade líquida (pl): representa o saldo obtido, da relação entre a produção (fotossíntese) e o consumo (respiração) de uma comunidade.
    pl = pb - r

  • 3 tipos de sucessão ecológica

  • sucessão degradativa: é aquela que ocorre em uma escala de tempo relativamente curta. ocorre em qualquer tipo de matéria orgânica morta, como o corpo de um animal ou partes de uma planta. geralmente, diferentes espécies invadem e desaparecem à medida que a degradação da matéria orgânica utiliza alguns recursos e torna outros disponíveis. outra característica da sucessão degradativa é que ela é um processo finito, uma vez que o recurso pode ser totalmente mineralizado ou metabolizado. um exemplo de sucessão degradativa pode ser observado em fungos que colonizam pinhas de pinus sylvestris.

  • sucessão alogênica: é um tipo de sucessão em que o processo de substituição de espécies ocorre como resultado de mudanças externas ou forças geofisicoquímicas. um exemplo deste tipo de sucessão pode ser observado em ambientes de transição entre mangues e vegetação de floresta, causada principalmente pela deposição de silte.
     

    neste exemplo, observa-se que as plantas acompanham o processo de deposição de silte, já que as espécies vegetais colonizam áreas em determinadas alturas à nível do mar de acordo com sua tolerância à inundação.
     


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.